O Que o Dinheiro Não Compra

Sri Sri Ravi Shankar
Dinheiro dá à pessoa sensação de liberdade e de propriedade. Nós pensamos que podemos possuir tudo ou o serviço de qualquer pessoa com dinheiro. A propriedade de alguma coisa significa o controle total de sua existência. Quando nós pagamos por um terreno, pensamos que possuímos o terreno, mesmo que o terreno continue a existir depois que o dono morre. Como se pode possuir o que vive mais que você? Dinheiro dá a ideia que você é poderoso e independente, cegando você para o fato que nós vivemos num mundo de interdependência. Nós dependemos dos serviços de muita gente. Pagando algumas notas de dinheiro, nós abdicamos o fato que nós dependemos deles.  Ao invés de nos sentirmos agradecidos, nós achamos que temos direito.

Dependência faz a pessoa ser humilde. A maioria das pessoas com dinheiro é arrogante por causa da independência que o dinheiro traz para elas. A humildade é substituída por esse falso sentimento de independência. Os valores humanos se erodiram tanto que medimos as pessoas pelo que elas têm!  O dinheiro pode refletir o quanto vale uma pessoa? Chamar alguém de milionário não é um elogio; é uma desgraça à dignidade humana. Não se pode colocar valor na vida humana.

Quando as pessoas não tem fé na divindade, nas suas habilidades e na bondade das pessoas, eles sofrem de insegurança. Dinheiro pode dar um ilusório senso de segurança temporário. Gente rica sofre de insegurança porque eles não sabem se os seus amigos são sinceros. Riqueza é obtida através da competência da pessoa, da herança ou por meios corruptos. Cada meio traz suas consequências. A razão para a corrupção é obter paz e felicidade, o que continuará ilusório se os meios forem corruptos.

Mas renunciar ao dinheiro não é bom. Há pessoas que culpam o dinheiro pelos males sociais e o considera diabólico. Rejeitar o dinheiro traz arrogância. Algumas pessoas rejeitam o dinheiro e são orgulhosos de sua pobreza para ganharem simpatia. Os velhos sábios nunca denegriram o dinheiro. Eles o honravam como parte do Divino e transcenderam o apego à sua ilusão. Eles sabiam o segredo que quando você rejeita algo, você nunca o transcendeu. Eles honram a riqueza como a Deusa Lakshmi. Ela  nasceu a partir da Yoga que transforma o karma ruim e traz nossas habilidades latentes. Também ressalta ashta siddhis – as oito perfeições,  e nava nidhis – os nove tipos de riqueza.

É a sabedoria da Yoga que transforma a pessoa de arrogância para auto-confiança, de submissão para humildade, de dependência para interdependência, de uma propriedade limitada para a unificação com o todo.

© Arte de Viver

Anúncios

A impressão de devoção elimina todas as outras impressões da mente

Ashram de Bangalore, Índia

11 de junho de 2010

P. Você gasta tanto tempo para a redução do terrorismo; eu preciso virar um terrorista para ter seu tempo e atenção? Seria bom ser transformado por você.

Sri Sri: Um terrorista usa um revolver para atirar, mas você atirou flechas de devoção! Sua devoção e amor são muito mais fortes.

Eu me lembro de um incidente quando eu estava em Rishikesh. Uma devota desmaiou e caiu. A atenção de todos foi atraída. Eu sabia que isto era só drama para atrair atenção. Primeiro eu continuei andando, mas quando o drama continuou por um longo tempo, eu fui até o local. Quando eu perguntei, ela disse “você não olha para mim, então eu tive que fazer isto.” Você não deve fazer isto para ter minha atenção! Como você sabe que eu não olho para você? Quando você está olhando para outro lugar, eu olho para você com certeza. O objetivo é um só – centrar sua mente e consciência em um lugar. Quando sua mente está centrada, calma e você está sorrindo, eu olho para aqueles que a mente ainda está correndo aqui e lá e não está centrada.

P. Quando você está na nossa frente, você nos pede para fechar os olhos e meditar, mas nós não desejamos nem piscar os olhos (nós queremos continuar a vê-lo). Não ria, os devotos ficam perturbados.

Sri Sri: Eu devo pegar um espelho para você? Vá para dentro de si mesmo e você verá quão lindo você é.

P. Você diz que não há diferença entre você e eu, então porque eu sinto tristeza?

Sri Sri: A tristeza é por que você ainda não percebeu isto completamente. Lá no fundo, seu coração e sua mente ainda não aceitaram isto. Assim que você aceitar, sua tristeza desaparecerá.

P. Se Deus é tudo, então quem faz as ações erradas?  Porque existe alguém que é santo e alguém que é ladrão?

Sri Sri: Do jeito que você age, Deus premia o fruto da ação como consequência. Se você rouba, Deus virá até você como um policial. Suas ações, boas ou más, decidem suas experiências de alegria ou tristeza. Alegria e tristeza resultam da sua escolha; dependendo da sua escolha ao realizar as ações. É ok se você bebe um copo de leite. Mas o que acontece se você beber três litros de leite? Sem o uso da escolha, o néctar pode se tornar veneno.

P. Meu marido faz Sudarshan Kriya mas continua a fazer coisas erradas. O que devo fazer?

Sri Sri: Como pode ser? Então ele pode estar fazendo Sudarshan Kriya só como um exercício. Traga-o para uma continuação ou campo de meditação. Ou pode ser que o que você vê como errado não é assim percebido por ele. Converse com ele.

P. Quando as crianças falam bobagens, os pais conversam com elas para esclarecê-las. Mas quando os pais envelhecem, algumas vezes eles falam bobagens e não respondem aos esclarecimentos que lhes damos, o que deve o filho fazer?

Sri Sri: Continue a serví-los. Usando uma abordagem desapegada, tente entender o porquê deles fazerem isto. Talvez você descubra que eles estão certos, mesmo sem se expressar da forma correta. Ou, você pode achá-los errados.  Não é necessário fazer tudo que eles dizem porque o entendimento deles e a experiência de vida são diferentes dos das crianças.

P. Bhakti (devoção) deixa uma impressão na Chitta (mente inconsciente)?

Sri Sri: Sim, é claro. A impressão de Bhakti faz desaparecer todas as outras impressões, toda a negatividade da mente. Também, a impressão de Bhakti se dissolve por si só. Como quando você coloca um pedaço de alume para purificar a água; a água se purifica conforme o alume se dissolve e desaparece. A impressão de Bhakti é assim.

P. A sua travessura faz com que todos dancem. O mundo todo está ficando doido. Fale-nos um pouco sobre a sua travessura.

Sri Sri: Travessura não é para ser falada, mas para ser feita! Todo mundo tem qualidades de criança. Não criancice, mas de criança. Quando se é um yogi, isto acontece automaticamente. Há naturalidade na vida. Todos se sentem bem consigo mesmos. Isto acontece naturalmente. O ego ou qualquer outro tipo de auto-identidade que se tenha, se dissolve.

P. Como nós sabemos se os nossos carmas passados foram pagos?

Sri Sri: Assuma que foram. Como se assumindo que “eu sou livre” faz a pessoa livre. Acreditando que o carma acabou faz com que ele acabe.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

Conexão é uma questão do coração, explicação é uma questão da mente

Ashram de Bangalore, Índia

P. Você diz que nós estamos todos conectados. Mas eu me sinto mais fortemente conectado à você que aos outros. Eu tenho certeza que está é a sensação da maioria de nós aqui presentes. Você pode me explicar sobre isso?

