Somos parte da Luz Divina

2336735840039547267S425x425Q85
Pergunta:
Eu tenho o hábito de viver em um mundo de fantasia e eu percebi que isso é um mecanismo de defesa porque nesse mundo eu não tenho nenhum defeito. Mesmo quando medito isso acontece. Como superar isso?

Sri Sri Ravi Shankar: No momento em que você percebe que é uma fantasia, já saiu dela!

Se você ainda ficasse nela, pensaria que é a realidade. No momento em que você percebe como ‘meu mundo de fantasia’, você já chegou na praia, você não está mais mergulhado nesse mundo. Então não se preocupe.

É bom ter sonhos. Pense grande e tenha sonhos, mas ao mesmo tempo não perca o contato com a realidade.

A dança não pode acontecer quando ambos os pés estão no chão. Um pé tem que estar firme no chão e o outro tem que estar para cima, no ar.

Na vida você deve ser prático e não perder o chão da realidade. Ao mesmo tempo, você deve sonhar algo diferente, algo maior e, por vezes, o impossível. Mas se você estiver sonhando algo que é totalmente impossível, então não está sendo verdadeiro consigo mesmo.

Quando você pensa que algo é totalmente impossível, mas ao mesmo tempo, que é totalmente possível e, em algum momento, você pensa ‘eu não posso fazer isso’; então esse é um sonho que você deve agarrar.

Pergunta: Gurudev, um Guru não deve ficar longe de um Rei ou um Rei não deve ficar longe do Guru? Qual opção é a correta?

Sri Sri Ravi Shankar: Se você olha pelos olhos do Guru, todos são parte dele próprio. São apenas papéis que estão assumindo.

Primeiro, todos devem saber que nós todos somos parte de uma única Luz Divina, somos parte de única espécie humana.

Nós não suportamos ficarmos presos num papel determinado.

Cada papel é como um casaco, que nós temos que ficar trocando e temos que representar todos os papéis perfeitamente. Então, se alguém se aproxima de um professor, tem que chegar apenas como aluno.

Mas para um Guru, tanto faz se é rico ou pobre, burro ou inteligente. Todos são iguais.

Pergunta: Em Shiva Purana é dito que qualquer um que venere o Senhor Shiva é libertado de todos os pecados. Será que isso significa que a corrupção começa no topo?

Sri Sri Ravi Shankar: Não! Você sabe o que é corrupção? Corrupção é fazer aquilo que você não deseja que seja feito para si ou para seus amigos e parentes.

Você não pode fazer essa ligação entre o pooja [como oferenda ao Senhor Shiva] e corrupção.

O pooja é uma emoção que surge como plenitude.

Quando um hóspede vai à sua casa, você vai até a porta para recebe-lo. Se alguém muito querido está vindo para vê-lo, você não se apressa para a estação ou para o aeroporto para recebê-lo? Isso surge de um sentimento de compulsão? Você poderia dizer para chamar um táxi, mas em vez disso você pega seu carro e vai receber essa pessoa. Por que você faz isso? O que é esse sentimento? Ele não pode ser chamado de corrupção.

Então, pooja significa aquilo que surge da plenitude.

Muitas coisas estão escritas nos Puranas. Eu não sou um defensor de todos os Puranas. Muitos deles são só um meio de expressão. Na verdade, a palavra Purana significa uma nova maneira de expressão.

Purana em Hindi e Purana em Sânscrito têm significados totalmente opostos.

Em Hindi, Purana significa velho. E em Sânscrito, Purana significa muito novo ou moderno; significa uma maneira de expressão diferente. Não denomine isso como corrupção.

Deus não é tão estúpido ao ponto de esperar você quebrar um coco para dar-lhe uma benção!

Todos os poojas que você faz são para expressar sua plenitude, não para agradar a Deus.

Acho que este é um conceito muito errado no mundo. Achamos que fazemos as coisas para agradar a Deus; este é o entendimento errado.

As pessoas jejuam por muitos dias para que possam agradar a Deus. Você jejua para purificar o seu corpo; você não tem que jejuar para agradar a Deus. Este é um entendimento errado.

Pergunta: Gurudev, minha mente está atribulada com muitos pensamentos. Eu não sei o que fazer. Por favor, me sugira algo.

Sri Sri Ravi Shankar: Se a sua mente está cheia de pensamentos, deite no chão e fique rolando de um lado para o outro e você verá a circulação aumentando no seu corpo.

Quando a circulação melhora, aumenta o estado de mental de satisfação.

Esta é a razão de existir o shayana pradakshinam [uma forma de prece que é realizada rolando no chão].

Experimente e veja o quanto isto impacta em sua mente.

Antes isso era uma parte do curso. No Canadá tinha muita grama e as pessoas rolavam nela. Era bem seguro, sem pedras ao redor, só grama.

Quando você rola no chão, todos os medos e ansiedades vão embora.

Pergunta: Querido Gurudev, qual o segredo da vida? É realmente um jogo?

Sri Sri Ravi Shankar: Não tente ver muito significado em todas as pequenas coisas, senão você não vive a vida, mas simplesmente fica preso a conceitos e ideias.

Você deve apenas deixar ir e não ficar tentando encontrar a razão de tudo, porque sua compreensão é muito limitada.

Conforme nós crescemos, nosso modo de compreender as coisas muda, nossa mente muda, e nossa percepção muda.

Então, qualquer que seja o nível em que a sua percepção está agora, se você analisar muito, você vai ficar preso na sua percepção e vai crescer. Você vai ficar velho e continuará com os mesmo paradigmas.

Não analisar nada não é bom, mas analisar tudo também não é bom.

Anúncios

Um pensamento sobre “Somos parte da Luz Divina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s