Karma e destino

karma.jdjd

P: Qual é o Karma que determina que elementos corporais uma pessoa recebe? Por exemplo, se alguém tem uma doença nos olhos isso significa que ele gerou problemas nos olhos de outras pessoas nas suas existências anteriores?

Sri Sri Ravi Shankar: Não!

Gahana Karmano Gatih – é muito difícil penetrar nas leis do Karma. Não tente, não se preocupe. Que tipo de karma traz que problema é uma coisa muito grande. É melhor que você não tente entender. Irá somente criar mais paranoia.

Qualquer que seja o karma que esteja lá, conhecimento pode queimar todos, simplesmente os largue e siga em frente. Senão, será como mexer numa lata de lixo, qual é o lixo da manhã e qual é o lixo de ontem ou de três dias atrás. O que importa? Largue todos os karmas e siga em frente.

P: Que papel o Karma tem em nossas vidas?

Sri Sri Ravi Shankar: Tudo é karma, meu querido! Você fazendo uma pergunta é karma; karma significa ação. E ouvir a sua pergunta – isto é meu karma. Mas então, respondê-la ou não é minha escolha e seu karma, compreendeu? Tudo é karma.

P: Você diz que do movimento à quietude é meditação, mas obter a quietude através do Karma seria escravidão, não é Guruji? Então como obter a quietude apesar do karma?

Sri Sri Ravi Shankar: Isso é o que toda a habilidade da meditação é. Na meditação, você de forma hábil faz a mente se assentar e, naqueles momentos em que se assenta, ela está realmente quieta. Ela não pode ficar quieta para sempre, então ela começa de novo e algum karma é liberado. Você sabe, nem todos os karmas estão ativos o tempo todo, alguns estão dormentes e alguns estão ativos. Quando está ativo, então isso se abre e vem à superfície. E então de novo depois de algum tempo, o karma não pode estar ativo todo o tempo, então, de vez em quando, de novo e de novo você vai e torna-se quieto novamente.

P: Não cometer um pecado direto é equivalente a um ato nobre, e não fazer um ato nobre requerido é equivalente a um pecado? Eu sou responsável pelos meus atos e omissões também? E se eu não fizer nada, qual é o meu status?

Sri Sri Ravi Shankar: Ninguém pode ficar sem fazer alguma coisa. E quando você faz alguma coisa, ou ela vai beneficiar alguém ou prejudicar alguém. Certo? Ninguém pode ficar sem fazer algo mesmo por um segundo – você começará a pensar coisas boas ou más sobre alguém. Então, este é o porquê de você continuar fazendo coisas boas. Faça boas coisas mas não fique pensando,  “Oh que bom que eu fiz”.  Naiki kar, kuen mein Dal’ (Um provérbio em Hindi dizendo– Faça coisas boas, as esqueça e siga em frente). Então não se pode ficar sem fazer nada, e quando fizer, veja se está elevando a todos.

P: O Karma é transferido de uma pessoa para outra?

Sri Sri Ravi Shankar: Sim, definitivamente. Quando você faz bons negócios e os transmitem para seus filhos, você transmitiu seu Karma para eles.Similarmente, se você cria um grande inferno, seus filhos terão que suportar isto, ou seus pais terão que suportar isto. Definitivamente, o Karma não é uma ilha isolada. Ele se espalha pelas pessoas a sua volta, na família, na nação. Há diferentes níveis no karma.

P: Querido Gurudev, ontem você nos disse que podemos mudar muitas coisas, inclusive nosso destino. Estou tentando o máximo que posso para mudar o que puder na minha vida, mas eu sinto que o que está no meu destino, eu terei que passar por isso. Por quê?

Sri Sri Ravi Shankar: Veja, a vida é uma mistura de agradável e desagradável. Coloque mais atenção nas coisas boas que aconteceram na sua vida. Então isso irá crescer.

Quando está em conhecimento, então o destino também muda.

P: Gurudev, o Guru pode mudar o  karma de uma pessoa? Quando isso acontece?

Sri Sri Ravi Shankar: Se um Guru sozinho pudesse mudar o karma de uma pessoa então ele mudaria o karma de todo mundo de uma vez só.

Não, você tem que fazer algum esforço também.

O Guru definitivamente pode aliviar você de seus pecados. Quando você comete um pecado e você percebe que você cometeu um erro, você não consegue se livrar por si mesmo do pecado, mas o Guru definitivamente faz isso por você. Então nesse sentido, sim!

Ao mesmo tempo, você tem que fazer Purusharth (auto-esforço). Você precisa fazer algum bom trabalho. E o senso de amor e devoção é igualmente proporcional a quantidade de karma que é liberado.

P: Gurudev, se a gente perder o nosso calçado, ou se alguém o tomar, é verdade que eles levam embora o nosso karma ruim?

Sri Sri Ravi Shankar: Se era um sapato caro, então sim, é melhor pensar desta maneira. Ao menos você dormirá em paz à noite. Mas se foi um tênis barato… Veja, a idéia principal era dizer às pessoas para estarem no momento presente. Não se pendure no passado nem se restrinja a ele e estrague este momento. O que aconteceu, aconteceu! Acabou! Você está preso no congestionamento, acabou! Agora, quando você tiver chegado em casa, não desperdice duas horas do seu tempo falando sobre como você poderia ter pego um caminho diferente. É uma perda de tempo inútil. Nossos povos antigos tinham tantas grandes idéias e então eles lhe disseram ‘Ó, é por causa das estrelas que essa coisa lhe aconteceu’. Agora você não pode ficar chateado com as estrelas. Então, em vez de ficar chateado com as pessoas à sua volta, você diz, ‘Ó, isso é por causa do meu karma, minhas estrelas, que isso aconteceu’. Então você recebe uma certa quantia de aceitação e tranqüilidade e isso lhe ajuda para que você possa prosseguir na sua vida sem ser amargo. Essa é uma coisa bonita sobre a Índia. Na sociedade indiana, coisas ruins podem acontecer, mas não ficamos amargos com isso e nem nos restringimos a isso. Eu espero que todo o mundo aprenda essa lição. Isso é algo que vem na nossa cultura, no nosso sangue. Se alguma coisa ruim acontece na sociedade, nós somos resilientes, nós mudamos sem nos restringirmos a isso. É muito interessante. Normalmente as pessoas falam “Você fez isso comigo 50 anos atrás e você ainda é meu inimigo”. As pessoas guardam essa animosidade e inimizade  nas suas mentes e corações. Mas aqui, essa é uma coisa única. Nós não nutrimos a inimizade e a animosidade.

P: Gurudev, você está além do ego e, portanto, não tem karma. Mas mesmo assim você está fazendo bastante karma para o benefício da humanidade. Mas conforme a lei do karma, você terá que assumir as conseqüências. Então, como você faz isso?

Sri Sri Ravi Shankar: Muito fácil! É leve como uma pena.

Leia mais: Dores no pescoço
L
eia mais: Cure-se da depressão com meditação

Anúncios

14 pensamentos sobre “Karma e destino

  1. “Na meditação, você de forma hábil faz a mente se assentar e então, naqueles momentos em que se assenta, ela está realmente quieta.”
    JGD =)

  2. ” ‘Ó, é por causa das estrelas que essa coisa lhe aconteceu’. Agora você não pode ficar chateado com as estrelas. Então, em vez de ficar chateado com as pessoas à sua volta, você diz, ‘Ó, isso é por causa do meu karma, minhas estrelas, que isso aconteceu’. Então você recebe uma certa quantia de aceitação e tranqüilidade ” … Jay Gurudev!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s