Sri Sri: O que você quer que eu explique? Conexão é uma questão do coração. Explicação e entendimento é uma questão da mente.

P. Alguns dos meus colegas falam mal da Arte de Viver. Eu não gosto e os ignoro. Você pode, por favor, me orientar sobre o que devo fazer?

Sri Sri: O que eles podem falar de mal sobre nós? Não há nada. É tudo imaginação deles. Você segue fazendo o que você pode fazer. Eles vão perceber também. Isto também aconteceu com vários santos no passado. Algumas pessoas gostavam deles e se beneficiavam com os conhecimentos que aprendiam. Outras não gostavam deles.  Isto tem importância? Umas das coisas que as pessoas comentam é porque os cursos da Arte de Viver são cobrados. Você acha que educação deve ser de graça? As pessoas valorizarão os cursos gratuitos da mesma forma? Se a educação fosse de graça, então todos os cursos como de medicina, engenharia, jornalismo, também deveriam ser grátis. Se os outros não são, porque a educação espiritual deveria ser grátis? Havia um conceito de Dakshina no passado. A menos que você desse dakshina, sua educação nunca seria completa. E nós fazemos tantos trabalhos na sociedade com o dinheiro que sobra depois das despesas dos cursos.

Apenas por ciúmes, algumas pessoas falam coisas erradas. Todo este lixo está nas cabeças deles. Isto mostra quanto mais nós temos que trabalhar e divulgar este conhecimento para mais e mais pessoas. Qualquer um que tenha de fato aprendido este conhecimento teve a vida transformada, não é?

P. Quais são os efeitos do carma da vida passada na vida presente? Eu sinto que pequei no passado.

Sri Sri: Não gaste sua energia pensando muito nos carmas de vidas passadas. Use sua energia para resolver os problemas do presente.

O mantra “Om Namah Shivaya”, pranayama, Satsang… – tudo isto toma conta dos seus carmas prévios. Entregue todos os seus pecados e siga em frente na vida.

P. Guruji, eu não sou capaz de me concentrar pois a minha mente é muito oscilante e brincalhona. O que devo fazer?

Sri Sri: Deixe a mente ir onde ela quiser.

P. Eu perco minha paciência facilmente enquanto faço as minhas atividades diárias, especialmente se alguém fala mal. O que devo fazer?

Sri Sri: Mantenha sua mente calma. Mas se alguém falar mal, fique alerta. Refute, se necessário, mas sem perturbar sua mente. Trabalho voluntário, Satsang e sadhana ajudam-no a manter a mente serena e calma. E saiba que – Satyamev jayate (a verdade sempre vence). Você não deve se incomodar com os eventos. Mantenha sua mente serena e siga com esta regra.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

Tanto a Ciência como a Espiritualidade são necessários para trazer contentamento à alma

P: Depois de entrar para o caminho, acho difícil seguir rituais religiosos. Eu não entendo, devemos continuar fazendo isso ou deixar para trás? Por favor, me guie.

Sri Sri Ravi Shankar: Há um verso de um santo kabir que diz:

karka manka chod kar,
Manka manka fer.

O melhor é meditar. Mas eu não digo que se deve abandonar por completo os rituais. Você executa alguns rituais em festivais. Um pouco de ritual é bom. Mas não se apegue muito aos rituais. Por exemplo, se você resolveu realizar um ritual e devido a algumas circunstâncias você não puder completá-lo, não vá pensar que Deus ficará zangado com você ou que você pecou de alguma forma. Posso garantir isso. Maharishi Narada também disse “Deus é amor total”. A devoção e o desprendimento são mais importantes que qualquer ritual. Um pouco de ritual é necessário por duas razões. As crianças são apresentadas à religião e à espiritualidade através dos rituais. Segundo, realizar rituais também purifica a atmosfera em casa. Por exemplo: quando todos os membros da família se reúnem e realizam o “Puja” no Diwali, a atmosfera de nossos lares muda. Acontece o mesmo quando você oferece Ardas no Gurudwara. Não há razão para temer ou sentir-se culpado, seja qual for ela, no caso de não poder seguir com seu ritual.

P: Karmas passados afetam nossa vida?

Sri Sri Ravi Shankar: Tanto os karmas passados como os atuais afetam nossa vida.

P: Quanta diferença existe entre ciência e espiritualidade? Por que os cientistas não acreditam na espiritualidade?

Sri Sri Ravi Shankar: Cientistas evoluídos certamente acreditam na espiritualidade.  Aqueles que não são completamente evoluídos, poderão não acreditar na espiritualidade. Cientistas, como o caso de Einstein, disseram que nunca viram ou ouviram um livro como o Bhagwad Geeta. Se você ouvir um físico falar sobre física quântica, sentirá que o texto está sendo tirado das escrituras somente. “O que é isso?”, é ciência. “Quem sou eu?”, é espiritualidade. Precisamos tanto de ciência como de espiritualidade para trazermos contentamento à nossa alma.

P: Como sobrevivemos em um mundo onde a maioria das pessoas ganha seu sustento através de meios ilegais e errados?

Sri Sri Ravi Shankar: Não pense que todas as pessoas sobrevivem fazendo ações ilegais ou erradas. Há muitas pessoas boas que sobrevivem fazendo coisas boas. Aquele que sobrevive por meios errados tem um período muito curto de vida.

Nas nossas escrituras, é sabido que um professor, um guru ou um santo não deve mentir de modo algum. A um rei, é permitido que minta só um pouco. Um homem de negócios pode ir um pouco além. Um homem de negócio pode dizer que tal produto é o melhor, mesmo se não for. Somente esta quantidade de mentira é permitida. É como sal na comida.

P: Estou apaixonada por um homem e quero casar com ele. Mas meus pais são contra isso. Seja qual for minha escolha, eu perderei as pessoas que mais amo. O que devo fazer?

Sri Sri Ravi Shankar: Tente convencer os seus pais ou tente entender a razão da oposição deles. Se eles estão fazendo isso por causa do sistema de casta ou de qualquer outra superstição, então fale com eles e faça-os entender. Mas se eles têm outra preocupação, você deveria entender o ponto de vista deles também. Às vezes ficamos cegos quando nos apaixonamos. Você é guiada pelos sentimentos e não consegue ver o que os outros veem. Se você não consegue chegar a alguma conclusão, então de tempo ao tempo. Tenha paciência, relaxe e ore. A oração tem um poder enorme e que funciona.

P: Qual é a mais sensível forma de karma?

Sri Sri Ravi Shankar: O que não queremos para nós mesmos, não devemos também fazer aos outros.

P: Qual é o melhor modo de lidar com um problema quando estamos passando pela fase dele?

Sri Sri Ravi Shankar: Por que você quer manter este problema consigo? Largue-o aqui antes de partir. Você pode vir aqui com problemas, mas não pode sair daqui com eles.

P: Quando não estou na sua presença, sinto saudades. Mas quando o encontro, esta saudade é intensificada. Por que isso acontece?

Sri Sri Ravi Shankar: (sorrindo) Apenas sou assim!

Aqueles que não se importam nem com moksha obtém amor divino

O que Sri Sri Ravi Shankar disse hoje:

Ashram de Bangalore, 24 de fevereiro

P:  Qual é seu desejo em relação ao sânscrito?

