Satsangs :: Padrões, Dinheiro e Imaginação

Sri Sri Ravi Shankar

Pergunta Eu fico repetidamente preso aos mesmos padrões comportamentais. Como posso livrar-me de meu comportamento?

Sri Sri Por que você comete os mesmos erros repetidas vezes? Pensamos que isto nos traz alguma alegria, algum prazer. Não devemos eternizar nem generalizar problemas. Algumas pessoas vivem dizendo: “Estou sempre com problemas.” Se você tem sempre algum problema, então como vai saber quando tem um? O conhecimento sempre vem quando experimentamos um contraste. As pessoas dizem: ‘Todos estão doentes na cidade’. Talvez possa ser apenas 40-50 por cento da população e não toda ela.
Generalizar e eternizar problemas como ‘todos são maus’ não permitirá que você supere desafios. Isto derrubará você. Apenas ficando ciente do problema fará que ele suma. Se alguém vive dizendo: ‘Tenho que fazer isto, tenho que fazer aquilo,’ então você fica cansado só de pensar sobre isto. Apenas relaxe. O silêncio é a mãe de todas virtudes. Deixe ir. O silêncio é a mãe de todas qualidades, todas as capacidades.

.  .  .

Pergunta Os pensamentos que estão na mente foram criados dentro dela ou vêm de fora?

Sri Sri Você tem mais pensamentos do que eu. Então você é perito em gerar pensamentos. Você deve saber. Sente-se e descubra.

.  .  .

Pergunta Dizem que Deus é onipresente e que eles têm vahanas (veículos). Como Nandi (a vaca sagrada) para Shiva, e o camundongo para Ganesha. Qual é a importância disto?

Sri Sri A energia Divina é passada através de símbolos diferentes. O Parmatma é Um. Mas aspectos diferentes da Divindade são passados através de símbolos diferentes. Isso é muito interessante. Nossos antepassados tinham o conceito dos opostos. O camundongo é muito pequeno e o elefante é muito grande. Ainda, o conhecimento de um elefante (Ganesha) está montado num camundongo pequeno (seu vahana). Kabir (santo indiano famoso) não estudou numa universidade. Ele tinha seu mantra de Guru. Com um mantra pequeno, ele entrou em Samadhi (estado meditativo mais profundo) e sua consciência floresceu. A Mãe Divina vem num tigre. A Mãe Divina é a forma feminina mais delicada da Divindade e Ela vem num dos animais mais ferozes. O comandante-chefe dos exércitos dos Deuses, Karthikeyan, vem num pavão. O pavão é associado com arte e música. Há uma importância mais profunda nestes símbolos. Deusa Saraswati (Deusa do Conhecimento) está sentada numa pedra. A pedra não se move para lugar nenhum. A deusa da Riqueza (Deusa Lakshmi) está sentada numa flor de lótus na água. A riqueza é instável. Você não sabe quando o mercado de ações ficará instável – como o dinheiro pode ir e vir.
O próprio fato de que a maioria dos Deuses e Deusas estão sentados numa flor de lótus retrata uma consciência plenamente florescida. Só quando a consciência floresce plenamente é que a Divindade viaja com ela. Como a flor de lótus, cujas pétalas transformam-se de côncavas a convexas. Talvez naqueles tempos não existissem  crisântemos. Caso contrário, teriam colocado alguns Deuses e Deusas em crisântemos. Sua riqueza real é sua força interior, seu sentido interior de plenitude. Seu saldo bancário não é sua riqueza real.
Você pode ter muito dinheiro no banco, mas se sua mente é temerosa e pequena, então qual é a vantagem? Hoje um senhor veio de Mandya (pequena cidade em Karnataka) para encontrar-me. Ele tem duas casas e não tem trabalho. Ele quer vender uma casa e usar o dinheiro para começar um negócio. Ele quer doar a outra parte para um centro de meditação. Ele insistiu para que eu fique com a terra. A terra custa vários milhões de dólares. Ele veio até mesmo com os papéis de propriedade. Eu peguei os papéis e disse a ele: ‘Isto é meu, mas ficará com você. Cuide disto. Mantenha-o. Comece seu negócio, estabilize sua vida, melhore suas finanças. Eu não vou aceitar’. O que eu digo é que aqueles que têm muito pouco têm grandes corações para dar. Eu valorizo isto, que é a oferta mais preciosa. Esse homem veio com sua esposa e mãe. Eles ficaram dizendo: ‘Guruji, por favor, faça um Templo de Conhecimento aqui. Nós nos beneficiamos tanto com os cursos, e queremos que outros aproveitem’.
Apenas o gesto é suficiente. O coração que quer fazer, recebe benções. Isto não é muito interessante? Valores de humanidade e generosidade ainda estão vivos neste planeta. As pessoas com grandes corações ainda estão vivas.
Lembro-me do último dia do Jubileu de Prata (A Arte de Viver celebrou 25 anos de serviço em 2006); encontrei todos os voluntários. Quanto eu partia, um rapaz de 25 anos de idade veio a mim, me deu um envelope e começou a chorar. Ele agarrou meus pés e mãos e disse soluçando: ‘Obrigado, por favor aceite isto’. Eu peguei o envelope e perguntei o que ele fazia. Ele era um trabalhador de Kerala (estado indiano) e tinha vindo fazer seva por 15 dias. ‘Guruji, eu não sei como expressar minha gratidão. Minha vida mudou. Por favor aceite isto’. (Apontando para o envelope). Eu abri o envelope e vi que tinha Rs 5.000. Deve ter sido seu salário de dois meses.
Eu perguntei a ele sobre suas responsabilidades familiares. Ele tem mãe, irmã e é o mais velho de dois filhos. Eu peguei Rs 100 da quantia e disse a ele: ‘Este dinheiro vale milhões para mim. Leve o resto da quantia para casa’. Tudo que precisamos é ter um coração para fazer algo. A natureza o ajudará. Deus o ajudará.

.  .  .

Pergunta Quão importante é o dinheiro para alcançar metas, carreira e realizações? Se não temos o bastante, alcançaremos nossas metas?

Sri Sri Se você tiver uma ‘consciência de falta’, então nenhuma quantia de dinheiro será suficiente para você. Você terá pensamentos como: ‘O que acontecerá em minha velhice? O que vai acontecer?’ Um dia, não importa o quanto você alimente o seu corpo, ele vai partir.
O dinheiro é um meio. Ganhe dinheiro, não gaste tolamente. As pessoas estão prontas para gastar dinheiro com festas, casamentos, roupas…mas quando se trata de doar para uma boa causa, eu não sei de onde vem tanta miséria. Você deve ter esse sankalpa: ‘Terei o que eu preciso. Nunca sofrerei uma falta’.

.  .  .

Perguntas Quanto poder há na imaginação?

Sri Sri Bem, há uma história.

