Satsangs :: Amor e Alma

Guruji

Pergunta O que o fez dedicar sua vida para construir um mundo se violência?

Sri Sri Faço-o por causa do meu amor à humanidade.

.  .  .

Pergunta O que você diria para todos aqueles que sofrem de depressão no mundo de hoje?

Sri Sri Primeiramente eu diria que tudo muda. Em segundo lugar, você dever ver a mão do Divino em tudo o que acontece. Em terceiro, olhe a situação daqueles a sua volta e você  certamente encontrará alguém em uma posição bem pior que a sua. Se você puder ajudar aqueles que estão em pior situação que você, sua depressão será suspensa. A quarta coisa é aprender os exercícios respiratórios. Eles podem repelir a depressão antes mesmo dela começar, como as vacinas que removem o perigo de uma doença antes delas surgirem.

.  .  .

Pergunta Qual você considera ser a melhor educação para a alma?

Sri Sri Meditação e compaixão.

.  .  .

Pergunta A alma pode viajar no tempo e espaço?

Sri Sri A alma pode ser comparada às ondas eletro magnéticas. O corpo é como o aparelho de televisão e a alma são as ondas que estão em todos os lugares.

.  .  .

Pergunta O que você diz para aqueles que sofrem dificuldades?

Sri Sri Dificuldades faz você profundo e forte. Tristeza e alegria são complementares. Felicidade causa expansão mas infelicidade traz profundidade. Ambos são necessários.

.  .  .

Pergunta Por que há tanto estresse no mundo de hoje?

Sri Sri Porque as pessoas não aprenderam yoga e meditação. É simples assim.

.  .  .

Pergunta Os pensamentos maus são danosos?

Sri Sri Só se você agir a partir deles. Maus pensamentos e bons pensamentos vêm e vão. Não se prenda a eles. Se você tentar e resistir aos pensamentos maus, eles persistirão. Simplesmente deixe-os ir.

.  .  .

Pergunta Você tem medo da escuridão e do mal?

Sri Sri Não porque eu estou conectado com a luz.

.  .  .

Pergunta O que você diz daqueles que dizem que o verdadeiro amor não existe?

Sri Sri Eu diria que venham para Arte de Viver e aprendam o que é amor verdadeiro.

.  .  .

Pergunta Você é um homem feliz?

Sri Sri O que você acha?

 

.

Leia Mais: EspiritualidadeComo Ser Feliz

© Arte de Viver

Anúncios

Satsangs :: Ego, Tempo, Amor Divino, Pensamento e Alma

Sri Sri Ravi Shankar

Pergunta Você pode nos falar sobre ego?

Sri Sri Ego? Quando alguém lhe insultar, vai lhe dizer o que é isto. Eu não preciso lhe contar. Você faz um bom  trabalho e alguém lhe ignora ou faz um comentário depreciativo: você automaticamente vai saber o que é ego. E o antídoto para o ego é ser natural. Quando você é natural, o ego pequeno não sobrevive, então você se expande. Ou seu ego torna-se tão grande que envolve todos nele. Então ele também não vai lhe perturbar.

Pergunta O que é tempo? O que é vida? Há alguma correlação entre os dois? Existem dimensões paralelas?

Sri Sri Sim. Tempo é a medida entre dois acontecimentos. Espaço é a distância entre dois objetos. A vida está entre o nascimento e a morte. A distância entre nascimento e morte é chamada vida.

Pergunta Sudarshan Kriya é muito curto. Começa e acaba muito rápido. Ele pode ser feito um pouco mais demoradamente?

Sri Sri Quando você está feliz, o tempo passa muito rápido. Pergunte a quem está aqui há 21 dias para o Programa de Treinamento de Professores. Vocês acharam isto curto? (As pessoas levantam suas mãos para o alto). Eles também acham isto muito rápido, porque eles realmente estão aproveitando. Medite depois do kriya curto.

Pergunta O que é amor divino?

Sri Sri O amor, em si, é divino. Quando não existem deformidades, ele é divino. Quando ele é incondicional, ele é divino. As condições, tais como, “eu te amo, então você deve me amar”  vem da mente pequena e do amor pequeno. Amor divino é incondicional. E sempre evolutivo.