Sri Sri: Eu vejo além das línguas. Língua, é claro, tem seu lugar mas eu estou mais preocupado com a consciência e o estado da mente. Como podemos elevar o nível de consciência no mundo? É claro que sânscrito é ótimo e uma linda língua. É a mãe de várias línguas. Russo, alemão, inglês e outras línguas hindus tem suas raízes no sânscrito.

P: Em Patanjali yogasutra você disse “o conhecimento do sono leva a Samadhi”.  Por favor, explique.

Sri Sri: Sim, Samadhi também pode ser obtido com avlamban (necessidade) de conhecimento do sono e sonho.

P: Como nós podemos saber se nossa devoção está completamente amadurecida ou não?

Sri Sri: Não se preocupe se sua devoção está amadurecida ou não. Saiba que a devoção está lá. Nunca pense que você não tem devoção ou tem pouca devoção.

P. Como podemos nos equilibrar entre nosso coração e nosso cérebro quando eles dizem coisas opostas?

Sri Sri: Se você estiver lidando com negócios, siga seu cérebro. E se for em casa ou relacionamentos, siga seu coração.

P: Bons e maus pensamentos vêm e vão na mente. Eles criam carma?

Sri Sri: Não, quando você é testemunha (sakshi) dos pensamentos que vêm e vão, nenhum carma é formado. Quando você se sente triste pensando que seu pensamento é mau, é quando sua mente se afeta.

P: Por favor fale sobre carma e karamfal (fruto da ação).

Sri Sri: Você fez esta pergunta – isto é um carma. Você está ouvindo minha resposta também é carma. A vida é karamfal apenas.

P: Guruji, por favor, diga-nos algo sobre a matemática védica.

Sri Sri: Nós temos o departamento de matemática védica no Ashram, com vários professores de matemática védica no departamento. Há umas 16-17 fórmulas usando tantos quantos problemas matemáticos podem ser resolvidos. Todos os amantes da matemática devem estudá-la.

P: O que tem mais importância: moksha ou amor divino na espiritualidade?

Sri Sri: Aqueles que não se importam com felicidade atingem moksha e aqueles que não se importam nem com moksha obtém amor divino. Nós temos que seguir em duas etapas.

P: Porque os seres humanos não são todos puros?

Sri Sri: Todo ser humano é puro, mas cheio de sujeira. Todo ser humano é como um diamante. O fato que o diamante esteja na lama, não o transforma em lama. Você simplesmente tem que pegá-lo e lavá-lo. E ele brilhará novamente. A natureza brilhante do diamante está sempre lá, mesmo coberto de lama e lodo.

P: Como equilibrar-se entre a vida profissional e a vida espiritual?

Sri Sri: Você sabe como dirigir uma bicicleta ou moto? Como você se equilibra? Apenas faça-o.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

‘Devoção é o auge do Amor’

O que Sri Sri disse hoje

Ashram de Bangalore, 14 de dezembro de 2009:

Uma senhora compartilhou uma experiência bonita hoje no Satsang. Ela perdeu seu filho na idade de 14 anos em um acidente há 10 meses atrás. Seu filho tinha feito o ‘Curso Arte Excel’ poucos meses antes de falecer. As últimas palavras do menino antes de  falecer foram: “Não chore, nada vai acontecer comigo Amma (mãe), não chore.”  Ao contar as últimas palavras do filho, ela disse: “Muito obrigada Guruji, por dar a essas crianças o conhecimento tão maravilhoso que os torna tão fortes.”

P: Guruji, eu li em algum lugar que após a morte, se você acabar no inferno, então você será frito numa panela. Senti medo depois de ler isso. Por favor, explique.

Sri Sri Ravi Shankar: Não se preocupe.Apenas quando estiver estabelecido no Ser enquanto estiver aqui (neste planeta), você não sentirá medo. Essa foi a maneira adotada por nossos antepassados para fazer as pessoas seguirem o caminho certo e ter um bom carma.Diziam que você ia sofrer muito depois da morte se você agisse errado, para colocar as pessoas no caminho certo. Se você seguir o caminho errado, então terá carma errado.

Em certa medida, esse carma pode ser mudado. Se você não pudesse mudar nenhum carma, não precisaria fazer Sadhana. Faça seuSadhana e meditação.

P: Quanta liberdade ou restrições devo dar aos adolescentes?

Sri Sri Ravi Shankar: Você esqueceu de quando passou por essa fase e agora não se lembra do tumulto pelo qual eles estão passando. Há muitas mudanças hormonais ocorrendo em seus corpos. Dê a mão a eles e delicadamente os guie durante esta fase.

A febre da adolescência dura somente alguns anos. Eles sofrem grande turbulência não só física, mas mental e emocional também. Após três anos de idade, as crianças começam a experimentar emoções como o ciúme e a possessividade, e isto continua até quando elas são adolescentes. Algumas pessoas não saem da adolescência.A turbulência mental é enorme para elas.

A adolescência é um momento difícil. É preciso muita paciência para lidar com filhos adolescentes. Assim, com muita paciência, como um amigo e filósofo, dê a eles algum espaço e ao mesmo tempo coloque o pé no chão e diga “não”. Não seja muito liberal nesta fase.

P: Guruji, qual é a diferença entre devoção e amor?

Sri Sri Ravi Shankar: A devoção é o auge do amor. ‘Saa tvasmin panama prema rupa’ -encarnação do amor supremo do divino é devoção. Você não pode possuir Deus. Em casos rotineiros de amor, você ama alguém e você espera o mesmo em troca. Você não pode reivindicar um direito a Deus. Amor pela consciência infinita é devoção.

Sage Narad diz: “Yoga chitta vritti nirodha”.Yoga significa silenciar as tendências da sua mente. ‘Tadha drustu swarupe avastanam”significa”Yoga é a habilidade de estar estabelecido como vidente da cena” – Voltar-se para dentro e estabelecer-se como vidente.Com este conceito, a meditação começa a acontecer.Então segue Samadhi. Sua mente está totalmente calma. Por um momento, você experimenta este nada absoluto, o vazio.

P: Qual é o significado de ‘Pradakshina'(circumambulação)?

Sri Sri: Pradakshina significa ir ao redor. Dakshina significa aquilo que é feito com habilidade. A palavra em inglês “dexterous” (hábil) vem da palavra sânscrita “Daksha ‘.Dexterous significa hábil. Pradakshinasignifica “de uma forma muito especial, ser habilidoso”, um movimento muito habilidoso, adquirido com habilidade, o valor que você ganhou com habilidade. Pra é ir ao redor. Pradakshina é se qualificar por circular com habilidade.

Há três camadas quando você entra num templo de acordo com a arquitetura do templo.A primeira camada é composta por jardins de ervas, cheios de árvores e plantas. A direção na qual a árvore deve ser plantada vem da arquitetura do templo. Todos os plantios são feitos de acordo com as direções e fluxos do vento. Há ervas medicinais, flores e árvores nesta camada exterior e quando você passa por esta camada, você respira as fragrâncias das plantas que curam problemas físicos e emocionais, e os desequilíbrios do corpo. Ela costumava ser em torno de um quilômetro de comprimento e ao passar por ela, a circulação do seu corpo inteiro é melhorada. Aromas e óleos essenciais necessários ao organismo são absorvidos especialmente da árvore  Ashvat(peepal). Ela é a única árvore que emite oxigênio por 24 horas. Todas as outras árvores emitem oxigênio na metade do tempo e dióxido de carbono no resto do tempo. A árvore ajuda uma pessoa a superar muitos problemas, especialmente a infertilidade.