Certa vez, Mulla Nasruddin imaginou que morreu. Ele estava tão convencido de que estava morto, que se alguém pedisse para ele assinar um papel, ele dizia:
– Como um homem morto pode assinar um papel?
Se alguém lhe fizesse uma pergunta, Mulla dizia:
– Como você pode perguntar a uma pessoa morta?
Se alguém o telefonasse, ele dizia:
– Oi, quem é? Mulla Nasruddin morreu!
Isto durou meses e anos. Sua esposa estava esgotada. Ela não aguentava mais viver com ele. Conforme alguém sugeriu, ela levou-o a um psiquiatra. Mulla Nasruddin contou ao médico:
– Nenhuma destas pessoas acredita que isto (apontando para si) é um corpo morto.
O médico perguntou a Mulla Nasruddin:
– Quais são os sinais de um corpo morto? Não existe sangue, o coração não bate… ?
Mulla Nasruddin:
– Sim, você está certo!
O médico pensou consigo mesmo:
– Achei uma maneira de curá-lo.
Ele pegou um alfinete e picou Mulla Nasruddin.
– Olhe, o sangue está aqui!, disse o médico a seu paciente.
Mulla Nasruddin então disse:
– Ha, ha, doutor. Hoje descobri que até um cadáver sangra! Agora você tem uma prova em mim. Re-escreva seus livros médicos!

Isto podia ser o poder da imaginação!

.  .  .

Perguntas O que é respeito próprio? Como ele se diferencia de ego?

Sri Sri Respeito próprio é respeitar-se independentemente do que os outros falam de você. Há mil anos atrás, quando a Índia foi atacada no Nordeste, um santo foi capturado. Os raptores tentaram humilhar o santo, acorrentaram suas pernas e quiseram vendê-lo como um escravo. O santo continuou sorrindo e dizia: ‘Vende-se um escravo. Quem quer comprá-lo’? Há muitos exemplos de pessoas que foram humilhadas no mundo. Mesmo assim elas continuam a andar com suas cabeças erguidas.
Com respeito próprio, você mantém sua serenidade. O ego necessita da presença de outra pessoa. Quando você está completamente só, não há ego. Quando alguém entra, então o ego surge. Sua linguagem de corpo muda. Se alguém o cutuca, então seu ego fica magoado. Ninguém pode tirar seu respeito próprio. Apenas siga sorrindo e feliz, encare os altos e baixos da vida e continue andando, faça o que você puder fazer pelos outros.

Anúncios

O Que o Dinheiro Não Compra

Sri Sri Ravi Shankar
Dinheiro dá à pessoa sensação de liberdade e de propriedade. Nós pensamos que podemos possuir tudo ou o serviço de qualquer pessoa com dinheiro. A propriedade de alguma coisa significa o controle total de sua existência. Quando nós pagamos por um terreno, pensamos que possuímos o terreno, mesmo que o terreno continue a existir depois que o dono morre. Como se pode possuir o que vive mais que você? Dinheiro dá a ideia que você é poderoso e independente, cegando você para o fato que nós vivemos num mundo de interdependência. Nós dependemos dos serviços de muita gente. Pagando algumas notas de dinheiro, nós abdicamos o fato que nós dependemos deles.  Ao invés de nos sentirmos agradecidos, nós achamos que temos direito.

Dependência faz a pessoa ser humilde. A maioria das pessoas com dinheiro é arrogante por causa da independência que o dinheiro traz para elas. A humildade é substituída por esse falso sentimento de independência. Os valores humanos se erodiram tanto que medimos as pessoas pelo que elas têm!  O dinheiro pode refletir o quanto vale uma pessoa? Chamar alguém de milionário não é um elogio; é uma desgraça à dignidade humana. Não se pode colocar valor na vida humana.

Quando as pessoas não tem fé na divindade, nas suas habilidades e na bondade das pessoas, eles sofrem de insegurança. Dinheiro pode dar um ilusório senso de segurança temporário. Gente rica sofre de insegurança porque eles não sabem se os seus amigos são sinceros. Riqueza é obtida através da competência da pessoa, da herança ou por meios corruptos. Cada meio traz suas consequências. A razão para a corrupção é obter paz e felicidade, o que continuará ilusório se os meios forem corruptos.

Mas renunciar ao dinheiro não é bom. Há pessoas que culpam o dinheiro pelos males sociais e o considera diabólico. Rejeitar o dinheiro traz arrogância. Algumas pessoas rejeitam o dinheiro e são orgulhosos de sua pobreza para ganharem simpatia. Os velhos sábios nunca denegriram o dinheiro. Eles o honravam como parte do Divino e transcenderam o apego à sua ilusão. Eles sabiam o segredo que quando você rejeita algo, você nunca o transcendeu. Eles honram a riqueza como a Deusa Lakshmi. Ela  nasceu a partir da Yoga que transforma o karma ruim e traz nossas habilidades latentes. Também ressalta ashta siddhis – as oito perfeições,  e nava nidhis – os nove tipos de riqueza.

É a sabedoria da Yoga que transforma a pessoa de arrogância para auto-confiança, de submissão para humildade, de dependência para interdependência, de uma propriedade limitada para a unificação com o todo.

© Arte de Viver

Dinheiro e riqueza

Sri-Sri-Ravi-Shankar-en-Vzla-2a

P. Querido Guruji, esta pergunta pode parecer boba, mas eu não entendo o dinheiro. Você pode me explicar? Quão importante ele é? Obrigada por me ter aqui.

Sri Sri Ravi Shankar: Na literatura védica, diz-se que Dharma é integridade. Então vem artha, que significa os meios, dinheiro. E então kama, desejo. E depois liberação, moksha. Então Dharmasya moolam artha. Isto é, a integridade é baseada na prosperidade. Se todos foram prósperos, ninguém roubará nada. O raiz de dharma ou integridade é prosperidade, é dinheiro. Então, tudo é ligado. Dinheiro é importante, mas dinheiro é apenas o meio. Não é tudo.

Nunca associe dinheiro com felicidade.  Mesmo a pessoa mais pobre é feliz, se você reparar. Na verdade, eles são mais felizes. Mas dinheiro pode dar uma falsa sensação de segurança: você pensa que se tiver dinheiro, você terá tudo. E ideia de dinheiro é para conforto. Não é? Porque você quer dinheiro? Para conforto. Mas dinheiro pode lhe dar apenas um tipo de conforto.

Há três tipos de conforto: conforto físico, conforto emocional e mental e conforto espiritual – o conforto mais profundo. Mesmo que o dinheiro dê um tipo de conforto, ele não dá conforto emocional e espiritual. Da mesma forma que nós todos precisamos comer para viver. Mas se nós vivermos só para comer (risos), então há algo de muito errado conosco. Basicamente errado.

As  escrituras e os antigos descreveram maravilhosamente como se deve fazer o melhor uso do dinheiro. Você separa cinco partes iguais do dinheiro. Uma parte usa para si mesmo, uma parte economiza,  outra parte para sua família e necessidades imediatas, e o resto para a sociedade. Um é chamado Aapad dhan. É para emergência, para a necessidade do futuro. E há outra escola de pensamento que diz que deve-se gastar dez por cento com caridade, economizar trinta por cento e usar sessenta por cento, do jeito que quiser.

Eu diria que você não precisa gastar nem dez por cento em caridade. Separe ao menos dois ou três por cento da sua renda. Se você não fizer nenhuma caridade, seu dinheiro será gasto com despesas judiciais e hospitais. Separe dois a dez por cento para o mundo. Assim, a ambição não vai surgir na sua mente. Ambição mata a pessoa e mata seu negócio também.