Pergunta Qual é a origem do pensamento? Há um pensamento atrás de cada descoberta e atrás de cada infelicidade também. Por que um pensamento ocorre?

Sri Sri De onde estes pensamentos entraram na sua cabeça? Eles entraram na sua cabeça, certo? É melhor você descobrir isto. Antes que ele venha, tente pegá-lo. Quando você olhar para  dentro, você vai descobrir que o pensamento vem de um espaço vazio. Um espaço vazio. E esse espaço vazio é a mãe de todas as invenções, toda criatividade.
Por isso você deve, repetidas vezes, experimentar o silêncio. Você terá pensamentos criativos e inovadores. Nossa mente tagarela todo o tempo, 24 horas. Por isso você deve ficar silencioso. O silêncio aumenta nosso nível de energia, nossa esperteza e nível de consciência. Ele tem um potencial enorme. Imagine alguém com insônia – eles ficam cansados o dia inteiro e não podem dormir à noite também. Eles não sabem como descansar. Tagarelam sem parar.
Você conversa e escuta televisão e rádio continuamente. Somos imergidos em som desde manhã até a noite, da hora que saímos da cama até quando voltamos para cama. Conversa, conversa! Como gastamos nosso cérebro! Não  damos tempo para ele descansar. Há muita desarmonia ao seu redor.
Sabe por que você gosta de música? Porque música é um som harmonioso e todos os sons em desarmonia ficam submergidos nela. Você vai começar a aproveitar a quietude. A harmonia interior e a serenidade são muito mais agradáveis que a melhor música que você jamais poderá ouvir. Não digo que você nunca mais deve ouvir música. Isso é necessário, mas não exagere. Você deve comer, mas você não deve comer demais. Semelhantemente, você deve ouvir música, mas não ficar obcecado com isso.

Pergunta O silêncio é bom, mas na realidade as pessoas que falam mais, ganham mais.

Sri Sri Quando você está com medo e temor, você não fala quando deveria falar. Mas quando você está confiante, você fala onde você precisa falar e não fala quando você não precisa.

Pergunta Como saber que eu tomei a decisão certa?

Sri Sri Apenas aguarde o resultado e você saberá.

Pergunta A Arte de Viver e a meditação encorajam uma mente calma e lenta. No trabalho precisamos ter uma mente rápida e agressiva. Como concilio isto?

Sri Sri Se mentes rápidas e agressivas levassem ao progresso, então Iraque e Afeganistão seriam os países mais prósperos do mundo. O Afeganistão tem violência há mais de 30 anos, eles não viram nada além de guerra.

O Comissário de Direitos Humanos veio ao nosso centro alemão. Ele fez o curso parte I e pediu permissão para fazer sua própria comida. Ele não comia nada. Qual era o problema? Ele pensou que todos no ashram comiam alimento drogado porque todos estavam muito felizes. Ele ficou com medo de comer nossa comida. Então, nosso pessoal falou com ele, e eu também falei com ele. Nos últimos 20 anos, ele nunca tinha visto pessoas felizes. E aqui ele não podia acreditar que as pessoas eram tão felizes. Ele compreendeu que as pessoas podem ficar felizes depois de fazer o kriya. Você não precisa estar drogado para estar alto. Foi muito engraçado.

Pergunta Você disse que o passado é um sonho. As pessoas foram abusadas sexual, financeira e espiritualmente. Tenho pesadelos sobre isto. Como você diz que isto pode ser um sonho?

Sri Sri Escute, pessoas sofreram abuso. As práticas, como o Sudarshan Kriya, pranayama e yoga asanas vão ajudá-las a apagar essas impressões e seguir adiante.

Junto com o kriya, veja o acontecimento inteiro como um filme, um sonho. Este entendimento, sem dar a eles a profundidade da meditação, é incompleto. Este entendimento e as práticas se complementam. É como ver e ouvir televisão. Temos que fazer ambos.

Pergunta Como podemos achar a cura para doenças autoimunes?

Sri Sri Tenha confiança, reze e deixe o resto com o divino.

Pergunta Minha mente está bem mas o problema que eu encaro está com o meu coração. Meu coração guarda problemas. Às vezes eu posso sentir meu coração sangrando.

Sri Sri Leia livros de conhecimento. Escute as conversas de conhecimento. Essa é a razão pela qual eu falei sobre três tipos de conversas de conhecimento.

