5 Maneiras de Experimentar a Meditação

meditação

Sri Sri Ravi Shankar em 08/06/2017 – Bangalore, Índia.

Voltar à serenidade que é nossa natureza original é meditação. Alegria absoluta e felicidade é meditação. Prazer sem agitação é meditação. Emoção sem ansiedade é meditação. Um amor sem ódio ou qualquer um dos valores opostos é meditação! Meditação é alimento para a alma, e toda alma anseia pela meditação.

Há cinco maneiras pelas quais se pode experimentar  a meditação. 

1. Através de atividade física:

Ao movimentar o corpo, a mente experimenta um estado de consciência que você pode chamar de meditação. O exercício pode trazer uma certa calma à mente. Não total, mas um certo grau meditativo pode ocorrer através do exercício e da atividade física. Yoga e Tai-Chi são exemplos de maneiras de experimentar um estado mental meditativo através da atividade física.

2. Através de exercícios de respiração e pranayamas:

Através da respiração, a mente se aquieta e pode facilmente entrar em meditação. Isso todos nós podemos perceber através da nossa experiência com o Sudarshan Kriya. Depois de fazer os pranayamas e o Sudarshan Kriya, quando você senta-se para meditar, você entra em meditação sem esforço. Então uma técnica de respiração é outra forma de entrar em meditação.

3. Através de qualquer um dos cinco sentidos:

Através de qualquer um dos cinco sentidos pode-se experimentar um estado livre na mente – sem pensamentos, calmo, com serenidade e beleza interior. 

Se você observar uma criança comendo um pirulito, você pode ver como a criança está totalmente absorvida em apreciar esse pedaço de doce. Naquele momento, se você perguntar à criança qual é o nome dela, ela não responderá! Ela está completamente focada em aproveitar o pirulito. Estar 100% focado em uma determinada atividade sensorial leva você a um estado de meditação.

Você liga uma música e fica completamente absorvido na música, então chega um momento em que você se move além da música. Você já não ouve a música, mas você sabe que você É e que não tem fronteiras. Na linguagem do Yoga, isso se chama Laya Yoga, que significa dissolver-se nela. Isso leva você à meditação.

Qualquer admiração ou espanto também leva você a um estado de meditação. Sempre que um “uau” surge em você, não há mente, não há pensamentos –  você simplesmente É.

Os sentidos de tato, olfato, paladar, visão e audição podem te levar à meditação, desde que você o faça da maneira certa. É preciso certa habilidade para experimentar isso.

4. Através das emoções:

As emoções também podem levar você a um estado meditativo – tanto as emoções positivas quanto as negativas. Um estado de choque também pode levá-lo a meditação. Novamente, é um pouco arriscado.

Sabe, quando você se sente completamente sem esperança, você diz: “Eu desisto!” Isso significa – chega, não aguento mais. Durante esses momentos, se você não cair na frustração, depressão ou violência, você verá que existe um momento que você tem um clique e não há mais consciência. Então, seja através de emoções positivas ou negativas, como o medo, a mente se aquieta, pára. Elas podem leva-lo a esse lugar.

5. Através do conhecimento:

Estímulo intelectual, conhecimento ou consciência podem te levar à meditação também. Isso é chamado de Jnana Yoga. Se você visitar um museu espacial, você estará em um estado de consciência diferente ao sair do museu. Você experimentará uma mudança dentro de você, porque você se viu no contexto do universo. Quem é Você? O que você é? Onde você está? O que você é em relação ao insondável e infinito universo?

 Se você estudar Física Quântica, você começa a ver que tudo são apenas átomos, ou apenas energia. Se você se aprofundar na Física Quântica e então estudar Vedanta ou a Arte de Meditação ou Yoga, você encontrará semelhanças impressionantes. Você verá que a mesma língua está sendo falada.  

Adi Shankaracharya disse: “Tudo o que você vê não existe”. Um dos principais cientistas do nosso tempo, Dr. Hans-Peter Durr disse: “Eu estudei a matéria nos últimos 35 anos, apenas para descobrir que ela não existe! Estive estudando algo que não existe”. Então, através do conhecimento também é possível experimentar um estado meditativo.

 

Experimente este exercício:

Em um dia livre, apenas deite-se em algum lugar ao ar livre e observe o céu. Chega um momento em que a mente fica quieta, não há pensamentos e você não sabe onde está, mas você sabe que você É. Uma experiência do centro em todos os lugares e da circunferência em lugar algum.

A consciência ilimitada pode acontecer apenas observando um espaço vazio, porque nossa mente também é espaço e a consciência também é espaço.

Anúncios

Um pensamento sobre “5 Maneiras de Experimentar a Meditação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s