Mas ambição é ok. Você deve ter ambição. Você deve desejar criar mais riqueza. Criar mais riqueza não é uma coisa ruim, de jeito nenhum. Mas a atitude equilibrada ante o dinheiro deve existir. O dinheiro não deve ser tudo na vida. Deve ser para sustentar e nos dar conforto físico. Mas apenas a espiritualidade dá conforto absoluto. Quando você se conecta com a divindade e sente conforto mental e espiritual, você nem pensa em dinheiro. As coisas vem automaticamente. No próximo ano este ashram completará vinte anos. Antes de termos este ashram na América do Norte, nós tínhamos que alugar espaços.

Muitas pessoas vinham e nós precisávamos ter um cozinha para comida vegetariana. Era difícil fazer cursos avançados em hotéis. Eu disse que na próxima vez que viéssemos, deveríamos ter um lugar onde nós pudéssemos ter a atmosfera pura, onde apenas meditação aconteça e as vibrações do local se tornem mais saatvik, mas conveniente e mais harmônica com a natureza.

Então, alguns devotos procuraram por lugares mas não havia muito dinheiro.

Primeiro colocamos algumas tendas e as tendas voaram. Choveu. Eles tinham uma cozinha com coisas de madeira. Todos começaram a trazer um pouco daqui e dali e o lugar ficou lindo. Então o lugar foi construído. Isto é o que se chama siddhi. Siddhi significa que você tem o que você precisa. Na Índia, há um provérbio que diz que você deseja nozes, mas que só as recebe depois que perdeu os dentes (risos). Você pediu pelas nozes: “Oh, eu preciso de nozes, eu preciso de nozes, eu preciso de nozes.” E quando você recebe as nozes, seus dentes se foram. Você deseja um marido ou esposa e quando eles aparecem, você tem setenta e cinco! Não faz sentido!

Nós nem nos preocupamos em como as coisas serão feitas! Isto é o que é siddhi. Quando o poder espiritual existe, a energia espiritual existe, tudo acontece sem esforço. Siga com fé a confiança. Ao mesmo tempo, não viva muito no ar. Seja também prático. Até que você consiga o nível de dependência espiritual interno, você precisa ter discernimento. Discernimento que você deve ficar consciente em como administrar seu dinheiro. Então, é como uma dança. Como uma dança acontece? Quando um pé está no chão e o outro está levantado. Se ambas as pernas estiverem enterradas na lama, você pode dançar?

E se os dois pés estiverem no ar, você também não poderá dançar. Você cairá. Então, dance apenas quando um pé estiver no chão e o outro no ar. Isto é o que é todo o conhecimento – prático mas etéreo e com abordagem espiritual. Mas eu tenho visto algumas pessoas que são muito etéreas. Elas não fazem nenhum trabalho, mas apenas se sentam e dizem: ‘eu quero vinte milhões de dólares, eu quero cem milhões de dólares.’ Eles nem sequer pensam em números pequenos. (risos) Eles rezam por isto todos os dias. Nada vai acontecer. Saiba o equilíbrio.

P. Qual o lugar para o dinheiro na busca para uma vida espiritual?

Sri Sri Ravi Shankar: O problema surge quando você não carrega o dinheiro somente no seu bolso, mas também na sua cabeça! Qual é a vantagem de pensar em dinheiro o tempo todo se seus bolsos estão vazios? Dinheiro é o meio e não o fim. Tenha fé que você terá todo o dinheiro que você precisa. Lute e siga em frente com esta convicção. Além disso desembolse dois a três por cento do seu dinheiro com os outros. Nós chamamos isto de dhanashuddhi (purificação da riqueza).

Em sânscrito há a palavra annashuddhi (purificação de grãos). Ele prescreve adicionar ghee (manteiga clarificada) ao arroz. Se você come o arroz puro, não é tão bom para o seu corpo, uma vez que o nível de açúcar no sangue sobe repentinamente. Adicionando um pouquinho de manteiga clara ou ghee, o processo de converter amido em açúcar diminui de velocidade. Logo seu processo digestivo desacelera e você fica menos suscetível à diabetes. Assim, nós dizemos que o arroz se purifica quando adicionamos ghee. Semelhantemente o dinheiro se purifica quando você contribui com aqueles que precisam.

A Arte de Viver faz serviço voluntário em escolas nos vilarejos. Nós temos o programa  “um dólar por dia”, no qual nós alimentamos, fornecemos roupa e educamos uma criança. Nós temos cem destas escolas gratuitas para pessoas com necessidades. Isto ajuda a tirar crianças do trabalho infantil forçado. O peso é tirado deles. Estas crianças são a primeira geração de aprendizes e a mudança é muito poderosa. É como ensinar alguém a pescar, ao invés de dar-lhe um peixe. Também, se as mulheres se envolvem em programas de maior autonomia, há experiências maravilhosas. Isto é o que é necessário – educação que é técnica, cientifica e espiritual ao mesmo tempo.

P. Querido Guruji, o que é ambição e o que é cobiça? Qual é a linha que diferencia ambos? Obrigado

Sri Sri Ravi Shankar: Cobiça é quando nada mais lhe importa – nem as pessoas importam para você. Apenas dinheiro importa, apenas você é importante, isto é cobiça. Cobiça é além da sua capacidade, é mais do que você merece. Mesmo ao custo de sofrimento dos outros ou seu próprio, você quer possuir. Você deseja e você quer custe o que custar, isto é cobiça. Ambição é quando você tem um objetivo e você quer alcançá-lo.  O que é ok.

Q: Dinheiro, mente ou meditação – Todos os três não estão no meu controle? O dinheiro não vem, a mente não para e não consigo meditar. O que irá acontecer comigo Guruji?

Sri Sri Ravi Shankar: Você não pode meditar?

ok, então primeiro veja por que você não consegue meditar. A sua parte que está emaranhada no dinheiro e mente, tire-a da lá, emaranhe-a em mim! Então a meditação irá acontecer, a mente também  ficará feliz e o dinheiro também virá por sua conta própria.

P: Caro Guruji, você fala sobre o desapego. E sobre a paixão? Acho que as pessoas seguem uma carreira, um negócio ou uma profissão por causa do dinheiro, daí o dinheiro se torna a sua paixão. Você não acha que a juventude deve seguir seus corações, paixões e sonhos?

Sri Sri Ravi Shankar: Vocês devem ter um sonho e uma paixão. Devem seguir isso, mas não febrilmente. Se você quer ir para as Cataratas do Niágara, vá. Quem disse para não ir? Você providencia o que é necessário e visita o lugar. Mas se isso ocupar um lugar muito grande em sua cabeça, e você pensar nisso o tempo todo, então você acabará pousando em outro lugar. Com esta exaltação, sua mente perde a clareza e você não processará corretamente as ideias e pensamentos. A paixão e o desapego são complementares. O desapego traz o foco a você, desacelera você e te torna calmo. Quando você tem paixão e age por conta dela, você adquire as coisas que quer ter. O descanso profundo e a atividade dinâmica são complementares. Como você quer ser dinamicamente ativo se não deu descanso profundo para sua mente e corpo? Alguém que nunca dormiu, não poderá de modo algum sentir-se enérgico. Você só estará febril de desejos e anseios em sua mente, sem capacidade de agir.