‘Pradakshina’ não é feito para o bem do divino ou de algum outro propósito, mas para benefícios da saúde.

Depois, há um segundo círculo com estátuas de muitos homens e mulheres. Antigamente, as pessoas deviam sentar-se e meditar lá por um tempo.

Desta forma, o primeiro círculo faz você fisicamente apto. Vatta-pitta-kapha – o equilíbrio acontece pela inalação do ar. O segundo círculo liberta sua mente de todas as fantasias. Então finalmente você vai para parte central – “sanctum sanctorum” – onde você senta-se com os olhos fechados e experimenta o nada.

P: Eu não sei o que é bom para mim e o que é ruim.

Sri Sri Ravi Shankar: Abandone o que lhe dá felicidade a curto prazo e sofrimento a longo prazo. Basta manter isto em sua mente.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

© Fundação Arte de Viver

Satsang, meditação e pranayama são os melhores presentes para você

Ashram de Bangalore (Índia)

12 de novembro de 2009

O segundo dia do programa avançado de meditação em canará1 teve canções de profundo significado sendo cantadas no satsang. Um participante tinha composto uma canção baseada na sabedoria aprendida no dia anterior.  A canção era uma declaração ao belo “eu não sei” e a percepção da mente tola que pensa que sabe.

Sri Sri: Sabe, quando se aceita que se é tolo, na verdade se é inteligente. O verdadeiro tolo não reconhece sua tolice. Nós estamos num universo cheio de segredos. Nós estamos flutuando num oceano de segredos infinitos. Há infinitos segredos em cada átomo. A ciência tenta descobrir e revelar estes segredos mas a tentativa é como tentar descobrir um oceano num pequeno barco. Tão pequeno e há tanto para descobrir, que é impossível. E quando a ciência tenta descobrir um segredo, outros dez surgem. Nenhum cientista pode dizer “eu sei todos os segredos do universo”. Ninguém pode dizer isto. Quanto mais a ciência descobre, mais descobre que muito mais é desconhecido, é segredo. Então, ame o segredo! Honre o segredo! Isto é Chidambara rahasya. Há segredos infinitos na consciência. Você não pode entender todos eles. O céu é infinito. Como o céu, os segredos são infinitos. Nossos ancestrais honravam o segredo. Um mantra é mantido em segredo quando nós queremos fazer japa (canto). O que você mantém em segredo, cresce. Nós não expressamos nosso amor, nós não dizemos “eu te amo” todos os dias. Quando estamos profundamente apaixonados, apenas uma olhar é suficiente. Algumas vezes, se o dissermos muitas vezes, o amor diminui. Se você não se expressa, também não adianta. Há o jeito apropriado de expressar suas experiências na vida. Deve ser como plantar uma semente. Ela deve ser plantada a alguns centímetros de profundidade, não na superfície nem muito profundo. Assim, o relacionamento dura toda a vida. Nenhuma criança diz para a mãe “eu te amo” todo o tempo – é mostrado através das ações. Um iogue sempre faz as coisas com moderação- nem muito trabalho nem muito sono. Nem muita comida nem muito jejum é favorável. Não é uma solução favorável. Se você não come por dias ou faz coisas desse tipo, é tanto uma tortura para seu corpo quanto para sua alma. Então, tenha moderação em sua comida, interações e fala. Então o yoga siddhi (estado de perfeição) é obtido e todas as tristezas desaparecem.

Então, para ficar livre da tristeza, continue e fazer seu sadhana e meditação.  Meditação acontece. Nós não temos que fazer esforço. E a solução para se libertar de qualquer obstáculo para meditar é sentar-se naquele belo espaço do “eu não sei”.

No templo Chidambaram, há uma tela e atrás há apenas uma parede. Parece que você está se curvando para uma parede, mas há um significado mais profundo por trás.  Significa akasha tattva (o princípio do espaço). Quando você move a tela, o espaço é revelado. Quando você remove o véu de ilusões e desejos, você percebe o vasto infinito espaço interno. Por alguns momentos sua mente se livra dos pensamentos. Você percebe que há alguns segredos sobre os quais temos um pequeno vislumbre como num flash e esta experiência traz transformação na vida.

P. Como você vai além do carma? Quando ele começa e quando termina?

Sri Sri: Quando começou o mundo?

Público: Eu não sei!

Sri Sri: Quando o mundo terminará?

Público: Eu não sei!

Sri Sri: Esta questão é também assim. Nós não sabemos quando o ciclo de carma começou. Nós não sabemos o começo, mas as sementes do carma podem ser queimadas no fogo do conhecimento.

P. Guruji, porque nós temos que sofrer por nossas impressões passadas, se no presente somos inocentes?

Sri Sri: Se você plantar um coqueiro em três anos você desfrutará do coco. Você coloca dinheiro no banco e o espera de volta com juros, não é? Você concordaria se o banco dissesse para se esquecer porque foi há muitos anos que você depositou o dinheiro? Você só quer os frutos favoráveis! Nós precisamos perceber, aceitar nossos erros e seguir em frente. Então, a intensidade do carma diminui. Pedir perdão por todos os erros feitos consciente ou inconscientemente faz parte dos nossos pujas também.

P. Guruji, há tantos líderes espirituais! Nós temos que visitar a todos e ler todos os ensinamentos?

Sri Sri: Respeite e honre a todos. Siga um caminho. Suponha que você encontre quatro gurus e receba quatro mantras e técnicas. É como tentar atingir seu destino em quatro barcos diferentes ao mesmo tempo! Você não chegará a lugar nenhum.  Se você tinha um guru antes e veio aqui agora, saiba que ele te mandou para cá. Até mesmo dizer “todos os gurus” é errado. E todos os mestres querem apenas sua felicidade. Quando você quer cavar um poço, se você cavar dois metros em dez lugares diferentes, você não achará água. Você precisa ir mais fundo só em um lugar. Não há necessidade de ir a todos os lugares. Quando você tem fé em um caminho e segue em frente, você chegará ao seu destino.

P. Como eu me liberto das fraquezas? Fazer puja ajuda?

Sri Sri: Satsang, meditação e pranayama é o melhor presente para você. Cantar os mantras e fazer pujas tem seu lugar. Não se preocupe muito com isso. Medite e faça um pouco de puja. Não abandone completamente nem  exagere.

P. Como eu vejo Deus?

Sri Sri: Você viu a brisa? Mesmo assim você sabe que ela está lá. Você pode sentí-la. Similarmente, você não pode ver Deus mas seu coração sente a presença, o prana (força da vida).

P. Guruji, você tem dito para amarmos o segredo, mas eu me sinto curioso em saber!

Sri Sri: Curiosidade é natural. Ela aguça o intelecto. Amar o segredo refina o nível do sentimento. A vida é um equilíbrio entre intelecto e sentimento.

P. Tecnologia e ciência têm avançado tanto, quando a espiritualidade crescerá?

Sri Sri: Já está acontecendo. Tantos de vocês estão aqui. Em nosso país, ciência e espiritualidade não estão em conflito. Eles se complementam. Ambos são necessários. Bhava (nível do coração) e buddhi (nível da cabeça) são ambos necessários. Quando você vê TV, ver e ouvir são importantes.