Patanjali Yogasutras – tudo sobre ioga e mente.

Bhakti Sutras – explica os tipos diferentes de amor.

Ashtavakra Gita – explica todo aspecto de vida e consciência.

Pergunta O que é alma?

Sri Sri Alma é a que pergunta, que entende, que dorme, que faz tudo. Veja, há aspectos diferentes: o ser individual, o pequeno ser e o grande ser. O pequeno ser tem cinco aspectos – ignorância, existência, ego, ânsia, aversão. Volte e veja sua vida: Como você era ignorante e quanta aversão você tinha. Como você está agora? Isto está reduzindo. Uma vez que você reduz estas coisas, você se torna um com o universo.

Leia Mais: EspiritualidadeComo Ser Feliz

© Arte de Viver

Há esperança para toda alma, todo ser humano viver o amor incondicional

Fé e dúvida

A fé traz totalidade para você. Ela junta todas as pontas soltas da sua consciência. Ela integra toda a sua personalidade. A dúvida dispersa você. A dúvida destrói você.

Preocupações levadas embora

Você pode fazer uma experiência: quando você estiver muito preocupado e tenso, sente-se ao lado de um rio fluindo ou água corrente e fique olhando para a água. Após alguns momentos você sentirá como se tivesse um puxão magnético, como se sua mente fosse puxada na direção do fluxo d‘água… e depois de pouco tempo, toda a angústia, desilusão, seja o que for que você tenha, vai embora com a água corrente. Você fica renovado.

Influenciando todos os níveis

Quando você medita, você não apenas traz harmonia para dentro de si, mas você influencia todas as camadas sutis da criação, os corpos sutis dos diferentes níveis da existência na criação.

O corpo humano

Há esperança para toda alma, todo ser humano viver o amor incondicional. Por isso o corpo humano é tão precioso – porque este corpo tem a capacidade de apagar todas as impressões negativas indesejadas.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

© Fundação Arte de Viver

Música, conhecimento e silêncio são ingredientes para o desenvolvimento da consciência

Há três ingredientes essenciais para o desenvolvimento da consciência – música, conhecimento e silêncio.  Conhecimento é compreensão lógica.  Com a prática de alguns momentos de silêncio todos os dias, podemos mudar nossa consciência.  Isso é chamado Patrata.  Construir a capacidade do intelecto pode acontecer em alguns instantes de silêncio.  Isso é tudo que precisamos.  O objetivo da música é levar a um espaço do silêncio e a finalidade do conhecimento é levar a um espaço de surpresa.

Consciência

O que está acontecendo agora?  (Risos) Senso de atenção, certo?  Eu não estou dizendo nada e você está esperando para pegar alguma coisa.  Você está ciente disso?  Ao invés de pegar algo, ponha sua atenção na espera.  Esta é a consciência.  É a consciência meditativa.  Você entende o que eu digo?  O que acontece quando você está atento?  De repente, uma mudança começa a acontecer dentro de você.  Do cenário, você vai em direção ao observador. Agora você é o observador e a paisagem.  Você está me olhando, tentando entender o que estou dizendo.  Leve sua atenção de volta para si mesmo.  Você está sentado…  lendo…

Observe sua respiração.  Em sua mente, entenda uma coisa.  Todo o tempo você está dizendo “sim” ou “não” e tendo um diálogo particular em sua mente.  É como ter um discurso com você mesmo.  Você está entendendo o que eu digo?  A mudança de paisagem para observador acontece com yoga.  Acontece com respiração Ujjai e meditação.  Traz à tona um oceano de compaixão dentro de você.  Torna o intelecto esperto e atento.  Você se torna mais intuitivo e consciente.  Você se torna mais amigável e mais confiante.

3 níveis de confiança

Existem três níveis de confiança.  Primeiro, quando você tem confiança em si mesmo, você é capaz de confiar nas pessoas à sua volta.  Esta é a confiança na bondade das pessoas da sociedade.  Há tantas pessoas boas aqui (risos).  Depois, confiança em algo que não é visto, mas sentido.  Isso é grande demais para entendermos, mas não pode ser desconsiderado.  Por último, há confiança na divindade.  Antes de sua confiança em Deus, você precisa ter confiança na bondade do mundo.  O mundo contém mais coisas boas do que pensamos.  Há apenas poucas pessoas confusas, desorientadas e estressadas, envolvidas em todos os tipos de violência.  Em geral, o mundo é bom.