P: Fale por favor sobre a riqueza.

Sri Sri Ravi Shankar: De acordo com as escrituras antigas, há oito tipos de riqueza. A riqueza  não  é somente dinheiro. Naturalmente, o saldo bancário é riqueza, progênie é igualmente um tipo de riqueza,  assim também é a saúde. Se você tem a confiança que você pode criar  riqueza em qualquer situação, mesmo quando a economia não está indo bem, você terá coragem. Essa coragem e confiança são uma riqueza. A habilidade de fazer amigos é uma riqueza. O conhecimento é igualmente uma riqueza.

A deusa da riqueza, Laxmi, está flutuando no lótus. Move-se com o vento. A deusa do conhecimento, Saraswati, está em uma rocha. Uma rocha é estável. Uma vez que você aprendeu o conhecimento, você aprendeu para sempre. A riqueza não é o objetivo final. É um meio para se chegar lá. A riqueza, a felicidade e a vida devem ser compartilhada com o todos  aqueles ao nosso redor.

Hoje, muitas pessoas perderam a fé. Quando você perde a fé, isso te força a se fechar. Cada crise é uma oportunidade. Quando todas as portas são fechadas e você não tem mais para onde ir,  é quando você se fecha.

Muitos obstáculos e crises vêm, mas você deve manter sua intenção forte. Você tem que ter  visão. Quando você olha ao redor, as pessoas que traem sua confiança serão poucos. Aqueles cujos os valores  ainda hesitam, serão poucos. Embora às vezes você possa cambalear, agarre-se a sua visão e missão.

Se você não quer que o outro te engane, por que deveria você enganar o outro? O dinheiro é essencial, contudo você não pode dormir bem tendo somente  dinheiro. A metade da nossa saúde é gasta para obter a riqueza e então nós gastamos a metade da nossa riqueza para ter de volta a saúde.

P. O homem cria riqueza e segurança ou insegurança?

Sri Sri Ravi Shankar: Riqueza é o meio, mas se se transformar no objetivo, leva à insegurança.

P. O homem precisa de dinheiro ou de Deus?

Sri Sri Ravi Shankar: Alguns pensam que Deus é dinheiro,e muitos pensam que dinheiro é Deus. Deus é amor e quando você tem riqueza de amor dentro de você, você verá como a abundância flui na sua vida. Há um ditado em sânscrito: ‘Udyoginam purush sindh mupayi tilaxmi’ – Deus vem até você como dinheiro, riqueza é a consorte de Deus. Consorte de Deus, espírito de Deus vem até você em abundância, quando você faz força; para aquele que trabalha e não para aquele que é preguiçoso. E aquele que tem confiança e coragem. Então, para aquele que tem coragem e confiança, aquele que faz força, ganhará dinheiro. Não fique comprando bilhetes de loteria e ficando em casa descansando. Este é o maior problema – você quer dinheiro mas não quer fazer nada. Nós temos que fazer esforço. Dinheiro é um meio e não um fim. Você precisará dele, mas ele é tudo? Não. Você pode ter muito dinheiro mas se você não pode comer, não pode dormir bem durante a noite, o dinheiro não serve para nada. Muitas pessoas vêm aqui tendo muita riqueza e são deprimidos. Eles querem abandonar tudo, trabalho, tudo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que nos próximos vinte anos, quarenta a quarenta e cinco por cento da população será deprimida. Para que ter tanto dinheiro e prosperidade no mundo quando tantas pessoas ficam deprimidas? Por isso você precisa ter equilíbrio na vida, equilíbrio material e espiritual na vida. Não é? Normalmente as pessoas pensam que espiritualidade é não fazer nada e se sentar quieto. Não, não é assim. Você precisa trabalhar. Mesmo no ashram, onde seiscentas pessoas trabalham dia e noite. Não há domingo nem segunda-feira para eles e eles trabalham o dia todo.  As pessoas vêm aqui o tempo todo e elas trabalham. A equipe da cozinha nunca descansa. Vocês têm idéia de quanta comida eles cozinham por dia, quando não há nenhum grande programa? seiscentos a setecentos kilos de arroz é cozido diariamente, setenta kilos de sal é colocado e cem kilos  de vegetais é cortado todos os dias. Tanto trabalho eles tem que fazer. O departamento de hospedagem trabalha incansavelmente. E eles o fazem sorrindo. E há aqueles que fazem trabalho de campo. Eles trabalham nas favelas. Há os professores que trabalham no mundo todo. Eles trabalham dia e noite. Em Kanataka nós temos 78 favelas e há várias classes diferentes: classes educacionais, classes de computação. Seva é parte da espiritualidade e definitivamente você não pode fazer caridade com prato vazio. Você precisa de dinheiro para trabalhar. Mas aqui ninguém se preocupa com dinheiro e a caridade acontece, tudo acontece espontaneamente. Então, estas são algumas coisas que precisamos ter em mente. Você tem dinheiro, você ganha dinheiro e isto é bom, mas você deve separar um pouco para caridade, seja qual for sua capacidade, três ou dez por cento. Separe-o. Além disto, faça suas práticas espirituais. Uma vez por ano, guarde sete dias completamente para espiritualidade e então você não se sentará e contará dinheiro. Você vem até aqui e fica cem por cento cuidando da sua saúde; faz yoga, pranayama, meditação e aprendizagem. É uma experiência comum quando um empresário vem aqui deixando seus trabalhos por algum tempo e faz seva, meditação e  curso avançado e eles conseguem contratos melhores. A riqueza deles do outro lado começam a melhorar. O que eles costumavam ganhar fazendo grande esforço, começa a acontecer com menos esforço. É quando o sattva cresce. Sattva é a harmonia positiva dentro de você e quando ela cresce, seu trabalho fora fica mais leve e melhor.

 

Leia também: Espiritualidade, Dores no pescoço

Uma vez que você seguir este caminho, saiba que apenas coisas boas vão acontecer com você a cada passo

França, Val de Consolação
28 de julho de 2010

Em primeiro lugar, tenha confiança em si mesmo que apenas coisas boas acontecerão com você.  Uma vez que você seguir este caminho, saiba que apenas coisas boas vão acontecer com você a cada passo.  Assim, tenha essa confiança de que “só o bem pode acontecer comigo”.  Então, os valores opostos são pequenos!  Se parece que você tem uma perda agora, isto é só para ganhar algo maior, algo bom vai acontecer.  Então, primeiro tenha essa intenção definitiva, uma confirmação definitiva.

Em segundo lugar, saiba que existem pessoas boas no planeta – pessoas muito gentis e generosas, e as pessoas vão nos ajudar sempre que precisarmos.  O mundo vai nos ajudar quando precisarmos.  Há muito poucas pessoas más. Mesmo as pessoas más, elas são más apenas do lado de fora.  Do lado de dentro, elas também têm alguma coisa boa. Não existe no planeta alguém que seja 100 por cento ruim  Então, todo mundo tem alguma coisa boa e nosso trabalho é enfatizar essa bondade. Nascemos para trabalhar isso.

