Sri Sri responde 14 perguntas sobre o Karma

perguntas-karma

 

Pergunta: O que é Karma e como alguém pode aumentar a capacidade de entendê-lo?

Sri Sri Ravi Shankar: Tudo que você fez até agora é Karma. Tudo que você está fazendo nesse momento também é Karma. E tudo aquilo que você vai fazer no futuro; ou a inspiração para cada ação que você ainda vai fazer – isso também é Karma. Tudo que está acontecendo no mundo é Karma.

 

P: Gurudev, muitas vezes a minha intenção não está errada, mas a minha ação é incorreta. Será que vou acumular algum Karma ruim por isso?

SSRS: Se a intenção é correta, não se preocupe com isso. Embora a ação tenha algumas repercussões, não é nada demais quando a intenção é correta.

 

P: Gurudev, as doenças físicas ou enfermidades estão conectadas com o nosso Karma?

SSRS: Sim, algumas estão conectadas, mas não todas. Algumas estão conectadas às nossas ações no passado, e outras são o resultado das suas atitudes erradas do presente. Por isso é chamado de Prajnapradha (uma atitude errada cometida apesar de ter o conhecimento sobre o certo e o errado). Então, quando você não está completamente atento ou consciente, e comete alguma atitude errada, então sua saúde também sofre por isso.

 

P: Uma vida é suficiente para limpar todo o nosso Karma?

SSRS: Sim! Se um quarto está trancado por 20 anos, não leva 20 anos para limpar tudo e trazer luz de volta a esse lugar.

 

P: Ler nos jornais notícias que envolvem atitudes ruins de outras pessoas afeta o nosso Karma?

SSRS: Não, você deve ler isso de forma leve. Se você internaliza isso, sim, afeta sua mente. Do contrário, não afetará nada. Leia de forma leve e esqueça depois. Tudo faz parte do universo.

 

P: Gurudev, quando o momento é bom, todo mundo é bom para você. Então as pessoas são realmente boas ou é a bondade do momento que faz as pessoas boas? Estou confuso.

SSRS: Eu acho que você já sabe a resposta. Existem pessoas que você ajudou noite e dia e mesmo assim se tornaram suas inimigas. Não é? Quantos de vocês já tiveram essa experiência? Você não fez absolutamente nada de errado para uma pessoa e mesmo assim ela se tornou sua inimiga. De forma parecida, você não fez nenhum favor a uma determinada pessoa, mesmo assim ela te ajudou bastante e se tornou sua melhor amiga. Isso já não aconteceu?

Conseguir um amigo ou um inimigo acontece através de algum Karma. Se o momento é bom, mesmo um inimigo age como um amigo. E o seu momento não é bom, mesmo um amigo age como um inimigo.

 

P: Gurudev, onde devo procurar o que fazer e o que não fazer sobre o Karma?

SSRS: Você deve ouvir a sua própria consciência, sua intuição. Não faça nada que você não queira que outros façam a você. Esse é o critério. Nós devemos fazer aquilo que nos traga um benefício a longo prazo, mesmo a custo de uma situação desagradável em curto prazo. Nós não deveríamos fazer aquilo que nos dá prazer no curto prazo e problemas no longo prazo. Esse é o critério para o Karma.

 

P: Como se livrar do Karma negativo? Como ele surgiu?

SSRS: Eu quero fazer uma pergunta a você. Quando as luzes não estavam acesas nesse quarto, havia escuridão aqui, certo? Quando acendemos as luzes, para onde foi a escuridão? Foi para outro quarto? Ela escapou pela janela? Entendeu? Do mesmo jeito, se o Karma negativo está lá, está um pouco escuro, não tem luz. Acenda a luz, e a escuridão desaparece.

Como se livrar do Karma negativo? Através da meditação, serviço e conhecimento. Sirva a quem necessita. Saiba que o Karma negativo não o toca; uma sombra não pode me tocar.

 

P: Gurudev, o destino pode ser mudado? Se sim, como? Eu quero limpar meu Karma negativo.

SSRS: Você está no lugar certo, fazendo a coisa certa. Meditar, cantar, e fazer muitas atividades de serviço, o Karma passado vai ser limpo.

 

P: Gurudev, no Bhagavati Gita, Lord Krishna diz que temos que realizar o Karma (ações) enquanto estivermos vivos. Mas um Karma conduz a outro Karma. Por isso esse ciclo nunca acaba. Minha pergunta é, qual é o Karma pelo qual poderemos ser liberados do ciclo do Karma?

SSRS: Libertação é adquirida por Nishkama-Karma (Ação que é feita sem qualquer febrilidade ou apego aos frutos dessa ação).

 

P: Gurudev, os pensamentos e sentimentos afetam nosso Karma (ações)?

SSRS: Sim, isso está, de fato, correto. Os pensamentos e sentimentos de alguém determinam seu Karma. O modo como alguém percebe pessoas e coisas em torno de si, faz com que essas coisas surjam da mesma maneira para ela. As pessoas vão aparecer para você do jeito que você percebe que elas são. Se você enxerga uma pessoa como uma amiga, ela se torna uma sua amiga. Se você considerar alguém como seu inimigo, ele vai se comportar como um inimigo para você. Então, eles vão parecer seus inimigos, mesmo que eles não tenham feito nada para você.

É dito – ‘Yatha drishti tatha srishti’ – ou  “da forma que uma pessoa enxerga, assim o mundo se apresenta para ela”.

 

P: Como o Karma dos nossos pais e antepassados nos afeta? Nós também somos punidos por causa dos Karmas ruins deles?

SSRS: Ouça, se um antepassado deixou uma casa para você, isso não é um benefício para você agora? Por que você está fazendo uma pergunta tão óbvia? Eles ganharam muito dinheiro, trabalharam, construíram uma casa e a deixaram para você. Você está aproveitando esse Karma, não está? E se eles se foram com uma grande dívida no banco, e você tem que pagá-la, isso também é seu Karma. Então naturalmente isso te afeta.

Não só os seus pais, mas a sua empresa também te afeta. Se você fica sentado com pessoas muito deprimidas, você também vai se sentir muito para baixo e deprimido. Se você estiver numa empresa alegre, com pessoas espiritualizadas, seu Karma melhora.

 

P: Gurudev, o Guru pode mudar o Karma de uma pessoa, e quando isso acontece?

SSRS: Se um Guru sozinho pudesse mudar o Karma de uma pessoa, ele mudaria o Karma de todo mundo em uma tacada só. Não, você também tem que fazer algum esforço. Guru definitivamente pode aliviar seus pecados. Quando você comete um pecado e se dá conta que cometeu um erro, você não pode se libertar desse pecado, mas o Guru definitivamente pode fazer isso por você. Nesse sentido, sim!

Da mesma forma, você tem que fazer Purusharth (auto-esforço). Você precisa fazer um bom trabalho. E o senso de amor e devoção é diretamente proporcional ao montante de Karma  liberado.

 

P: Guruji, como evitamos ‘Karma Bandhan’ (aprisionamento devido às ações) no nosso dia-a-dia?

SSRS: Karma Bandhan é quando há algum desejo ou aversão. Nós chamamos tanto o desejo quanto a aversão de ‘Karma Bandhan’. Então, quando você pratica alguma ação sem aversão nem desejo, com um sorriso, com a mente livre e coração limpo, então não há aprisionamento. Esse tipo de ação traz a liberdade interna também.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sri Sri responde 14 perguntas sobre o Karma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s