A primeira lei da espiritualidade

Muitas vezes nós culpamos o mundo e  isso nos leva a culparmos  nós mesmos. A primeira lei da espiritualidade é parar de culpar os outros bem como a si mesmo. Você já deu este primeiro passo?  Você pode fazer isso?  Sem isso, não há nenhum sentido em seguir adiante.  Pare de culpar os outros e a si mesmo.  Então veja o que acontece.  Uma explosão de energia e entusiasmo surge de uma só vez.  Não quero dizer que você nunca deve encontrar defeitos em si mesmo.  Encontre erros em si mesmo e corrija-os.  Você deve reconhecer suas fraquezas e seguir em frente.  Isso é diferente de culpar a si mesmo.  Tenha fé em si mesmo e na bondade da sociedade.  Tenha fé na essência de toda esta criação.

Você usa telefone celular?  Você precisa de chip para que seu telefone celular funcione.  Se você não tem o chip e disca um número, você não consegue falar com ninguém.  Da mesma forma, a maioria das nossas orações não está sendo enviada e é por isso que elas não estão sendo atendidas.  Querido, você não colocou o chip.
Agora, você colocou o chip mas você está no porão.  Novamente o telefone não funciona!  Você está fora de alcance no porão.  Ele não pode pegar o sinal.  Da mesma forma, você precisa de uma bateria.  Você precisa do chip, bateria e alcance, e só então você podeligar pra qualquer um, em qualquer lugar.  Desta forma, nosso espírito precisa estar calmo, sereno e estabelecido. Conhecimento, música e silêncio são as três coisas que tornam a vida completa.  Orações recebem respostas.  Continue a cantar com emoção.  Com fé, silêncio, confiança e conhecimento, as orações são ouvidas.

Vocês todos ainda estão aqui?

O que é esta alma?

Ouvimos muito sobre isso, sobre autorealização.  O que é alma?  O que é Ser?
Quer saber?  Quantas pessoas aqui estudaram Física ou Química?  Todos aqui devem saber um pouco sobre Física.  Nosso corpo é composto de bilhões de células.  Cada célula do corpo tem uma vida.  Você usa esfoliante para se livrar das células mortas da pele.  Assim, muitas células nascem e morrem todos os dias.  Você não é um indivíduo –  assim é como os antigos rishis ou sábios diziam.  Você é uma cidade ambulante.  Purusha é uma cidade.  A alma vive na cidade ou no corpo que se move ao redor.  Você sabia que em seu intestino há 50 mil bactérias?

Este corpo está mudando todos os dias.  Contudo, algo também não muda.  Para entender isso, você deve estudar uma colméia.  Você já viu uma colméia?  O que a mantém lá?  A abelha rainha.  Uma vez que a abelha rainha sai, tudo desaparece.  Da mesma forma, seu corpo é composto de bilhões de átomos.  Há uma abelha rainha em seu corpo.  Cada corpo é uma colméia cheia de mel.  Localize a abelha rainha dentro de si e isto é meditação.  Bilhões de átomos estão presentes em todo seu corpo.  A  mesma coisa ocorre no corpo humano, no de uma formiga ou de um elefante.  A dimensão externa do corpo é irrelevante.  É o desconhecido ou atma (Ser) que não muda.  Ele sempre permanece.  Nada pode abalar você com esse conhecimento.  Você vai se sentir em casa com todo mundo.  Nada vai te incomodar.  Esta é a essência da espiritualidade.

Contnua no próximo post …

Os cinco Níveis do Corpo

Continuação da postagem anterior:

Nós todos temos 5 corpos. Nosso primeiro corpo é nosso meio ambiente. Se existe veneno no ambiente, este corpo físico nosso não poderá existir. Isso é chamado de Annarasmaya kosha. O alimento não é apenas o que você come. O meio ambiente é também alimento! O ar é alimento para nossos pulmões. A água também é alimento. O calor ou aquecimento é também um tipo de alimento. Se você está num lugar em que a temperatura está em 40 graus centígrados, então não importa o que você tem de alimento, mas não será capaz de sobreviver. Assim, o calor é um alimento para nosso corpo. Outro alimento, certamente é aquele que comemos. A paz e a alegria são um alimento para a alma. Nosso meio ambiente é nosso primeiro corpo.