“As pessoas são boas!  O mundo é bom!  Pessoas boas estão aqui!  E quando eu precisar, elas vão me ajudar.”  Não existe insegurança na vida com essa convicção. Em terceiro lugar, há uma energia universal que está dentro de mim, fora de mim e em todo o universo.  Esse poder é responsável por tudo no universo. Toda criação diversa existe por causa deste poder e este poder se preocupa comigo.  Algumas pessoas chamam este poder de Deus, outras chamam de outro nome.  Mas não importa o nome que damos a ele.  Há um poder, há um espírito.  Ele é muito generoso, está com você e vai ajudá-lo.  Ele também está lhe ajudando agora.  Veja, quando você era criança, quando você não podia nem limpar seu nariz, quando você não podia sequer ficar de pé, a natureza não cuidou de você?  (A audiência concorda: ‘Sim’) E quando você envelhecer, você vai precisar de alguém para ajudá-lo,  certo?  Alguém vai cuidar de suas necessidades.  Então, alguém cuidou de você quando você era muito novo e alguém vai certamente tomar conta de você quando você for muito velho.  Então, quem está colocando o pensamento de cuidar de você na mente de alguém?  É o poder.  Assim, você sempre recebeu cuidados.

Mesmo sendo capaz e forte, você deve saber que há um poder que toma conta de você.  Então, se nós apenas compreendermos isso, um grande relaxamento acontecerá e a insegurança vai embora da mente, todo o medo vai embora.  Grande relaxamento, certeza, confiança e tudo vem.  Tudo que é necessário na vida acontece.  Então, fomos atendidos quando éramos incapazes e se nos tornarmos incapazes, vamos receber cuidados.  Agora mesmo estamos sendo cuidados e devemos fazer a mesma coisa também.  Também devemos cuidar de toda maneira possível, sempre que for necessário.  Esta é a vida humana.

A vida humana tem dois propósitos.  Um deles é o quanto você recebe e o segundo é o quanto você dá.  Então, o que é que você pode receber do mundo?  Você não pode tomar todo o dinheiro deste mundo.  Você pode ganhar milhões de dólares mas terá que deixá-los aqui.  Eles não podem ir com você.  Os milhões de dólares ou euros que você ganhar são para ajudar na sua alimentação, vestuário, pequena cama confortável e espaço para dormir, viajar um pouco para aqui e ali.  Isso é tudo.  Não pode trazer felicidade.

Não devemos esperar que o dinheiro nos traga felicidade.  Se fizermos isso, não seremos inteligentes.  Achar que o dinheiro vai trazer felicidade é como dizer: “Posso comer moedas e acabar com minha fome”.  Você precisa de comida para sacear sua fome e não de euros ou moedas.  Isso é tudo.  Não pode trazer felicidade.  Você não deve esperar que o dinheiro lhe traga felicidade.  Você pode comprar comida com euro – isto é uma coisa diferente.

No final, a felicidade não pode ser comprada com dinheiro.  Temos que saber disso muito bem.  Então, tenha todo este conforto na vida.  Mas o que é que você deve ganhar?  Conforto é uma coisa pequena.  Mas o que é que você pode levar com você?  O que pode ir com você é o conhecimento.  O que fica impresso na consciência é o conhecimento. Assim, quanto conhecimento você ganhou?  Conhecimento não é o que você leu num livro e sim a consciência.  Quanta consciência você adquiriu? Quanto sua mente se abriu?  Quanto a dar, quanto amor você deu de volta ao mundo?

Assim, quanto amor você deu?

E quanto conhecimento você adquiriu?

As perguntas serão essas duas únicas coisas que tornam a vida mais proveitosa.  Então estamos todos no caminho certo.

Vocês todos estão felizes?  (Resposta em voz alta: ‘Sim!’) Isto é tão bom e privilegiado.  Completamos o Guru Purnima há poucos dias atrás – dia 25 de julho.  Esse foi o dia em que celebramos juntos o conhecimento e o amor.  A lua cheia é símbolo do amor.  É lindo andar sob a lua cheia.  A lua é muito romântica,  não é?  Assim, o conhecimento não está seco. O  conhecimento é muito romântico e cheio de amor. Isso é o que nós comemoramos há poucos dias atrás – Guru Purnima.  Agradecemos a todos os mestres da tradição.  Há milhares de anos a tradição mantém intacto esse conhecimento.  Então todos nós nos sentimos muito gratos pelo lindo conhecimento que recebemos em nossas vidas.

Comemoramos porque nos sentimos gratos por algo que transforma nossas vidas, algo que é tão importante para erguer nossas vidas.  Sentimos mais graças fluindo em nossas vidas. Mais agradecimento e gratidão significa mais graça.  Mais graça significa mais felicidade, mais conhecimento.

A confiança que permanece após de mover-se através da dúvida é a verdadeira confiança.

Continuação do post anterior

Trechos da palestra de Sri Sri Ravi Shankar em Hamburgo, Alemanha

Você sabe, eu me lembro de um incidente. Meu pai costumava me dizer que minha avó deu dez quilos e meio de ouro que ela tinha para o meu avô dar a Mahatma Gandhi e meu avô ficou com Mahatma Gandhi durante 20 anos. Você sabe, a mulher hindu gosta muito de ouro. Então, normalmente elas recebem ouro como presente de casamento. Minha avó era uma mulher muito linda. Ela ganhou muito ouro. Ela tinha dez quilos e meio naquela época. Imagine quanto isto era! Com exceção de uma corrente, ela deu tudo para Mahatma Gandhi quando ele começou o movimento de libertação da Índia. Você sabe, ninguém te obrigava a dar, mas sua doação traz certa satisfação.

Eu vejo duas coisas que você deve ter na vida. Uma é sorrir mais, sirva o máximo que puder e não se preocupe.

P. Qual a ligação entre ego e autoconfiança?

Sri Sri: Ego é se sentir desconfortável com a presença de alguém. Autoconfiança é se sentir em casa. Certo? Ser natural é o antídoto para o ego, e ser natural é complementar a confiança. Anda junto com confiança e é inseparável dela. Quando você é confiante, você é natural. Se você é natural, você é confiante.

P. O dinheiro é um pré-requisito para se sentir feliz?

Sri Sri: Não há dúvidas que você precisa de dinheiro para a sua sobrevivência no dia a dia. Mas dinheiro não pode lhe comprar felicidade. É conhecimento e sabedoria que lhe traz felicidade.

P. Como você consegue sorrir em todas as circunstâncias?

Sri Sri: Você sabe, esta é a nossa marca registrada. Nossa marca é o sorriso. Se você vir alguém e ele não estiver sorrindo e ele disser que fez a Arte de Viver, não acredite nele. Eu tenho certeza que todos que estão aqui que verdadeiramente fizeram, concordarão comigo.

P. Qual é o papel do trabalho voluntário para se ter contentamento?

Sri Sri: Você sabe, nós devemos ter um objetivo na vida. Meu objetivo é dar felicidade a mais e mais pessoas. Se nós nos sentarmos e ficarmos pensando em nós mesmo o tempo todo, nós ficaremos deprimidos. Nós devemos perguntar: “Como eu posso servir? Como eu posso ajudar aos outros?” Este pensamento é muito útil. Muito, muito, muito útil. Certo?