P. Guruji, quando eu ouço que o mundo acabará em 2012, acho que é uma benção disfarçada para mim porque eu sou capaz de parar minha correria e realmente olho para mim mesmo e faço as coisas que eu quero fazer. Posso trazer algum sossego para minha mente.

Sri Sri: Pralaya (dissolução) pode acontecer a qualquer momento. Milhares de buracos negros podem engolir sistemas solares, o sol está cuidadosamente se movendo entre eles. Se dissolução vai acontecer ou não, você deve manter sua calma e trabalhar para defender a justiça e a verdade sem ficar preso a desejos e aversões. Faça o que puder.

1Canará ou canarês ou canadá, em inglês Kannada, é uma das principais línguas dravídicas do sul da Índia e uma das mais antigas do país.

© Fundação Arte de Viver

Onde há sede, água também será disponibilizada.

P: Guruji, alguma mensagem particular que você deseja nos dar, qualquer coisa?

Sri Sri: Tenham uma visão. Andem com confiança. Eu estou com vocês. Caminhem com esta visão na sua vida e compartilhe esta alegria com os outros. A felicidade que nós obtivemos, nós precisamos trazer esta alegria para as pessoas a nossa volta, vocês não acham? Quantos de vocês sentem que suas vidas se transformaram?

[Público: Sim]

É nosso dever compartilhar e divulgar a felicidade que nós obtivemos.

P. Guruji, eu fiz o curso há alguns dias e minha experiência foi impressionante. Eu sou de Dhanbad em Jharkhand e eu quero que várias pessoas de Dhanbad vivenciem isto. Eu desejo que você vá lá para falar com os jovens e guiá-los no caminho certo.

Sri Sri: Sim, é claro.  Você trabalhará lá.

P. Guruji, você me abençoa?

Sri Sri: Você tem muitas bênçãos. Uma chuva de bênçãos em abundância.

P. Guriji, eu te amo.

Sri Sri: Você não tem escolha.  Eu não te dou outra opção.

P. Guruji, por favor, leve-nos com você. Eu preciso ter uma longa conversa com você. Não é possível fazê-lo me um minuto. Nós temos que ir para a faculdade em 5 minutos. Por favor, faz algum milagre para que possamos passar o dia com você.

Sri Sri: Para onde levá-lo? Eu estou em todos os lugares. Eu fico indo e vindo. Você está estudando no momento. Faça seus estudos corretamente, ok?

P. Guruji, eu te amo e por favor fique comigo todo o tempo.

Sri Sri: É claro.

P. Guruji, quando você virá a minha casa? Eu quero fazer pudim de arroz (kheer) para você e servi-lo.

Sri Sri: Se você quer fazer um pedido, então faça um grande pedido. Este é apenas um pequeno pedido. Se muitas pessoas desejarem a mesma coisa, então eu terei que mudar meu nome para Ganesh. Então, faça o pedido que todos parem de beber álcool e drogas, e tenham interesse por meditação. Mais e mais pessoas andem no caminho espiritual e comecem a viver no conhecimento. Descarte seus pequenos desejos e comece a abençoar as pessoas com o desejo que seus trabalhos sejam feitos. Este conhecimento tem tamanho poder, que você pode fazer qualquer coisa neste mundo. Você começa com a força de vontade, poder da mente. Quantos de vocês já vivenciaram isto? Vê, várias pessoas tem esta experiência. Você sabe que subirá de sucesso em sucesso. Não há opção de descer.

P. Você pode nos falar algo sobre ego e entrega?

Sri Sri: Ego é algo que restringe seu florescimento. Ego é você não ter suficiente confiança em si mesmo. Ego é não querer ser um tolo. Quem não quer ser tolo acaba sendo tolo. Então, você não tem escolha. Você ou aceita que é um tolo e se torna sábio ou não aceita que é um tolo e vira um de verdade. O ego não gosta disto. Ele diz: ‘eu não sou um tolo. Eu sou alguém’. Tenta impressionar alguém e se torna um verdadeiro tolo. Entendeu? Autoconfiança e o que te dá conforto. Um sentimento caseiro, simples, um senso de naturalidade com todo mundo. Senso de pertencimento com todos. E não se importando de ser um….

[Público: Tolo.]

P. Guruji, há alguma mensagem especial para nós?

Sri Sri: A mensagem especial é que você é muito especial. Todos vocês. Quando eu digo você, não é para uma pessoa só, mas pra nós. Todos vocês são muito especiais.

P: Um marido pode jejuar por uma uma boa esposa no Karva Choth (festival hindu)?

Sri Sri: Quando você faz jejum, todo o seu corpo se limpa. As toxinas são removidas do seu corpo e sua mente fica mais aguçada. Assim, qualquer desejo, qualquer meta que você tenha na mente, se realiza. Isto é a fé, uma lei e também tem base científica. Mas junto com jejuar, você precisa reforçar a determinação na mente. Assim, durante este dia, você deve ter apenas um pensamento na sua mente, que coisa boa aconteça para sua esposa. Nos tempos antigos, as pessoas costumavam jejuar com apenas este desejo. É tudo o poder da mente. É isto. Mas se sua mente está em algum outro lugar e você não come, então não haverá muito benefício. Sim, mas a máquina (corpo) ganha um pequeno descanso. O fígado fica funcionando 24/7. Então, este é um jeito de dar-lhe um descanso. Ok?

P:O que é sattva e qual sua contribuição nas nossas vidas?

Sri Sri: Sattva significa aquilo que traz harmonia, aquilo que faz você feliz, aquilo que faz você entusiástico, aquilo que traz conhecimento. Isto tudo é sattva.

Rajas faz você ir muito acima ou muito para baixo. Ou você fica muito excitado e sente que nem consegue segurar esta excitação ou fica muito para baixo. Isto são rajas.

Tamas é quando você se sente tão preguiçoso e tão negativo que você não quer fazer nada. Você não gosta de ninguém. Isto é tamogun. Então, quando você sente tamogun, levante-se e comece a trabalhar, então rajogun virá. Então, quando você estiver muito ativo, eu diria apenas para se recostar e relaxar, então você chegará a sattva. Assim, antes da meditação, faça algum exercício. Quando você o faz, o desassossego ou rajas dentro de você, se acalma. Então, você é capaz de meditar. Isto não aconteceu com vocês hoje? [Público: Sim]. Quantos desfrutaram da meditação? Levante a mão. [Várias pessoas levantam as mãos]. Vocês meditaram aproximadamente 20 minutos.

P. Como podemos superar os nossos sentidos?

Sri Sri: Vocês estavam agora sentados em meditação? Seus olhos estavam fechados? Vocês tinham algum desejo além do de ouvir minha voz? Isto significa que de um jeito, os ouvidos estavam fechados. A boca também estava fechada? Vocês não falavam nada? Então, todos os sentidos estavam abafados, só então você é capaz de meditar. Meditação aconteceu, sim? Quando você dorme 6 a 8 horas, você permanece nos seus sentidos ou em não-sentido.Vocês está entendendo? Então, descanse. Fique satisfeito na sua mente. Seja feliz. E quando você estiver em estado de amor divino, nada vai aborrecê-lo. Veja, durante as provas, a luxúria não te perturba. Quando te perturba? Quando você não tem nada para fazer, quando você se senta desocupado, não é?

P. Isto é para a juventude do Yes!+. Que seva/serviço pode ser dado para os jovens do Yes!+? Nós dizemos a eles para organizarem cursos e trazer conhecimento para mais pessoas. Isto é suficiente ou há mais alguma coisa que posse ser feita?

Sri Sri: Você sabe que pode fazer estas coisas.  Acelere, e principalmente sugira às pessoas a fazerem mais meditação e cursos.

P. Como tomar as decisões mais importantes na vida, as decisões que mudem sua vida inteira?

Sri Sri: Até agora quais foram todas as decisões você tomou? Você está feliz com estas decisões?

[Resposta: um pouco sim, um pouco não.]

Então, a vida continuará assim, entendeu? Algumas vezes você toma boas decisões, então você vê o lado positivo. Veja, tudo tem um lado positivo e tudo têm seus lapsos. Então, se você focar apenas nos lapsos, então todas as decisões que você tomar, você se arrependerá. Mas se você vir o lado positivo, você ficará feliz e contente. E quando mais feliz e contente você estiver, mais coisas assim acontecerão na sua vida.  Entendeu?

P. Eu não consigo as coisas com facilidade na vida. Recentemente, meu caso estava evoluindo e foi recusado.

Sri Sri: Ouça, você criou esta noção na sua cabeça, que você não consegue as coisas na vida com facilidade. Quem te disse isto? Primeiro, remova este rótulo da sua mente, ok? Seja lá o que você quiser, você pede e segue em frente com confiança, ok? Não pense que você sempre falha, que suas coisas começam ao acaso. Isto está errado. Não acontece deste jeito. Todos enfrentam problemas inicialmente. Nunca aconteceu de ninguém enfrentar nenhum problema inicialmente, e nunca acontecerá deste jeito.

P. Eu fiz o curso básico há 4 dias. De alguma forma eu consegui ter coragem para fazer esta pergunta. Eu nunca ouvi você antes. Mas neste momento eu estou sentindo algumas vibrações. É diferente. Não sei se eu sou capaz de expressar isto ou não. Eu quero perguntar, qual é a essência, o poder em você?

Sri Sri: Não tenho a menor idéia.

P: Como nos libertamos de carma ruim de vidas passadas?

Sri Sri sings “Paap kya punya kya to bhulade, kal kal kal ki chinta mitade”.

Esqueça-se do que é carma ruim, do que é bom carma, liberte-se das preocupações com o amanhã. Não há nada melhor que Pranayama, que pode te libertar de suas impressões passadas. Seva, satsang e sadhana. (Serviço, dança e celebração e práticas espirituais).

P. Eu tenho ouvido suas palestras e lido seus textos de conhecimento. Agora eu quero atingir o nível onde eu seja capaz de viver este conhecimento, ser sensível como você, sendo capaz de escutar as dores das plantas também. Eu também quero atingir este nível.

Sri Sri: OK, onde há sede, água também será disponibilizada. E se você tem conflitos na sua mente, não se preocupe. Os conflitos na mente não estão reduzindo? Isto continuará a acontecer. Aumente o nível de Sattva em você e os conflitos não permanecerão com você, por muito tempo.

P: Eu não sou capaz de manter nenhum trabalho que faço. O que devo fazer?

Sri Sri: Seja qual for o trabalho que você faz você não é capaz de mantê-lo por muito tempo. Você não precisa mantê-lo por muito tempo. Você o mantém por algum tempo ao menos? Algum tempo? Bom. Então, aos poucos aumente esta permanência um pouco mais tempo, um pouco mais tempo, um pouco mais tempo.

P. Algumas vezes eu fico confuso se é minha mente ou se é meu verdadeiro ser. Como eu posso esclarecer qual é qual?

Sri Sri: Você sabe que as dúvidas sempre vêm quando algo é positivo. Você sabia disto?  Quantos de vocês não sabem? Levantem as mãos. Você sabe se alguém lhe diz: “eu te amo muito”. Você diz: “verdade?”mas se alguém lhe diz: “eu te odeio”, você nunca diz: “verdade?”, correto? E similarmente, você duvida das suas capacidades; você nunca duvida das suas fraquezas. Se alguém lhe pergunta se você é feliz, você diz: “oh, eu não tenho certeza!”.  Mas você tem certeza sobre sua depressão. Correto? Então, é por isso que nossas dúvidas são sempre sobre algo que é positivo. Nós duvidamos da honestidade de alguém, nós nunca duvidamos da desonestidade de alguém.

P. O que você quer dizer por ateu?

Sri Sri: Ateu? Você sabe que é muito difícil ser um ateu. Porque um ateu diz: “eu não acredito em nada”. Se ele

Realmente não acredita em nada, então ele não deve acreditar nas palavras que ele está dizendo. “Digo, eu não acredito em nada exceto em mim mesmo.” É isto que ele deveria dizer. E pergunte-lhe: você realmente acredita em tudo o que diz? Então, isto significa que você estagnou. Você não está progredindo. Porque quando você progride na vida, tudo muda. Então, é extremamente difícil ser um ateu. Se você é um ateu, você deve dizer: eu não acredito em nada, o que significa que nem na palavra que você fala você acredita. Entendeu?

P. Guruji,  no seu conhecimento semanal você tem dito para nunca termos ambição. Você pode comentar sobre isto?

Sri Sri: Eu não disse assim. Seja ambicioso, mas não seja super ambicioso.

(Do escritório de Sua Santidade Sri Sri Ravi Shankar)

© Fundação Arte de Viver

‘Mergulhe na sua consciência que é a encarnação da felicidade’

O que Sri Sri disse hoje

Índia (Centro Internacional da Arte de Viver, Bangalore), 6 de setembro:

P: Se devemos dar nossos cem por cento a tudo que fazemos, multitarefa é uma boa ideia?

Sri Sri: Sim. Você tem que se desenvolver numa pessoa multifacetada. Para alcançar isto, você precisa de foco. Dê seus cem por cento e cresça numa pessoa multifacetada. Dê seus cem por cento quando come, anda ou medita. Você tem tantas capacidades. Não subestime sua capacidade. Quando você estiver muito disperso ou estressado, apenas foque-se em uma tarefa e expanda suas capacidades. Se você trabalha bem em equipe, então você pode fazer isto, definitivamente.

Q. Por favor, você poderia nos dizer o que fazer para que você fique orgulhoso de nós?

Sri Sri: Eu já falei isto. Todos os cinco pontos que você aprende no curso da Arte de Viver. Conheça-os de um nível existencial, do seu coração e ser, não só da cabeça.

Valores opostos são complementares. Aceite as pessoas e as situações como elas são. Não se deixe levar pelas opiniões das outras pessoas. Dê seus cem por cento. Perdoe e esqueça o passado. Você pode me fazer orgulhoso sendo útil à sociedade, não desperdiçando seu tempo. Mantenha-se ocupado.

P: Como abandonar lokeshna (desejo de ser elogiado pelas pessoas), putreshna (desejo de ter filhos) e vitteshna (ambição e influência do dinheiro)?

Sri Sri: Bhakti (devoção) é uma maneira fácil de livrar-se de todos estes desejos. Em devoção, estamos prontos para morrer e nada parece ser um aborrecimento. Um devoto não questiona lokeshna, pois devotos estão sempre loucos (amando). Para um devoto, todos parecem ser seu próprio filho,  então não há putreshna.

Vitteshna também será abandonada, pois um devoto terá todos os siddhis (poderes) e conseguirá tudo que quiser porque o Mestre do mundo pertence a ele.

Não precisa tentar e se esforçar para livrar-se disto. Isto acontecerá naturalmente. Uma vez que você sabe que tem este eshna (desejo), metade disto acaba e o resto vai embora quando você se rende ao Divino.

Ainda, se putreshna vier a você, somente cumpra seu dever com suas crianças e fique em paz. Não tente lutar contra isto.

P: Como fortalecer o desapaixonamento?

Sri Sri: Sem desapaixonamento, sadhana (práticas espirituais) não vão funcionar. Quando a mente está confusa, então sadhana não acontece. Quando existe desapaixonamento, sadhana torna-se muito simples. Também com sadhana a mente fica limpa e o desapaixonamento surge.

P: Como desenvolver interesse pelo que não gostamos, por exemplo, por estudos e pranayama?

Sri Sri: Não é necessário fazer só o que você gosta de fazer. Saiba claramente que estudos são para o seu bem. Caso contrário a vida não vai acontecer! Você não escova seus dentes todos os dias com amor. Se você não gosta de escovar e para de fazer isto, você perderá seus dentes. Você sabe que isto é bom para sua saúde e que é vital fazer isto.

Do mesmo modo, há algumas coisas imprescindíveis na vida – estudar é uma delas. Tenha o hábito de ler uma escritura como a primeira coisa do dia.

Semelhantemente, faça pranayamas por 10 minutos pelo menos. A respiração vai fluir de qualquer jeito. Dê uma direção a ela aqui e ali. Se ela mantém as doenças longe, então por que não?

Como você escova seus dentes para higiene bucal, pranayamas mantêm sua higiene mental!

Para ter um intelecto aguçado, você precisa estudar, caso contrário você vai lamentar isto mais tarde.

Você compra um vestido na loja e quando você chega com ele em casa, você não gosta mais dele. Ioga de Buddhi (Ioga do Intelecto) é a melhor. O karma de Manmaani, seguir seus sentimentos, é um convite à infelicidade.

P: Como trazer naturalidade com habilidade? Uma pessoa hábil não está sendo artificial?

Sri Sri: Não há choque entre habilidade e naturalidade. Você está se preocupando desnecessariamente. O senhor Krishna era sahaj (natural) e kushal (hábil).

Não confunda kuyukti (manipulação) com kushalta (habilidade). Habilidade combina com naturalidade e não com manipulação nem traição.

Naturalidade e simplicidade não significa ser idiota nem inapto.

Acredite que você é inteligente, habilidoso e natural.

P: Como aumentar nossa competência em receber conhecimento?

Sri Sri: Somente tenha sede, isto vem naturalmente. Não precisa ter competência especial, uma simples sede é suficiente.

P: Como reconhecer e soltar o senso de fazedor a que nos agarramos?

Sri Sri: O senso de fazedor leva à sufocação, infelicidade e culpa. Saiba que quando você é natural e se rende, o senso de fazedor se dissolve automaticamente. Renda-se só ao que já aconteceu, ao que é passado. O futuro está fora de seu controle de qualquer jeito.

Carregamos a mente com memórias do passado. Deixe ir o acontecimento que passou e deixou sombra, impressão na consciência. A que mais você pode se render? Dinheiro, plantas, etc, já pertencem ao Divino. Renda-se ao senso de fazedor – “meu”, “eu” é rendição.

P: Ashwathama (do Mahabharata) é supostamente imortal. Você sabe sobre isto?

Sri Sri: Todos os seres são imortais. O termo “imortal” pode ser usado em dois sentidos.

Um – como estando vivos na memória. Como Rama, Krishna, Buddha são nomes, personagens e impressões em sua consciência.

Dois – literalmente falando, significa que o espírito nunca pode morrer.

Kansa, Ravana, Krishna e Rama são todos imortais na forma da Consciência Suprema. Quando alguém importante morre, desejamos que eles sejam imortais. Mesmo quando os corpos morrem, seus nomes são lembrados durante anos. As pessoas são lembradas por sua coragem durante séculos.

P: Como decidir qual o tempo e o lugar certos para começar alguma coisa?

Sri Sri: Você tem um intelecto. Por que você não o usa? Use sua viveka (discrição) e buddhi (intelecto). Quem sempre lhe responde? Por quanto tempo alguém pode lhe dizer o que fazer? Se você tem que tomar uma grande decisão, então você pode consultar-se com alguém experiente. Caso contrário, tome suas próprias decisões – ainda que erre nos primeiros momentos.

P: Mesmo no Indralok (céu), apsaras (ninfas celestiais) como Menaka e Urvashi foram usadas. A mesma coisa continua até agora na terra. Por que é assim?

Sri Sri: Menaka e Urvashi foram feitas para dançar no Indralok e histórias como estas servem apenas para lhe dizer que, o que quer que exista no mundo, existe no céu também.

Dizem que há sukh (alegria) no céu mas não há amor lá. Não imagine que o céu esteja em algum outro lugar.

Mergulhe na sua consciência que é a encarnação da felicidade. A alegria derivada do mundo exterior é limitada. Para explicar isto, tais histórias foram criadas.

No céu também há apego e queixas. Seres se apaixonam uns pelos outros e também brigam. Então não há muita diferença entre céu e terra. Melhor fazer desta terra um céu, ficar livre dele e mergulhar na consciência feliz. Isto é a saar (essência) de sadhana.

P: O que é atma (alma) e paramatma (Ser Supremo)?

Sri Sri: Primeiro, entenda atma. Além dela, existe paramatma. Estes são os dois lados da mesma moeda.

Atma significa “eu”. Há duas espécies de “eu”. Uma é o ego, que diz que eu sou alguma coisa.

E o outro eu, o maipan (consciência da existência de “eu”) em nós, é de onde escutamos, compreendemos e não fazemos nada. Isso é atma. Uma vez que nós experimentamos isto, nós vamos além do primeiro “eu”.

Podemos ver que minha alma está em todos. Então dizemos sohum – eu sou isso. Não há diferença entre Ele e eu.

P: Tenho que escolher entre minha família e o conhecimento, porque eles não estão no conhecimento. Sinto-me sufocado e desejo deixar a minha família. O que fazer?

Sri Sri: Você recebe conhecimento para que permaneça na família e dê conhecimento a eles. Faça isto com habilidade. Um médico é necessário só para pacientes. Nem todos os pacientes são curados pelo médico, mas mesmo assim eles não param o tratamento.

Dê a eles o máximo que puder de conhecimento com habilidade. Não tente ostentar sua sabedoria. Eduque-os, aconselhe-os, mas não seja levado pela força da ignorância deles.

Agarre-se ao satsang com uma mão. Também, quando alguém experimenta o gosto do satsang, não é fácil livrar-se dele.

Você é muito poderoso. Ore e tenha a sankalpa (intenção) de que sua família fique interessada pelo conhecimento. Isso faz diferença. Ignoramos o poder da mente, a força da sankalpa. Essa é a razão pela qual nós permanecemos infelizes.

P: Há uma maneira de entender o curso do karma?

Sri Sri: Gehana Karmonogati – quem sabe o caminho do karma? Isso é muito profundo. Até mesmo grandes sálvias se confundem sobre o que é karma e o que deve ser feito. Isso nunca acaba. Toda ação terá algum defeito.

Não existe um padrão para medí-lo. Jains colocou Krishna no inferno por causa dos seus pecados de criar muitas guerras. Então eles viram seus bons feitos e o colocaram no céu.

Faça karma de acordo com o intelecto. Uma ação que o inspira com entusiasmo e energia, ainda que tenha defeitos, vale a pena ser feita. Deixar seu karma através de manter-se desocupado é errado.

Existe defeito no melhor das ações. Por exemplo, um professor ganha seu salário ensinando estudantes. Se as crianças nascessem sábias, não haveria necessidade de professores.

O trabalho de um médico depende da doença de alguém. Advogados não seriam necessários se não houvessem discussões. Sua sukh (alegria) depende da briga dos outros. Em cada interação, você verá algum defeito. Se você focalizar nos defeitos de tudo, o mundo não vai funcionar.

Gungrahi (absorva virtudes) – ponha sua atenção onde quer que haja qualidades positivas. O sábio inspira todos pelo seu trabalho. Não há trabalho grande nem pequeno – todo trabalho é respeitável.

(Do Escritório da Sua Santidade Sri Sri Ravi Shankar)

© Fundação Arte de Viver

‘Quando a ação e a meditação são balanceadas a vida floresce naturalmente’

O que Sri Sri disse hoje:

(Centro Internacional Arte de Viver, Bangalore, Índia), 20 de agosto:

P. Como viver sem expectativas?

Sri Sri: Se você souber que a alegria das expectativas é menor que a alegria inesperada, é suficiente. Você não deve tentar conseguir fazer isto, deve acontecer naturalmente.

P. O que é atma (alma)?

Sri Sri: Quem pergunta? Porque você tem vida, você está perguntando. Se você tem uma mente você esta fazendo está pergunta e se você tem um corpo, a mente pergunta.

De um jeito is neti neti (eu não sou o corpo, eu não sou a mente). De outro jeito é ‘eu sou tudo’ (eu sou a mente, eu sou o corpo, eu sou a força da vida). Atma (alma) é o oceano, a força da vida é a onda.

Quem fez este lindo corpo? A atma tem que criar, sustentar e destruir. Do mesmo jeito que a água vira vapor e forma a nuvem. A nuvem, então, dá a chuva. O poder de mover de uma forma para o amorfo está presente em todas as células.

P. Como obter moksha (libertação)?

Sri Sri: Através do conhecimento. Se existe escravidão, existe libertação. Para ser livre da ignorância você precisa de conhecimento. A mente deve voltar-se para dentro. O silêncio leva a mente para dentro de si mesma e ajuda a reconhecer ‘quem sou eu’.

P. Como obter silêncio?

Sri Sri: Esta é a razão de você ter vindo aqui. Com seu interesse crescendo o silêncio se aprofunda. Saber diferenciar o que é permanente e o que é mutante é viveka (discrição). Pensamentos são mutantes mas o conhecimento está conosco.

Numa loja, você compra uma vasilha. A vasilha é permanente mas o leite ou o arroz que você coloca na vasilha não o é. As casas ficarão, mas as pessoas mudam. As pessoas que construíram o templo Tanjore se foram, mas as pedras ficaram. Na nossa vida algumas coisas são permanentes – amor, vairagya (desapego) são assim. Conhecer esta diferença é viveka.

P. O que faz um hábito ser bom ou mau?

Sri Sri: Se você vir aqueles que fumam, são eles bem-aventurados? Não, mas se você disser para eles não fumarem, suas faces mostrarão raiva ou ódio. Não há alegria em fumar, mas há tristeza sem isso – este é um mau hábito.

As práticas que trazem esforço no curto prazo mas felicidade no longo prazo são boas praticas. Saber disto é viveka.

P. Dizem que as mulheres não podem estudar Vedas (escrituras). Por que é assim?

Sri Sri: Em um certo momento, pessoas egoístas disseram isto. Alguns Brahmins fizeram este erro. Mulheres de todas as castas podem estudar os Vedas. Mas você deve transmitir propriamente. Tradicionalmente, se os rituais que seguimos são úteis, então continue. Se são tolos, descarte-os.

P. Qual a importância do rangoli*?

Sri Sri: É nosso costume. Manter-se limpo, tomar banho e fazer um rangoli. Aqueles que vierem vê-lo, mesmo antes de entrarem na sua casa, eles vêm algo lindo. O ambiente fica lindo. Pequenas formigas e insetos desfrutam a comida que é usada para fazer rangoli. Olhem as vilas onde este costume não é praticado – as estradas ficam bagunçadas. Estes pequenos costumes energizam o corpo também.

P. Por que a disciplina é tão importante?

Sri Sri: Disciplina traz liberdade. Quando nós temos disciplina em algumas áreas, temos liberdade nelas também. Bhakti (devoção) é além disto, transcende. Você não precisa praticar disciplina onde há devoção. Você precisa de disciplina apenas para o que não é próximo ao seu coração. Você precisa de disciplina para se exercitar, mas não para jogar críquete. Quando nos temos a sankalpa (intenção) e o fazemos, isto é bom para a gente. Se não fizermos, nada acontece a Deus, nós apenas sentimos a fisgada às vezes.

P. Os mantras podem mudar o que os astrólogos prevêem?

Sri Sri: Mantras têm poder. É bom cantá-los. Isto não significa que o que os astrólogos dizem não é verdade. Nós devemos praticar dana (caridade), yagna (ritual védico) e boas vibrações vêm até nós.

P. O que é carma? Por que algumas pessoas são felizes, algumas são pobres, etc?

Sri Sri: Você entenderá a lei por traz de tudo, quando você explorar seu íntimo.

P. Como fazer com que está vida floresça?

Sri Sri: A vida floresce no descanso. Duas coisas são importantes na vida: quando nós estamos em Nivriti (meditação), nós temos que ver tudo OK e acreditamos que tudo está sendo feito por Deus e Ele está cuidando de tudo. Quando nos fazemos isto, força, sabedoria e devoção aumenta e Pravritti (ação) surge automaticamente. Quando nós chegamos a Pravritti e vemos erros em tudo, nós podemos corrigí-los mas se a tendência de achar erros fica para sempre, nós ficamos frustrados. Então, nós precisamos de um equilíbrio em ambos –‘está OK’ e ‘não está OK’. Nós também precisamos ter a força para corrigir o que não está OK.

Pravitti é saber que se não estiver correto, nós podemos e iremos corrigir. A crença que tudo está OK, estará OK no futuro e ‘eu estou OK do jeito que sou’ é Nivriti.

Quando Pravitti e Nivriti estão equilibrados, a vida floresce naturalmente.

P. Qual o objetivo dos sonhos?

Sri Sri: Há cinco tipos de sonhos:

  1. Sonhos nos quais experiências passadas se repetem na consciência.
  2. Os que mostram desejos e medos.
  3. Sonhos intuitivos – que prevêem o que vai acontecer.
  4. Sonhos que não são relacionados a você mas são ao lugar onde você está dormindo. Por exemplo, se você está dormindo na China você pode ter sonhos em chinês.
  5. Uma mistura de todos os outros tipos.

99% dos sonhos que você tem pertencem a quinta categoria, então é sábio não dar muita importância a eles. O sábio acredita que o próprio mundo é um sonho. Seja o que for que vivenciemos com os órgãos dos sentidos é a impressão do mundo em nós. O que fizemos há algumas horas é apenas um sonho no momento presente. Não há muita diferença entre a memória e um sonho.

*Rangoli- decoração colorida do chão, tradicional na Índia.

(Do escritório de Sua Santidade Sri Sri Ravi Shankar)

© Fundação Arte de Viver