O segundo é o Pranamaya kosha, que é energia, força de vida. Você pode sentir quando a energia está baixa ou quando a energia está alta. Você vai para um lugar no qual há pouca energia e sente vontade de sair correndo dali. Você vai para um lugar no qual há muita energia e sente vontade de ficar por ali. Quantos aqui já passaram por esta experiência?

Você consegue sentir em seu corpo os efeitos de se comer alimento fresco e congelado. Alimento fresco tem mais prana e os congelados têm bem pouco prana. Do mesmo modo, você sente a diferença ao comer legumes frescos ou legumes cozidos ou assados demais. Então, o segundo corpo é o Pranamaya kosha.

Daí vem a respiração. Você pode alimentar seu corpo, mas se ele não estiver respirando, ele vai parar debaixo da terra ou vai se tornar cinzas. Nosso corpo físico tem valor por causa do prana, porque você respira. Noventa por cento das impurezas do corpo são eliminadas pela respiração. Somente dez por cento são eliminadas pela urina, fezes e suor.

Então o próximo é a mente – Manmaya kosha, os pensamentos na mente. Você está consciente dos pensamentos que estão em sua mente?

Essa é a quarta camada de nosso corpo. A quinta é a benção. Então estas são as cinco camadas do corpo em que temos.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri


‘Mantenha sua mente em paz’

O que Sri Sri disse hoje:

Índia (Arte de Viver, Centro Internacional, Bangalore). 10 de Setembro:

P: Se mukti (libertação) é a nossa natureza, então porque somos escravos?

Sri Sri: Quem diz que mukti é a nossa natureza? Nossa natureza é a bem-aventurança. Amor e divertimento podem te escravizar, se estão destituídos de conhecimento. Com conhecimento, o mesmo amor, o mesmo divertimento te lideram à experiência da libertação.

Libertação e escravidão andam juntas. Se existe libertação, existe escravidão, e vice-versa. A libertação é valorizada devido à escravidão. Se não existe escravidão, de que seria preciso se libertar?

Similarmente nós podemos ser libertados, e é por isso que sentimos a escravidão. Com o desejo pela libertação nós descobrimos que somos escravos. Se o desejo por libertação não surgiu então você nem saberá o que é escravidão.

P: Às vezes, fazendo seva, eu perco o interesse. Como evitar isso e qual deve ser a razão para isso?

Sri Sri: Viva a vida com moderação e equilíbrio. Quando você tenta evitar a situação, ela persiste. Upanishads dizem tat vananeeta upasita, adore o Senhor como se ele fosse uma floresta. A floresta tem tudo – tigre, ovelhas, vaca, papagaio, corvo, flores e espinhos.

Está sempre em harmonia. Nós nunca vemos desequilíbrio em uma floresta. Ela é completa em si mesma, é pura e existe espaço para todos dentro dela. Adore o Divino como se fosse uma floresta, com completude e serenidade.

Similarmente na vida, às vezes existe felicidade, às vezes tristeza. Quando alguém tenta escapar de uma situação, então ela persiste.  Dessa maneira, existe o primeiro princípio da Arte de Viver, aceite as pessoas e as situações como elas são. Este é o caminho de nivriti – quando você tem que se estabelecer em si mesmo. Quando nos estabelecemos dentro de nós mesmos, então nossas capacidades, forças, intelecto e entusiasmo no trabalho aumentam.

Quando isso tudo tiver se elevado, então retorne ao pravritti (ação) e trabalhe com consciência e entusiasmo. Não somente com consciência ou com entusiasmo.

A vida é uma combinação de pravritti e nivriti.

P: O que é jeevan mukta awastha, o estado da libertação da mente?

Sri Sri: O estado em que os quatro desejos jeeveshna, lokeshna, vitteshna e putreshna – acabam ou se dissolvem. Isso é jeevan mukta awastha. Morrer enquanto vivo, sentir que eu não estou lá. O prazer e a felicidade nesse estado não podem ser colocadas em palavras.

P: Eu desejo entregar todos os meus poderes. Me ajude a ter uma visão do Infinito (Brahma Darshan).

Sri Sri: Brahma ka darhan nahi hota hai, Brahma hi toh darshan karta hai – o Infinito não pode ser visto, é o Infinito que vê. Quem vê é Brahma. Não tente ter uma visão disso, somente fique em paz. Entregue o desejo e fique em paz.

Faça aquilo que precisa ser feito, largue aquilo que precisa ser largado e esteja em paz. Esteja em paz antes de fazer algo e esteja em paz depois de ter feito algo. De qualquer forma, mantenha sua mente em paz.

P: Podemos alcançar uma meta dentro do tempo previsto? Por favor, diga uma maneira de alcançarmos cem por cento do resultado.

Sri Sri: Existe um sukti em Sânscrito – Kriya siddi bhavati mahta, kriya siddhi bhavati satve mahta. Um ato é aperfeiçoado por satva. Quanto mais alto alcançar o satvaguna em nós, um ato é alcançado facilmente e sem obstáculos. Quando rajoguna e tamoguna são elevados, então demoramos mais tempo para completar a tarefa.

Assim, para aumentar o satva, mantenha uma dieta sáttvica, medite, faça satsang, pranayama e yoga. Com tudo isso, sadbuddhi  (bom senso) é desenvolvido.

P: Eu desejo parar com vícios de tóxicos e vim até você com muita esperança.

Sri Sri: Bom. Você veio ao lugar certo. Se você deseja se livrar de um mau hábito então existe três formas para fazê-lo.

A primeira é seu amor por conhecimento, o Divino ou alguém querido – sejam os pais ou o Guru. Ao prometer a um ente querido que você vai parar o hábito, será capaz de se livrar dele. Essa é a melhor maneira.

A segunda forma é a ganância. Se você não consumir tóxicos por seis meses então você vai ganhar dez milhões de rupees ou sua sorte irá brilhar e você vai ter êxito em tudo. A terceira é o medo – se um dia você consumir intoxicantes, então você irá perder um milhão ou você terá que sofrer de uma terrível doença.

Mesmo que a ganância ou o medo entrem em você, você irá se livrar do seu vício.

Junto com essas três formas, faça yoga e pranayama. É melhor que junto com yoga e sadhana (práticas espirituais), você faça um voto de que não irá se apegar aos vícios. Faça um voto por quarenta dias, depois seis meses, depois um ano. Depois disso, você terá saído do hábito e não se lembrará mais dele.

P: Não importa quanto eu tente, sempre acabo correndo atrás do Divino. Isso é devoção ou falta de respeito próprio?

Sri Sri: Veja, ninguém pode tirar de você o seu respeito próprio. Mas acontece de devotos às vezes ficarem tão loucos de amor que esquecem todo o resto! Eu diria tudo bem, você já correu o suficiente. Agora sente em um único lugar. Olhe para dentro de si. Quando você olha para si mesmo, então o Divino corre atrás de você. Não somente o Divino, mas todo o mundo vai correr atrás de você! Relaxe e esteja em paz e faça tanto seva quanto puder.

P: Porque o Divino parece tão amável e lindo?

Sri Sri: Veja dentro de si mesmo, você não é menos do que isso!

Jaisa drishti, waisa srithti. Jaisa nazar waisa nazaare, nazariya. Assim como a visão, é o mundo. Somente um joalheiro pode conhecer uma jóia. Somente aquele que é bonito pode reconhecer a beleza. Somente aqueles que são amáveis irão reconhecer o amor, não todo mundo. Mas todos tem a capacidade. Se todos reconhecerem o que está dentro (o amor e a beleza) então todo o mundo parecerá Satyam, Shivam Sundaram. Em todo o mundo será vista a consciência de bem-aventurança.

P: Como manter consistência em todo bom trabalho que a pessoa fizer?

Sri Sri: Depois que isso (a inconsistência) acontece às vezes, você também consegue a resposta. Você passa a perceber que isso deve ser feito e que faz bem fazê-lo.

Você fez algo bom e então largou. Ter largado te deu uma picada de remorso. Então você voltou a fazer e largou de novo. Duas, três vezes quando você sente a picada, você entende que o bom não deve ser parado. Se nós não aprendemos com nossos erros, nunca iremos aprender com alguém nos contando. Seus próprios erros poderão te ensinar mais do que escutar horas de palestras. O que você aprende com seu erro é permanente, o resto é só o que você ouviu.

Então, está tudo bem se você cometeu um erro, mas não continue repetindo o mesmo erro de novo e de novo. Senão você não aprendeu nada! Cometa novos erros mas não repita os velhos. Aprenda com eles e siga adiante.

P: Porque fazer algo errado é mais fácil do que fazer a coisa certa?

Sri Sri: É? Eu achava que uma ação errada requeresse grande esforço. Veja, se você gosta muito de alguma coisa, então toda a sua energia vai naquela direção. É fácil dar um tapa em alguém? Eu não acho. Eu acho muito difícil. Se você acha muito fácil falar palavrões então é devido a um velho hábito. Muitas pessoas não conseguem usar palavras ofensivas, mesmo que quisessem.

Nós temos que trazer a transformação de dentro de nós e trazer os valores humanos para nossa vida. Tente fazer isso. Mesmo que você só tente fazer uma boa ação, o resultado será bom. Mesmo que alguém faça uma ação errada muito facilmente, o resultado será muito ruim.

P: Se a alma é oca e vazia, então como as impressões são formadas nelas?

Sri Sri: Não existem impressões na alma. Impressões são formadas na mente, que é conectada à consciência. A consciência cobre a alma. Somente esta cobertura tem as impressões.

Nenhuma fragrância ou cheiro gruda no espaço, mas somente no espaço dentro do recipiente. Por exemplo, se é mantido alho em um pote, o cheiro continuará lá mesmo depois que o alho tiver sido retirado. Isso é devido ao espaço vazio dentro do pote.

De forma similar, todas as impressões são formadas no corpo grosso e sutil, não na consciência pura. A consciência pura é como o espaço.

P: Por favor explique como é possível dar o meu cem por cento, sem me tornar agitado.

Sri Sri: Esqueça a agitação agora e só dê o seu cem por cento.

(Do Gabinete da Sua Santidade Sri Sri Ravi Shankar)

© Fundação Arte de Viver

‘Quando a ação e a meditação são balanceadas a vida floresce naturalmente’

O que Sri Sri disse hoje:

(Centro Internacional Arte de Viver, Bangalore, Índia), 20 de agosto:

P. Como viver sem expectativas?

Sri Sri: Se você souber que a alegria das expectativas é menor que a alegria inesperada, é suficiente. Você não deve tentar conseguir fazer isto, deve acontecer naturalmente.

P. O que é atma (alma)?

Sri Sri: Quem pergunta? Porque você tem vida, você está perguntando. Se você tem uma mente você esta fazendo está pergunta e se você tem um corpo, a mente pergunta.

De um jeito is neti neti (eu não sou o corpo, eu não sou a mente). De outro jeito é ‘eu sou tudo’ (eu sou a mente, eu sou o corpo, eu sou a força da vida). Atma (alma) é o oceano, a força da vida é a onda.

Quem fez este lindo corpo? A atma tem que criar, sustentar e destruir. Do mesmo jeito que a água vira vapor e forma a nuvem. A nuvem, então, dá a chuva. O poder de mover de uma forma para o amorfo está presente em todas as células.

P. Como obter moksha (libertação)?

Sri Sri: Através do conhecimento. Se existe escravidão, existe libertação. Para ser livre da ignorância você precisa de conhecimento. A mente deve voltar-se para dentro. O silêncio leva a mente para dentro de si mesma e ajuda a reconhecer ‘quem sou eu’.

P. Como obter silêncio?

Sri Sri: Esta é a razão de você ter vindo aqui. Com seu interesse crescendo o silêncio se aprofunda. Saber diferenciar o que é permanente e o que é mutante é viveka (discrição). Pensamentos são mutantes mas o conhecimento está conosco.

Numa loja, você compra uma vasilha. A vasilha é permanente mas o leite ou o arroz que você coloca na vasilha não o é. As casas ficarão, mas as pessoas mudam. As pessoas que construíram o templo Tanjore se foram, mas as pedras ficaram. Na nossa vida algumas coisas são permanentes – amor, vairagya (desapego) são assim. Conhecer esta diferença é viveka.

P. O que faz um hábito ser bom ou mau?

Sri Sri: Se você vir aqueles que fumam, são eles bem-aventurados? Não, mas se você disser para eles não fumarem, suas faces mostrarão raiva ou ódio. Não há alegria em fumar, mas há tristeza sem isso – este é um mau hábito.