Então, Arte de Viver provê uma plataforma para todos se unirem e fazerem algum trabalho voluntário. Você sabe, quando as Nações Unidas anunciaram: “Levante-se e aja” – eles queriam plantação de árvores; os voluntários da Arte de Viver plantaram 55 milhões de árvores no mundo.

Nós todos juntos podemos fazer algumas atividades de trabalho voluntário. Reduzir a violência, reduzir o estresse, criar um senso de pertencimento, espalhar uma vibração positiva de amor e paz. Devemos fazer isto juntos? Estão todos comprometidos nisto? (um sim ressonante veio do público)

P: Qual é a base para Advaita (não-dualidade)?

Sri Sri: Advaita é física quântica. A física quântica diz que é tudo são  átomos ou é tudo função de onda, vibração (se referindo ao espaço e coisas em volta). É exatamente isto que Advaita diz. Então, o universo todo é feito de uma substância. Eu, você, ela, ele… todos e tudo é feito de uma substância. E a natureza desta substância é bem-aventurança. Isto é o que Advaita é.

Basta um vislumbre de tal experiência lhe dar muita força e estabilidade, que nada pode agitá-lo. Ninguém pode tirar o sorriso de você.

P. De onde você consegue coragem?

Sri Sri: De Advaita – sabendo que há algo dentro de você que não está mudando. Um pouco de experiência de silêncio, calma e meditação lhe dará uma enorme coragem interna.

P. A Arte de Viver faz um trabalho ótimo! Mas com 30% da população em depressão, e sendo esperado que chegue a 50% na próxima década, você ainda tem esperança para a raça humana? Nós ainda temos esperança?

Sri Sri: Sim, e todos nós temos que trabalhar para isto. Você sabe, quando nós começamos na Índia, era um programa pequeno. Nós não tínhamos recursos nem mão de obra. Mas nós tínhamos uma visão: nós queríamos atingir o máximo de pessoas no mundo. Então, nestes 30 anos, nós temos atingido milhões de pessoas. Logo, é possível.

Você sabe, o telefone celular chegou no mundo todo.  Se o celular pode atingir o mundo todo, você acha que sabedoria e compaixão não pode atingir? Nós temos que fazer um esforço. Ok?

P. Eu perdi a confiança, como posso recuperá-la?

Sri Sri: Não faça esforço em recuperá-la. Ouça seu coração. Confiança não pode ser perdida nunca. Duvide o máximo que puder, mas a verdade sempre supera a dúvida. A verdade é tão forte que a dúvida não pode destruí-la. Então, é bom ter dúvida. E a confiança que se move através da dúvida e a supera, é a verdadeira confiança.

Quantos de vocês ainda não visitaram a Índia? Quantos de vocês gostariam de ir a Índia? Oh, muito bom! Você sabe, nós organizaremos um grupo. Vocês têm uma casa lá na Índia. Todos vocês podem ir lá por uma semana, dez dias, 15 dias… o que for possível. Vocês todos podem ir à Índia, e ter um vislumbre de todo o trabalho feito.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

A caridade purifica a riqueza

Midwest Airlines Center

Milwaukee, WI

23 de abril de 2010

Religião com espiritualidade é maravilhoso. Religião sem espiritualidade é desastroso!

P. Porque nós buscamos Deus quando sabemos que Deus já está dentro de nós?

Sri Sri: Por que nós não sabemos mas alguma idéia existe. Há alguma experiência prévia de Deus. Se você não sabe que manga existe, você não a procura. Você não procura algo como um burr-burr, por que um burr-burr não existe! Você teve alguma experiência no passado, mas não está agora no presente. Não procure aqui e ali por Deus. Vá fundo no seu interior e procure lá dentro. Relaxe. Ele está lá.

P. E verdade absoluta existe?

Sri Sri: Adi Shankaracharya disse que a definição de verdade é a que é intocada pelo tempo. É o que é o mesmo ontem, hoje e amanhã. Assim de acordo com esta definição, o corpo e a mente não são verdades. A verdade é o substrato da criação. Há algo no coração, no nosso ser que não muda e que é a verdade absoluta. É por isto que mesmo quando ficamos velhos, nós não sentimos que ficamos velhos. Em algum lugar nós sabemos que algo em nós não morre nunca.

P. É necessário ser religioso para se ser espiritual?

Sri Sri: Espiritualidade é o jeito que você vive, sente e se relaciona. É a essência de todas as religiões. Religião com espiritualidade é maravilhoso. Religião sem espiritualidade é desastroso!

P. Como eliminar o terrorismo para as futuras gerações?

Sri Sri: O terrorismo surge quando algumas pessoas começam a pensar que apenas elas irão para o céu e todo o resto do mundo vai para o inferno. Eles pensam: ‘deixem-me ensinar aos outros o meu jeito para que eles também possam ir para o céu’. Mente estreita é a causa da infelicidade. Se cada criança for ensinada num ambiente multicultural, tolerância vai se desenvolver. Se as crianças do Afeganistão forem ensinadas um pouco sobre suas raízes, um pouco de hinduismo, cristianismo, etc, eles não se tornariam intolerantes. O talibã não cresceria. Eles teriam alguma idéia sobre os ensinamentos de Buda, o Upanishads. Krishna disse a mesma coisa que Jesus disse. Ensinamentos multireligiosos trará amor e harmonia ao mundo. Educação inter-fé e exposição inter-religiosa trará amor e harmonia. Se todos os países gastarem menos de 2% dos seus orçamentos para globalizar sabedoria, toda criança no mundo seria um indivíduo mais feliz.

Uma jovem mulher da Índia da Fundação Arte de Viver foi dar aulas na Costa do Marfim. A Costa do Marfim tem comunidades islâmicas e cristãs muito polarizadas. Eles vivem em vilarejos diferentes e historicamente tem pouca ou nenhuma tolerância uns com os outros. Depois de estar lá por um mês, devido ao seu trabalho, a comunicação começou entre as duas comunidades religiosas. Os mulçumanos construíram uma escola no vilarejo cristão. Os cristãos construíram estradas e banheiros para os mulçumanos. O milagre aconteceu num período de tempo bem curto.

Se um indivíduo puder fazer uma mudança imagina o que aconteceria se todos fizerem. Se nós caminharmos juntos, nós poderemos fazer algo grande!

P. Qual o lugar para o dinheiro na busca para uma vida espiritual?

Sri Sri: O problema surge quando você não carrega o dinheiro somente no seu bolso, mas também na sua cabeça! Qual é a vantagem de pensar em dinheiro o tempo todo se seus bolsos estão vazios? Dinheiro é o meio e não o fim. Tenha fé que você terá todo o dinheiro que você precisa. Lute e siga em frente com esta convicção. Além disso desembolse 2 a 3% do seu dinheiro com os outros. Nós chamamos isto de dhana-shuddhi (purificação da riqueza).

Em sânscrito há a palavra anna-shuddhi (purificação de grãos). Ele prescreve adicionar ghee (manteiga clara) ao arroz. Se você come o arroz puro, não é tão bom para o seu corpo, uma vez que o nível de açúcar no sangue sobe repentinamente. Adicionando um pouquinho de manteiga clara ou ghee, o processo de converter amido em açúcar diminui de velocidade. Logo seu processo digestivo desacelera e você fica menos suscetível à diabetes. Assim, nós dizemos que o arroz se purifica quando adicionamos ghee. Semelhantemente o dinheiro se purifica quando você contribui com aqueles que precisam.

