O bem pode surgir do mal

opbu45

Domingo, 24/08/2014. Bangalore, Índia.

Pergunta: Gurudev, como sair do apego? E se as pessoas nos desapontam, como sair deste sentimento?

Sri Sri Ravi Shankar: Se alguém desaponta você, vai ter de encarar a música.

Vai ter de encarar as consequências. Isso é a lei do Karma.  

Você foi desiludido porque não foi cuidadoso. Você deveria ter sido cuidadoso, não é?

Você também aprende uma lição quando alguém o desaponta.

Agora, siga em frente!

Pergunta: Eu tenho visto você dizendo que precisamos de mais ajuda das pessoas e do governo. Eu sei que precisamos fazer seva [serviço voluntário], mas como, exatamente, podemos fazer isso? Por favor, me guie.

Sri Sri Ravi Shankar: Sim! Trazer mudanças para a sociedade é um esforço coletivo.

Por isso, eu digo que todos têm que participar.

Não diga: ‘Gurudev, você faz isso. Você cuida dos terroristas e os transforma’. Não! Isso é um esforço coletivo.

Cada um de nós deve trabalhar para reduzir o crime, estresse e a violência na sociedade.

Pensem, todos vocês. Dêem uma hora por dia para serem voluntários por uma Índia melhor e vejam o que o trabalho voluntário pode fazer.

Você sabe, uma embalagem plástica – como a embalagem do leite que temos – se queimar, pode causar câncer em milhares de pessoas.

Um monte de toxinas sai do plástico.

Se todos a queimam, não devemos informar para as pessoas sobre isso?

Temos que fazer as pessoas saberem disso.

Ao invés disso, tudo o que fazemos é nos preocupar sobre as pequenas coisas da nossa vida.

Nos preocupamos com as coisas, com as pessoas, com comentários, opiniões e todas essas pequenas coisas.

É razoável manter com essas preocupações insignificantes?

Eu digo a você: seja simples, natural, e adaptável a todos.

Isso é o que devemos fazer.

Mas, se algo pequeno acontece, já estamos prontos para brigar.

Não devemos fazer isso.

Abandone todo o tipo de preconceito e tudo o que fizer, faça com amor e com senso de serviço.

Pergunta: Gurudev, eu não entendo a relação entre o prana [força vital], corpo e alma. Quando um acidente acontece, o prana fica comprometido. Assim que o prana deixa o corpo, a alma também o deixa. Então a alma está ligada ao corpo e o corpo ao prana?

Sri Sri Ravi Shankar: Sim. Você disse isso.

Prana conecta a alma com o corpo. Prana sai junto com a alma.

Agora, quando tem fumaça tem fogo. Quando tem fogo, tem fumaça.

A relação entre prana e alma é igual a relação entre fumaça e fogo.   

Pergunta: Gurudev, como nos mantemos motivados?

Sri Sri Ravi Shankar: Por que temos que nos motivar?

Somente relaxe e seja feliz. Quando você está feliz, você já está motivado.

Se outros ficarem felizes por sua causa, você fica feliz? Ou não fica?

Você fica feliz na hora! Qual outra motivação você precisa?

Agora, se você precisa ser feliz, isso só acontece quando os membros da sua família estão felizes, certo?

Se todos a sua volta estão felizes, você pode ser feliz.

Se todos estão tristes e sofrendo, você sozinho não será feliz.

Se alguém teve febre em casa, você não vai dizer: ‘Eu vou ao cinema; vou ser feliz’.

Mesmo se você for ao cinema, sua mente ficará em casa. Por que?

É porque nossa felicidade é dependente da felicidade de todos a nossa volta.

Agora, é o suficiente que somente nossos amigos e familiares estejam felizes?

Se nossos vizinhos estão sofrendo, nós podemos ser felizes? Não!

Se existe ladrões, alcoólatras e esse tipo de pessoas na sua rua, você pode ser feliz?

Você não sabe o que pode acontecer quando você sair de casa.

Se a pessoa na casa vizinha é um ladrão ou um alcoólatra, ou esse tipo de pessoa má está a sua volta, você pode fazer algo? Não.

É possível você ser feliz? Se ansiedade, ódio, crime, todas essas coisas não estão presentes, nós podemos ser felizes, não é?

Então, se tudo está bem na nossa sociedade, nós podemos estar bem.

Sendo assim, é por isso que todos nós devemos trabalhar em prol de uma sociedade melhor.

Se estamos bem, então devemos trabalhar em prol de dar a todos uma chance de estarem bem.

Devemos espalhar este conhecimento para todo mundo.

Pergunta: Você diz que devemos ser gratos por tudo que temos, mas eu sinto que sempre que eu me sinto grato, o que está feito se desfaz. Então o que eu faço?

Sri Sri Ravi Shankar: Nada disso. Não sinta a coisa assim, isso está somente na sua mente.

Quanto mais grato você for, mais coisas acontecerão.

Você está com sede, alguém traz água, você agrade e o que acontece depois disso? A sede volta. A sede não desaparece.

Pergunta: Gurudev, depois da morte, nós podemos doar nossos órgãos?

Sri Sri Ravi Shankar: Sim! Depois da morte nós podemos doar os órgãos do nosso corpo.

Não tem nada de errado nisso.  As pessoas dizem: ‘Ah, se você doar seu olho, sua alma não irá para o céu’. Tudo isso não é verdade.

Não foi Bedara Kannappa [um caçador que provou sua devoção tirando seus dois olhos para doá-los a Lorde Shiva] que doou seus olhos?

Ele doou os olhos quando ainda estava vivo.

Dadhichi doou sua espinha para Indra.

Da mesma forma, não há nada errado em doar órgãos do nosso corpo por uma boa causa.

Você não precisa se preocupar com isso.

Pergunta: Por que o percentual de crianças autistas está crescendo?

Sri Sri Ravi Shankar: O estresse dos pais. Os pais estão muito estressados e isso afeta a criança.

Estresse é uma das principais causas. A segunda causa é a comida, que também tem um efeito.

Pergunta: Gurudev, existem reservas baseadas em classe social e etnia em diversos cursos. A Arte de Viver deveria seguir essas regras de reserva?

Sri Sri Ravi Shankar: Isso é com você. Se você quiser utilizar essa regra, faça isso. Se você não quiser, tudo bem.

Tudo o que eu quero é que você seja feliz e faça as pessoas à sua volta felizes.

O melhor cenário é que não existam reservas, assim todos somos iguais.

Mas fazem isso por razões políticas.

As reservas foram inicialmente marcadas por um período de 10 anos e deveríamos cancela-las depois disso.  

Mas ao invés disso, temos reservas atrás de reversas hoje em dia, e estamos afundando o país por causa disso.

Mas agora as pessoas estão acordando. Nós devemos nos unir e seguir em frente.

Anúncios

A mente calma é a chave para a ação clara

sunset_over_mountains_near_sea_by_macinivnw-d68mz45

Terça – Feira, 09/12/2014 Bangalore, Índia

Esse pensamento me ocorreu um tempo atrás.

Um rei não tem nenhum amigo e um santo não tem inimigos.

Um rei estará em desvantagem se começar a ter amigos. Da mesma forma, se o santo se tiver inimigos, ambos estarão perdendo de uma forma ou de outra.

Se um rei tem amigos, então há a chance de suas decisões serem influenciadas pela predileção a seus amigos, ao invés de serem para o bem maior do seu povo.

Se um rei começa a ter muitos amigos, então não permanecerá imparcial e não se obterá dele um julgamento justo. Não é verdade?

Não se deve ficar muito próximo a um rei nem muito distante de um santo.

Aqueles que ficam muito próximos de um rei ou muito afastados da companhia de um santo sairão perdendo, de uma maneira ou de outra.

Pergunta: Quando eu faço o Curso Arte do Silêncio, eu me sinto oco e vazio. Mas depois de uma semana eu estou novamente cheio de desejos e incômodos. Como posso estar oco e vazio o tempo todo?

Sri Sri Ravi Shankar: Isso é como perguntar ‘Como posso comer uma única vez na vida e não ter que continuar comendo todos os dias?’

Você sabe que é um trabalho chato. Todos os dias você tem que cozinhar e comer.

Se você come hoje, amanhã novamente você sente fome. Se você comer de manhã, à tarde você já sente fome.

Você não pode comer apenas uma vez e estar satisfeito porque o corpo tem sua própria natureza.

O mesmo acontece com sua mente.

Entretenimento não é suficiente apenas uma vez. Você me escutaria se eu lhe dissesse que é suficiente assistir apenas a um filme em toda sua vida?

Você precisa de entretenimento de novo e de novo. O corpo precisa de nutrição de novo e de novo.

Para satisfazer a fome, nós comemos. Nós bebemos água para matar a sede. Nós descansamos quando estamos cansados.

A espiritualidade também é assim.

Para satisfazer a fome espiritual, nós precisamos meditar constantemente.

Pergunta: Gurudev, como uma pessoa pode ser tornar um meditador?

Sri Sri Ravi Shankar: Veja, não existe meditador melhor ou pior.

Apenas esteja no momento presente e seja feliz.

Ao invés de constantemente ficar pensando ‘O que posso ter?’, pense ‘Como posso contribuir? Como posso ser útil para a sociedade?’

Existe uma certa alegria em obter.

Nós constantemente queremos que os outros nos amem, nos respeitem e sempre nos admirem.

Você deve largar tudo isso, jogar fora. Saia disso e pense ‘O que posso fazer para contribuir?’

Então, você será feliz e sua meditação também será mais profunda.

A vida se torna doce e mais rica.

Há uma certa alegria em obter coisas.

Mas a alegria reside também na doação. Você já viu seus avós?

A alegria deles reside mais em dividir com os netos e com os outros à sua volta.

Uma mãe cozinha vários pratos diferentes para os filhos quando eles retornam para casa. A alegria dela é alimentar todo mundo.

Essa é uma alegria mais madura.

Em algum momento da vida, precisamos crescer e evoluir da alegria que temos em pegar e ganhar para a alegria de compartilhar e dar – que é a alegria maternal ou alegria dos avós.

Esse um tipo mais maduro de alegria.

Pergunta: Gurudev, o que uma pessoa pode fazer sobre o apego ao Guru? Isto também traz muita mágoa e dor.

Sri Sri Ravi Shankar: Veja, se você tentar possuir o Guru, isto não será possível e só vai trazer dor.

Um Guru pertence a todos e não apenas a um grupo de pessoas.

E onde há amor intenso, também há enorme uma saudade e isso traz alguma dor.

Mas é um tipo diferente de dor em que há uma certa doçura nessa dor.

Esse tipo de apego ao Divino ou ao Guru, ou ao mundo todo, é único e é uma coisa só.

Todos nós queremos o mundo como um lugar melhor.

Uma pessoa se torna um Guru apenas quando está apta a prover conhecimento e ajudar a trazer uma mudança positiva nas vidas das pessoas.

Eu digo que  quando alguém experimenta uma profunda transformação na vida, é quando se torna consciente do Guru e volta-se para ele com reverência.

As pessoas frequentemente dizem o oposto: que primeiro você deve fazer de alguém seu Guru, e só então você experimentará uma mudança em sua vida.

Como você pode expressar gratidão ao Guru?

Ajudando a trazer para a vida de muitos outros a mesma transformação que você experimentou na sua própria vida.

Se você deseja sinceramente que dez pessoas sejam beneficiadas e vivam vidas melhores, então esta sincera intenção seguramente funcionará e se manifestará.

Então, amor e saudade são as duas faces da mesma moeda.

Isso acontece, e nossa criatividade também floresce por causa disso.

Essa saudade do Divino pode trazer nossa atenção para o caminho correto e para longe das coisas negativas como beber, criticar os outros etc.

Quando a mente deixa essa negatividade e fica impregnada no néctar do amor e da devoção, então a saudade também aparece e isso causa alguma dor.

Pergunta: Muitos inocentes morreram e diversos outros continuam morrendo dia após dia em virtude de ataques terroristas. Eu não suporto ver isso.

Sri Sri Ravi Shankar: Os terroristas são um grande problema no mundo.

Este é o motivo de o Bhagavad Gita ser tão relevante hoje em dia.

O Bhagavad Gita não diz que se você levar um tapa, deve oferecer sua outra face e apenas aceitar isso. Não!

Se alguém está estapeando você, você pega seu arco e sua flecha e atira. Mas não atira com sentimento de vingança ou raiva e sim com serenidade. Com a intenção de ensinar uma lição à outra pessoa.

Este a razão de Lord Krishna dizer ‘Mayi sarvani karmani samnyasyadhyatmacetasa nirasirnirmamo bhutva yudhyasva vigatajvarah’ (3.30).

Isso significa ‘Vá e lute contra o mal estando estabelecido no Yoga’.

Somos parte da Luz Divina

2336735840039547267S425x425Q85
Pergunta:
Eu tenho o hábito de viver em um mundo de fantasia e eu percebi que isso é um mecanismo de defesa porque nesse mundo eu não tenho nenhum defeito. Mesmo quando medito isso acontece. Como superar isso?

Sri Sri Ravi Shankar: No momento em que você percebe que é uma fantasia, já saiu dela!

Se você ainda ficasse nela, pensaria que é a realidade. No momento em que você percebe como ‘meu mundo de fantasia’, você já chegou na praia, você não está mais mergulhado nesse mundo. Então não se preocupe.

É bom ter sonhos. Pense grande e tenha sonhos, mas ao mesmo tempo não perca o contato com a realidade.

A dança não pode acontecer quando ambos os pés estão no chão. Um pé tem que estar firme no chão e o outro tem que estar para cima, no ar.

Na vida você deve ser prático e não perder o chão da realidade. Ao mesmo tempo, você deve sonhar algo diferente, algo maior e, por vezes, o impossível. Mas se você estiver sonhando algo que é totalmente impossível, então não está sendo verdadeiro consigo mesmo.

Quando você pensa que algo é totalmente impossível, mas ao mesmo tempo, que é totalmente possível e, em algum momento, você pensa ‘eu não posso fazer isso’; então esse é um sonho que você deve agarrar.

Pergunta: Gurudev, um Guru não deve ficar longe de um Rei ou um Rei não deve ficar longe do Guru? Qual opção é a correta?

Sri Sri Ravi Shankar: Se você olha pelos olhos do Guru, todos são parte dele próprio. São apenas papéis que estão assumindo.

Primeiro, todos devem saber que nós todos somos parte de uma única Luz Divina, somos parte de única espécie humana.

Nós não suportamos ficarmos presos num papel determinado.

Cada papel é como um casaco, que nós temos que ficar trocando e temos que representar todos os papéis perfeitamente. Então, se alguém se aproxima de um professor, tem que chegar apenas como aluno.

Mas para um Guru, tanto faz se é rico ou pobre, burro ou inteligente. Todos são iguais.

Pergunta: Em Shiva Purana é dito que qualquer um que venere o Senhor Shiva é libertado de todos os pecados. Será que isso significa que a corrupção começa no topo?

Sri Sri Ravi Shankar: Não! Você sabe o que é corrupção? Corrupção é fazer aquilo que você não deseja que seja feito para si ou para seus amigos e parentes.

Você não pode fazer essa ligação entre o pooja [como oferenda ao Senhor Shiva] e corrupção.

O pooja é uma emoção que surge como plenitude.

Quando um hóspede vai à sua casa, você vai até a porta para recebe-lo. Se alguém muito querido está vindo para vê-lo, você não se apressa para a estação ou para o aeroporto para recebê-lo? Isso surge de um sentimento de compulsão? Você poderia dizer para chamar um táxi, mas em vez disso você pega seu carro e vai receber essa pessoa. Por que você faz isso? O que é esse sentimento? Ele não pode ser chamado de corrupção.

Então, pooja significa aquilo que surge da plenitude.

Muitas coisas estão escritas nos Puranas. Eu não sou um defensor de todos os Puranas. Muitos deles são só um meio de expressão. Na verdade, a palavra Purana significa uma nova maneira de expressão.

Purana em Hindi e Purana em Sânscrito têm significados totalmente opostos.

Em Hindi, Purana significa velho. E em Sânscrito, Purana significa muito novo ou moderno; significa uma maneira de expressão diferente. Não denomine isso como corrupção.

Deus não é tão estúpido ao ponto de esperar você quebrar um coco para dar-lhe uma benção!

Todos os poojas que você faz são para expressar sua plenitude, não para agradar a Deus.

Acho que este é um conceito muito errado no mundo. Achamos que fazemos as coisas para agradar a Deus; este é o entendimento errado.

As pessoas jejuam por muitos dias para que possam agradar a Deus. Você jejua para purificar o seu corpo; você não tem que jejuar para agradar a Deus. Este é um entendimento errado.

Pergunta: Gurudev, minha mente está atribulada com muitos pensamentos. Eu não sei o que fazer. Por favor, me sugira algo.

Sri Sri Ravi Shankar: Se a sua mente está cheia de pensamentos, deite no chão e fique rolando de um lado para o outro e você verá a circulação aumentando no seu corpo.

Quando a circulação melhora, aumenta o estado de mental de satisfação.

Esta é a razão de existir o shayana pradakshinam [uma forma de prece que é realizada rolando no chão].

Experimente e veja o quanto isto impacta em sua mente.

Antes isso era uma parte do curso. No Canadá tinha muita grama e as pessoas rolavam nela. Era bem seguro, sem pedras ao redor, só grama.

Quando você rola no chão, todos os medos e ansiedades vão embora.

Pergunta: Querido Gurudev, qual o segredo da vida? É realmente um jogo?

Sri Sri Ravi Shankar: Não tente ver muito significado em todas as pequenas coisas, senão você não vive a vida, mas simplesmente fica preso a conceitos e ideias.

Você deve apenas deixar ir e não ficar tentando encontrar a razão de tudo, porque sua compreensão é muito limitada.

Conforme nós crescemos, nosso modo de compreender as coisas muda, nossa mente muda, e nossa percepção muda.

Então, qualquer que seja o nível em que a sua percepção está agora, se você analisar muito, você vai ficar preso na sua percepção e vai crescer. Você vai ficar velho e continuará com os mesmo paradigmas.

Não analisar nada não é bom, mas analisar tudo também não é bom.

Este ano, mantenha sua meta espiritual

Guruji

Feliz Ugadi! Feliz ano novo!  Estamos entrando no 5.116o ano… São 19 bilhões, 729 milhões e 49.116 anos desde o começo do planeta Terra.  Um ciclo (de tempo) contém 60 anos.  Todo ano tem um nome.  Este ano o nome é Virodhi (que literalmente significa ‘opor-se’).  Há mais chance das pessoas brigarem nesta época. Antarmukhi, sadasukhi: quando a pessoa está centrada, tem felicidade sempre.

Este ano novo será bom.  Será sempre bom, com evolução para o devoto – qualquer que seja o tempo e as predições. É momento de evoluir para uma dimensão superior.

Seja o que for que aconteça, acontece para o bem. Cante Om Namah Shivay.  Meditação é importante. Mesmo que apenas 1% de vocês meditem, ajudará o 99% restantes da população. Este ano todos devem meditar e participar do satsang. O resto da população vai se beneficiar com a sua espiritualidade. Este ano, mantenha sua meta espiritual.  As metas materiais devem ficar de lado.

Medite, participe do satsang, leia páginas de conhecimento.  Fazendo isso, você ajudará os estão com dificuldades. As pessoas comem folhas de neem e doces  no Ugadi para se lembrarem que a vida é uma mistura dos dois – do amargo e do doce.

 

© Arte de Viver

Satsangs :: Mantras, Silêncio e Família

Guruji

Pergunta Os sábios dizem que apenas cantando o nome de Hari (Deus) pode nos trazer salvação. Então por que é necessário yoga e meditação?

Sri Sri Até para repetir um nome, você deve ter um certo estado de mente. Quando o corpo é forte e a mente focada, aí sim a repetição de um mantra dá o resultado requerido.

.  .  .

Pergunta Por que cantar o mantra shanty três vezes após a meditação? Ele tem diferentes significados cada vez?

Sri Sri Não, não. Significa ‘paz interna, paz no mundo, paz na alma.’

.  .  .

Pergunta Como pode alguém com vida familiar alcançar crescimento espiritual?

Sri Sri A vida familiar não é contrária às práticas espirituais. Se você for fundo nas práticas espirituais, então seu relacionamento com as pessoas, com suas crianças, se torna melhor.

.  .  .

Pergunta O que é silêncio? Como ele é celebrado?

Sri Sri (ele sorri para a platéia e não diz nada.  Depois de alguns segundos, a platéia aplaude).

.  .  .

Pergunta O Deus cristão é mais poderoso e cuidadoso do que o Deus hindu?

Sri Sri Deus é apenas um. Se a pessoa diz ‘Meu Deus é melhor que o seu Deus’, ela está errada. Apenas vire o rosto para outro lado.

.  .  .

Pergunta Para que serve nascer?  Todo mundo morre de qualquer forma.

Sri Sri Há muitas questões assim. Por que há dois olhos no mesmo lugar? Por que não um na frente e ouro atrás? Por que tudo tem uma tampa, menos os ouvidos? Nós poderíamos ver quem está ouvindo e quem não está, (risos). Quando perguntamos ‘por que’, isto está associado à angústia. Nós nunca perguntamos ‘por que’ quando nós estamos felizes. Entenda porque nós estamos perguntando tantos ‘por que’!

Admiração e questionamento – são opostos na natureza, e também no mesmo reino. Admiração é uma questão, mas não procurando por uma resposta, ou uma pergunta inquisitiva – quando você realmente quer saber.

Quando a questão se torna admiração – a vida fica ADMIRÁVEL.

.  .  .

Pergunta Quando uma mãe nega amor e diz para seu filho que ele não é desejado, o que deve a criança fazer?

Sri Sri Você deve saber que a mãe está dizendo isto por muito amor. Se a mãe diz ‘Cai fora!’ e você cair fora para sempre, ela ficará mais preocupada que você. Se uma mãe está dizendo isto – saiba que ela está muito estressada e precisa de cuidado e ajuda.

Leia mais: Cure-se da Depressão com MeditaçãoComo Ser Feliz

© Arte de Viver

Acordado, e ainda em completo repouso

Guruji

Nós levamos a vida através de três estados de consciência – despertos, sonhando e dormindo. No estado desperto de consciência, nós experimentamos o mundo através de cinco sentidos. Nós buscamos elevação e alegria vindas destes sentidos.

Por exemplo, nós só queremos olhar para aquilo que é fonte de alegria e não para algo que pode nos entristecer. Se um dos sentidos está faltando, a dimensão completa daquele sentido é perdida. Alguém que não pode ouvir está despossuído de todo âmbito do som. Igualmente, aquele que não pode ver está privado de todas as bonitas vistas e de todas as cores. Então, o sentido é mais importante e muito maior do que o objeto do sentido.

Contudo, cada sentido tem uma capacidade limitada de entreter. Afinal, o quanto pode uma pessoa ver, ouvir ou tocar? Embora uma visão seja bonita, não se pode ficar olhando continuamente para ela. Os sentidos ficam cansados depois de um período curto de tempo. Os olhos fecham e nós queremos voltar para dentro de nós mesmos porque toda experiência é um dispêndio de energia.

Mais elevada que o sentido está a mente. A mente é infinita; seus desejos são muitos. Mas a capacidade dos sentidos de usufruir é pequena. Este desequilíbrio no sistema permanecerá. Ganância é querer mais e mais objetos dos sentidos – mesmo que uma pessoa possa comer o bastante, ela quer todos os chocolates no mundo; embora a soma em dinheiro que possa ser gasta por alguém durante uma vida seja limitada, ela quer toda a riqueza do mundo.

Isto é ganância. Isto é o que prevalece no mundo atualmente.

Dar importância demasiada aos objetos dos sentidos leva à ganância, dar demasiada importância aos sentidos leva à luxúria e dar demasiada importância à mente e seus desejos leva à desilusão. Nós nos agarramos a conceitos da mente e queremos que as coisas aconteçam de uma determinada maneira. Desta forma, os conceitos na nossa mente nos impedem de perceber a consciência infinita que é parte de nós.

Não estou dizendo que os sentidos ou a mente são ruins. Mas precisamos aprender a discriminar entre coisas e estar atentos ao que está acontecendo em todos os momentos; é quando a claridade amanhece em nós.

Então, o quarto (ou o mais alto) estado de consciência está em algum lugar entre o estado desperto, o sono e o sonho; no qual nós sabemos que somos mas não sabemos onde estamos. Este conhecimento segundo o qual eu sou mas eu não sei onde estou ou o que eu sou é chamado Shiva. Este estado propicia o mais profundo descanso que alguém pode experimentar. A mente ganha frescor, se torna delicada e bela.

No estado desperto, se está constantemente comprometido em olhar, cheirar, comer etc. O outro extremo é durante o sono, onde se está completamente limitado e obscurecido. O  obscurecimento e a lentidão persistem mesmo depois de acordados. Quanto mais alguém dorme, mais desanimado se sente uma vez que muita quantidade de energia é empregada quando se dorme. Portanto, o quarto estado, quando estamos acordados e ainda em completo repouso, vale a pena conhecê-lo. E nós entramos neste estado apenas durante a meditação.

.

Leia mais: Cure-se da Depressão com Meditação
© Arte de Viver

Entrevista para TV

Sri Sri Ravi Shankar

Trechos da entrevista para o ‘Seismograph’, um show de horário nobre com Svetla Petrova, uma importante jornalista búlgara no canal de televisão BTV, da Bulgária.

Pergunta Você disse numa entrevista que você vê o mundo como uma única família?

Sri Sri O mundo é uma única família – linguagem não é barreira, religião não é barreira, cultura não é barreira. É o amor nos nossos corações que nos conecta uns aos outros.

.  .  .

Pergunta Então porque a religião é a razão para tantos conflitos importantes?

Sri Sri Eu diria que as diferenças devem ser celebradas. Culturas múltiplas podem trazer mais tolerância, mais aprendizado e você tem que se aliviar do estresse. Nós todos precisamos criar uma sociedade sem estresse e sem violência. Na verdade, a violência é um produto do estresse. Se alguém não dorme bem ou está estressado , fica agressivo. Com a respiração, você pode se acalmar. Quando a mente está calma e a pessoa feliz, é impossível ela cometer um crime. Está tudo na mente. Nós não aprendemos nada sobre a mente em casa ou na escola. Nós dizemos para as pessoas não terem raiva, não ficarem aborrecidas, mas nós os ensinamos como fazê-lo. Esta é a forma como os ensinamentos antigos da Índia ajudou as pessoas e deve ser acessível para todos. É tão útil! Uma sociedade sem violência. Um corpo sem doenças. Uma mente sem confusão. Uma memória sem drama e um alma sem tristeza. Este é um direito de nascença de todos.
Há muita violência na mídia e nos vídeo games. Toda emoção é conectada com a respiração. Se você muda a respiração, muda o ritmo, você pode mudar a emoção.

.  .  .

Pergunta É possível respirar de um jeito diferente sem pensar sobre isto?

Sri Sri Nós todos temos talentos. Nós todos temos dez dedos mas alguns de nós pega um violão e produz música, outros não. Mas todos têm habilidades. Se nós aprendemos sobre os diferentes ritmos da nossa respiração, nós seremos capazes de ter controle das nossas vidas. Inspire profunda e longamente e expire o mais devagar possível. Inalação profunda e exalação lenta acalmam a mente. Quando alguém trabalha com um computador os olhos se cansam e é bom fazer alguns exercícios para os olhos. Isto irá melhorar a circulação. Eu acabo de aterrissar da Índia, depois de um vôo de 8 horas.  Eu pareço cansado?

.  .  .

Pergunta O que o fez dedicar sua vida a construir um mundo sem violência?

Sri Sri Eu faço isto por causa do meu amor pela humanidade. Quando você tem algo precioso, é natural compartilhar com todos. Compartilhar é um instinto natural.

.  .  .

Pergunta O que você teve que sacrificar?

Sri Sri O que eu tive que sacrificar para fazer isso? No início havia muito preconceito, preconceito leste-oeste e preconceito norte-sul. As pessoas de fora da Índia criticavam, mas eu disse: “Não, isto é muito bom e todos precisam.” Eu não me importava com o que as pessoas pensavam.

.  .  .

Pergunta Você pode nos falar sobre o processo de descoberta das técnicas que você ensina?

Sri Sri Para mim, pessoalmente, foi com comida limitada e dez dias de silêncio, tomando suco de frutas e purificando o corpo; mas isto não é para todos. Deve-se ouvir o próprio corpo. O que se sente ser bom para si mesmo. Você não precisa fazer tudo isto; você só precisa aprender um pouco sobre sua respiração. E isto é para todos.

.

© Arte de Viver

Meditação Traz de Volta o Sorriso

Sri Sri Ravi Shankar

O jeito de expandir da consciência individual para a universal é compartilhar a tristeza e alegria dos outros. Enquanto você cresce, sua consciência também deve crescer. Quando você amplia seu conhecimento ao longo do tempo, a depressão não é possível. Sua essência mais profunda é alegria. O jeito de superar infelicidade pessoal é compartilhar infelicidade universal. O jeito de expandir alegria individual é compartilhar alegria universal. Ao invés de pensar “e eu? o que eu posso conseguir do mundo?” pense “o que eu posso fazer pelo mundo?” Quando todos considerarem apenas o que eles podem contribuir para a sociedade, você terá uma sociedade divina. Nós temos que educar e dar cultura à nossa consciência individual para que ela expanda através do tempo com conhecimento para trazer a mudança do “e eu?” para o “como eu posso contribuir?”

Se você não está tendo uma boa experiência com meditação, então faça mais seva – você ganhará mérito e sua meditação será mais profunda. Quando você traz algum alívio ou liberdade para alguém através do seva, boas vibrações e bênçãos vem para você.

Seva traz mérito, mérito permite que você vá mais fundo na meditação e meditação traz de volta o sorriso.

Leia Mais: EspiritualidadeComo Ser Feliz

© Arte de Viver

Janelas

Sri Sri Ravi Shankar
Consciência depende da sua habilidade de abrir e fechar suas janelas. Quando há uma tempestade, você precisa fechar as janelas – senão você vai se molhar. Quando está quente e sufocante dentro, você precisa abrir as janelas.

Seus sentidos são como as janelas. Quando você está desperto, você tem habilidade de abrir e fechar as janelas de acordo com sua vontade; você é livre.

Se suas janelas não podem ser fechadas ou abertas de acordo com sua vontade, você está limitado. Preocupar-se com isso é sadhana ou prática espiritual.

Se você está acordado, tudo à sua volta traz conhecimento. Se você não esta acordado, nem o conhecimento mais precioso faz sentido.

Leia mais: Espiritualidade, MeditaçãoComo Ser Feliz

© Arte de Viver