As práticas que trazem esforço no curto prazo mas felicidade no longo prazo são boas praticas. Saber disto é viveka.

P. Dizem que as mulheres não podem estudar Vedas (escrituras). Por que é assim?

Sri Sri: Em um certo momento, pessoas egoístas disseram isto. Alguns Brahmins fizeram este erro. Mulheres de todas as castas podem estudar os Vedas. Mas você deve transmitir propriamente. Tradicionalmente, se os rituais que seguimos são úteis, então continue. Se são tolos, descarte-os.

P. Qual a importância do rangoli*?

Sri Sri: É nosso costume. Manter-se limpo, tomar banho e fazer um rangoli. Aqueles que vierem vê-lo, mesmo antes de entrarem na sua casa, eles vêm algo lindo. O ambiente fica lindo. Pequenas formigas e insetos desfrutam a comida que é usada para fazer rangoli. Olhem as vilas onde este costume não é praticado – as estradas ficam bagunçadas. Estes pequenos costumes energizam o corpo também.

P. Por que a disciplina é tão importante?

Sri Sri: Disciplina traz liberdade. Quando nós temos disciplina em algumas áreas, temos liberdade nelas também. Bhakti (devoção) é além disto, transcende. Você não precisa praticar disciplina onde há devoção. Você precisa de disciplina apenas para o que não é próximo ao seu coração. Você precisa de disciplina para se exercitar, mas não para jogar críquete. Quando nos temos a sankalpa (intenção) e o fazemos, isto é bom para a gente. Se não fizermos, nada acontece a Deus, nós apenas sentimos a fisgada às vezes.

P. Os mantras podem mudar o que os astrólogos prevêem?

Sri Sri: Mantras têm poder. É bom cantá-los. Isto não significa que o que os astrólogos dizem não é verdade. Nós devemos praticar dana (caridade), yagna (ritual védico) e boas vibrações vêm até nós.

P. O que é carma? Por que algumas pessoas são felizes, algumas são pobres, etc?

Sri Sri: Você entenderá a lei por traz de tudo, quando você explorar seu íntimo.

P. Como fazer com que está vida floresça?

Sri Sri: A vida floresce no descanso. Duas coisas são importantes na vida: quando nós estamos em Nivriti (meditação), nós temos que ver tudo OK e acreditamos que tudo está sendo feito por Deus e Ele está cuidando de tudo. Quando nos fazemos isto, força, sabedoria e devoção aumenta e Pravritti (ação) surge automaticamente. Quando nós chegamos a Pravritti e vemos erros em tudo, nós podemos corrigí-los mas se a tendência de achar erros fica para sempre, nós ficamos frustrados. Então, nós precisamos de um equilíbrio em ambos –‘está OK’ e ‘não está OK’. Nós também precisamos ter a força para corrigir o que não está OK.

Pravitti é saber que se não estiver correto, nós podemos e iremos corrigir. A crença que tudo está OK, estará OK no futuro e ‘eu estou OK do jeito que sou’ é Nivriti.

Quando Pravitti e Nivriti estão equilibrados, a vida floresce naturalmente.

P. Qual o objetivo dos sonhos?

Sri Sri: Há cinco tipos de sonhos:

  1. Sonhos nos quais experiências passadas se repetem na consciência.
  2. Os que mostram desejos e medos.
  3. Sonhos intuitivos – que prevêem o que vai acontecer.
  4. Sonhos que não são relacionados a você mas são ao lugar onde você está dormindo. Por exemplo, se você está dormindo na China você pode ter sonhos em chinês.
  5. Uma mistura de todos os outros tipos.

99% dos sonhos que você tem pertencem a quinta categoria, então é sábio não dar muita importância a eles. O sábio acredita que o próprio mundo é um sonho. Seja o que for que vivenciemos com os órgãos dos sentidos é a impressão do mundo em nós. O que fizemos há algumas horas é apenas um sonho no momento presente. Não há muita diferença entre a memória e um sonho.

*Rangoli- decoração colorida do chão, tradicional na Índia.

(Do escritório de Sua Santidade Sri Sri Ravi Shankar)

© Fundação Arte de Viver