A Arte de Viver faz serviço voluntário em escolas nos vilarejos. Nós temos o programa  “um dólar por dia”, no qual nós alimentamos, fornecemos roupa e educamos uma criança. Nós temos 100 destas escolas gratuitas para pessoas com necessidades. Isto ajuda a tirar crianças do trabalho infantil forçado. O peso é tirado deles. Estas crianças são a primeira geração de aprendizes e a mudança é muito poderosa. É como ensinar alguém a pescar, ao invés de dar-lhe um peixe. Também, se as mulheres se envolvem em programas de maior autonomia, há experiências maravilhosas. Isto é o que é necessário – educação que é técnica, cientifica e espiritual ao mesmo tempo.

P. Como podemos continuar a amar alguém que cometeu fraude ou outros crimes como este?

Sri Sri: Eles não são incorrigíveis. Há uma vítima clamando por ajuda dentro de todo culpado. Você observará que na sociedade, os que são gananciosos normalmente não têm amigos. A ganância desaparece no momento que eles fazem amigos. Da mesma forma, corrupção não acontece quando está nas cercanias da amizade. As pessoas que são corruptas ou cometem fraudes são vítimas de si mesmas. Não são espiritualmente educadas. Nós sabemos uma coisa dos nossos programas, especialmente do programa em prisões, que há uma boa alma clamando por ajuda e com fome de amor dentro de cada criminoso. Sim, nós podemos ajudá-los.

P. Do que é capaz a mente, enquanto dorme? É possível transcender a todos os estágios de consciência?

Sri Sri: Sim. No estado desperto, você consegue o melhor descanso e sustento através do conhecimento. No estado de sonhar há descanso profundo. Dormir há descanso ainda mais profundo. O quarto estado é o estado meditativo.

P. Como as técnicas de respiração e meditação beneficiam aqueles com problemas coronarianos?

Sri Sri: Foi descoberto que respiração e meditação reduzem colesterol e fortalecem o coração.

Elas diminuem o estresse e controlam os hormônios causando um impacto positivo no sistema endócrino. Há vários estudos e pesquisas ainda em andamento.

P. Qual é a primeiro coisa que devemos fazer quando acordamos de manhã e a última, antes de ir dormir?

Sri Sri: Olhe-se no espelho e dê um grande sorriso. Se você não puder sorrir, você pode franzir o cenho. Aos poucos você começará a sorrir.

P. Quão importante é o amor próprio? É necessário amar-se antes de sair e amar o resto do mundo?

Sri Sri: Sim. Mas não fique sentado dizendo para si mesmo: “eu me amo”. Você diria a si mesmo: “eu estou em Milwaukee!”? Seu corpo, mente e consciência são feitos de verdade, amor, beleza e paz. Assuma como verdade que você se ama. Ninguém consegue não se amar porque você é amor. Isto é apenas uma ilusão que parece que você não se ama.

P. Você acredita que este é o momento para uma transformação global em larga escala da evolução humana?

Sri Sri: Há trinta anos, havia tanto preconceito em relação a espiritualidade e sabedoria.

As pessoas mantinham distância e cegamente acreditavam que isto não era para eles. Hoje há aceitação. As pessoas se interessam em experimentar e ver algo que as beneficiem e são menos preconceituosas. Com isto, mais valores humanos vieram a tona. E não se preocupem sobre 2012. O mundo não vai acabar. Eu garanto.

P. O que existe além da experiência que chamamos de morte?

Sri Sri: Porque você quer saber tudo rapidamente? Eu não quero ser monótono mesmo depois de você morrer! Primeiro entenda a vida. Nós podemos entender morte depois.

P. O que você é mais otimista em relação ao mundo?

Sri Sri: Eu sou realista sobre minha visão. Até agora a Arte de Viver atingiu 151 países. Tantas pessoas estão aprendendo as técnicas. Se a tecnologia do telefone celular pode alcançar qualquer lugar do mundo, porque as técnicas e sabedoria que deixam as pessoas felizes e em paz, não atingirá todas as casa? Elas com certeza irão. Nós devemos apenas ter a visão de fazer algo que parece impossível e fazer com que seja possível. Este é meu hábito e hobby!

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

A iluminação é uma conexão com o espírito universal

Ashram de Bangalore, 22 de janeiro

P. Guruji, o mundo o conhece como um líder espiritual. Você poderia compartilhar conosco suas experiências em saber que você é dotado deste poder espiritual?

Sri Sri: O que você deseja saber? Eu sou deste jeito desde o começo e continuarei a ser assim no futuro também. Normalmente, as pessoas vêm para o caminho espiritual quando elas tem algum decepção. Este não é sempre o caso, mas é usualmente assim. As pessoas tomam sanyas (renuncia ao mundo) quando elas tem fracassos na vida amorosa ou um problema ou outro. Nada disso aconteceu comigo. Na verdade, toda criança nasce com conhecimento espiritual, mas quando cresce, começa a perdê-lo. Um yogi se torna uma criança novamente, ficando em contacto com sua pura essência.

P. Guruji, sempre que eu penso em você eu fico emocionada e as lágrimas caem e meu coração se derrete. O que fazer? Isto é bom ou ruim?

Sri Sri: Não rotule suas emoções como boas ou más. Quando seu coração se abre e as lágrimas caem, é natural. Deixa estar. Dizem as escrituras que lágrimas de amor são tão preciosas que os anjos correm para colhê-las. Mesmo no céu, não há lágrimas de amor. A coisa mais maravilhosa no planeta é que podemos ter lágrimas de amor, lágrimas de gratidão. Isto indica que nossa vida é gloriosa. Isto faz nossa vida rica e realizada. Realização na vida é quando você tem lágrimas de gratidão que vêm espontaneamente.  Não se pode forçar lágrimas de gratidão; não se pode colocar glicerina e ter lágrimas de gratidão. Quando você percebe tudo que você tem recebido na vida, seu coração se abre.

P. Guruji, algumas vezes eu me sinto conectado a você a algumas vezes, não. Estou confuso se você é meu mestre ou é outra pessoa. O que deve fazer?

Sri Sri: Você sabe que nestes assuntos eu não dou esclarecimentos. Eu crio ainda mais confusão para que você pense. Foi lhe dado um exercício para que você faça. O professor lhe dá o problema e ele quer que você encontre a solução. Nas escolas e faculdades, você não recebe soluções e lhe perguntam quais são os problemas. O trabalho do professor é criar confusão de tal forma que você exercite seu intelecto, sua mente, sua intuição e a sua voz interior para ver se você chega a uma conclusão.

P. Querido Guruji, nosso cérebro é mais que um computador. Os cientistas dizem que nós usamos muito pouco de nosso cérebro. Diz que Einstein só usava 32% do seu cérebro. Se nós quisermos usar 40 a 50 do nosso cérebro, que esforços devemos fazer? Quais serão as consequências se nosso cérebro ficar super ativo?

Sri Sri: Isto é um problema. Nós precisamos primeiro aprender a como acalmar nossa mente. Apenas uma mente calma pode lidar com pensamentos coletivos. Uma mente perturbada ou caótica, terá apenas pensamentos caóticos e pensamentos caóticos vêm em abundância. Como direcionar os pensamentos é um arte, a arte do silêncio. Como você pode fazê-lo?  Com meditação, a mente fica calma e pensamentos coletivos ficam focados, significativos e com propósito.

P. O homem precisa de dinheiro ou de Deus?

Sri Sri: Alguns pensam que Deus é dinheiro. Muitos pensam que dinheiro é Deus e poucos pensam que Deus é dinheiro. Deus é amor e quando você tem riqueza de amor dentro de você, você verá como a abundância flui na sua vida. Há m ditado em sânscrito: ‘Udyoginam purush sindh mupayi tilaxmi’ – Deus vem até você como dinheiro, riqueza é a consorte de Deus. Consorte de Deus, espírito de Deus vem até você em abundância, quando você faz força; para aquele que trabalha e não para aquele que é preguiçoso. E aquele que tem confiança e coragem. Então, para aquele que tem coragem e confiança, aquele que faz força, ganhará dinheiro. Não fique comprando bilhetes de loteria e ficando em casa descansando. Este é o maior problema – você quer dinheiro mas não quer fazer nada. Nós temos que fazer esforço. Dinheiro é um meio e não um fim. Você precisará dele, mas é dinheiro é tudo? Não. Você pode ter muito dinheiro mas se você não pode comer, não pode dormir bem durante a noite, o dinheiro não serve para nada. Muitas pessoas vêm aqui tendo muita riqueza e são deprimidos. Eles querem abandonar tudo, trabalho, tudo. A Organização Mundial de Saúde (OMS) diz que nos próximos 20 anos, 40 a 45% da população será deprimida. Para que ter tanto dinheiro e prosperidade no mundo quando tantas pessoas ficam deprimidas? Por isso você precisa ter equilíbrio na vida, equilíbrio material e espiritual na vida. Não é? Normalmente as pessoas pensam que espiritualidade é não fazer nada e se sentar quieto. Não, não é assim. Você precisa trabalhar. Mesmo no ashram, onde 600 pessoas trabalhando dia e noite. Não há domingo nem segunda-feira para eles e eles trabalham o dia todo.  As pessoas vêm aqui o tempo todo e elas trabalham. A equipe da cozinha nunca descansa. Vocês têm idéia de quanta comida eles cozinham por dia, quando não há nenhum grande programa? 600 a 700 kg de arroz é cozido diariamente, 70 kg de sal é colocado e 100 kg de vegetais é cortado todos os dias. Tanto trabalho eles tem que fazer. O departamento de hospedagem trabalha incansavelmente. E eles o fazem sorrindo. E há aqueles que fazem trabalho de campo. Eles trabalham nas favelas. Há os professores que trabalham no mundo todo. Eles trabalham dia e noite. Em Kanataka nós temos 78 favelas e há várias classes diferentes: classes educacionais, classes de computação. Seva é parte da espiritualidade e definitivamente você não pode fazer caridade com prato vazio. Você precisa de dinheiro para trabalhar. Mas aqui ninguém se preocupa com dinheiro e a caridade acontece, tudo acontece espontaneamente. Então, estas são algumas coisas que precisamos ter em mente. Você tem dinheiro, você ganha dinheiro e isto é bom, mas você deve separar um pouco para caridade, seja qual for sua capacidade, 3 ou 10%. Separe-o. Além disto, faça suas práticas espirituais. Uma vez por ano, guarde sete dias completamente para espiritualidade e então você não se sentará e contará dinheiro. Você vem até aqui e fica 100 por cento aqui e cuida da sua saúde, faz ioga, pranayama, meditação e aprendizagem. É uma experiência comum quando um empresário vem aqui deixando seus trabalhos por algum tempo e fazem seva, meditação e o curso avançado e eles conseguem contratos melhores. A riqueza deles do outro lado começam a melhorar. O que eles costumavam ganhar fazendo grande esforço, começa a acontecer com menos esforço. É quando sattva cresce. Sattva é a harmonia positiva dentro de você e quando ela cresce, seu trabalho fora fica mais leve e melhor.

P. O que é iluminação? Quando se diz que alguém está iluminado?

Sri Sri: Quando você diz uma palavra, você já ouviu a definição dela. Eu diria que iluminação é a conexão com a o espírito universal, percebendo que você é parte dele, que você o é. Sentindo amor incondicional sem nenhum esforço, você não tem que colocar nenhum esforço nisto. Sendo como um livro aberto, sendo natural e todas estas qualidades estão em todos os indivíduos. É apenas necessário regar um pouco e logo floresce. Então, quando você andar, ande como se você fosse iluminado, você está aberto, você é como uma criança, e você é emocionalmente, mentalmente e intelectualmente livre. Desfrute da liberdade. Quando você não tem nenhum desejo ou aversão, então você pode dar-se um certificado que você é iluminado. Mas você deve estar acima de todos os desejos e aversões. Coração limpo, mente limpa e clareza nas ações são parte da iluminação. Se você olhar para uma criança de dois ou três anos ou um bebê de seis meses, há amor incondicional nos seus olhos. Todo bebê tem todas estas qualidades, menos sabedoria. Quando você envelhece, mantenha todas estas qualidades em você, como inocência, e tenha, junto, a profundidade da sabedoria. Isto é o que é.

P. O que quer um Guru do discípulo e o que o discípulo quer do Guru?

Sri Sri: Um Guru apenas quer que o discípulo progrida, desabroche, não seja instável, seja feliz, generoso e sirva as pessoas. E seja o que for que o discípulo queira do Guru, o Guru fica conferindo. Inicialmente o discípulo pede pequenas coisas e então pede grande coisas. O Guru algumas vezes lhes dá as pequenas coisas que ele quer e algumas vezes não. (risos)

P. Guruji, Karbirdas tem dito Nindak neare rakiya angan kuti shave, bin pani sabun bina nirmal kare suhay. Como identificar uma crítica boa?

Sri Sri: Como um crítica pode ser classificada em boa ou má? (risos) Nindak neare rakiya angan kuti shave, bin pani sabun bina nirmal kare suhay. O grande santo hindu Karbidas disse para manter alguém que o critique por perto, isto manterá sua casa, sua mente limpa, sem água e sabão. Do jeito que você precisa de água e sabão para limpar seu corpo, como aquele que o culpa, você deve mantê-lo por perto. Se todo mundo em volta de você, fica elogiando você, eles podem não lhe dizer todos os fatos.  Alguém que lhe critica lhe mostrará suas ciladas. Receba bem a crítica, quem quer que o critique. Não se afaste da critica. Não é isto uma parte do programa DSN? (uma programa do Arte de Viver) Vocês todos fizeram DSN? Você deve ser capaz de dar crítica construtiva e também receber crítica. Esta é a força. E não há crítica boa ou má. Mantenha-os por perto significa não fugir da crítica, não parar de falar com eles. Você pára de falar com alguém que o critica. Ontem se alguém criticou você, você fala normalmente com ele hoje. Não o evite.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri