Desejo, atração e desapego

P. Como controlar o desejo?

Sri Sri Shankar: Viva no agora. O desejo é querer ser feliz amanhã. Seja feliz e alegre agora. Como uma criança, se você lhes perguntar o que eles querem, eles dirão que não querem nada. Porque eles estão felizes no ‘agora’.

P: Desprendimento e desejo podem andar juntos?

Sri Sri Ravi Shankar: Eles tem que andar juntos, isso é sabedoria. O desejo é um lado é o desprendimento é o outro. Onde não existe desprendimento, o desejo pode se tornar amargura. Se só existir desprendimento, então não existe vitalidade e nós precisamos de alguma vigor na vida, alguma vibração, alguma diversão. E a espiritualidade está cheia de animação; cheia de vibração, entusiasmo, alegria. Infelizmente a espiritualidade é vista como uma coisa parada, chata, séria – nunca é assim. O Divino é cheio de vitalidade. É vigoroso, e a espiritualidade é vigorosa. Então qualquer um que tenha chegado perto do Divino, da fonte sempre se tornou bastante vigoroso, não seco.

P: Você diz que desejo não é bom? Desejar o Divino também não é bom?

Sri Sri Shankar: Bem, precisamos traduzir desejo e compromisso. O desejo é centrado em si mesmo. O compromisso é sempre para uma causa.

“O que eu ganho” – esta febre de receber alguma coisa tem que ser transcendida. Trata-se de prazer imaturo. A criança sempre quer ganhar alguma coisa. Os avós querem dar.

Nascemos com a tendência a agarrar. Em algum momento, nós temos que mudar para: O que eu posso dar?

P. Meu desejo e vontade para meu crescimento não é consistente. Algumas vezes ele não é muito forte. Como ficar mais consciente de mim mesmo? Como ver mais e parar o falatório da minha mente por períodos mais longos?

Sri Sri Shankar: Apenas desista deste “mais.” ‘Eu quero ser mais….’ Relaxe. O amor pelo crescimento no campo da espiritualidade e mente é relaxamento profundo. Todas as qualidades positivas estão dentro de você. Quando você faz meditação profunda, elas se manifestam naturalmente. Nós não podemos dizer: ‘eu quero que esta flor desabroche rapidamente. O que devo fazer? Posso abrir as pétalas?’

Se eu quero que a flor desabroche, simplesmente deixo-a em paz. Coloque alguma água; no tempo certo ela desabrochará.

P: Quando você experimenta uma falta de desejo total,  o que fazer para ter o desejo de agir?

Sri Sri Shankar: Você sabe que nós não agimos conforme a mente, nós agimos com compromisso.

Porque a mente diz: hoje eu não quero trabalhar. Se você perguntar às pessoas que trabalham em escritórios, a mente de ninguém quer que elas vão para o escritório. Se todo dia fosse domingo, todos ficariam muito felizes. Se todos os sete dias fossem feriados, as pessoas ficariam em casa alegremente, mas a vida não funciona assim.

Então você tem que se comprometer e sua vida move com compromisso. Se você gosta ou não, você simplesmente trabalha.

P. Por que até mesmo as coisas boas que eu desejo não acontecem imediatamente?

Sri Sri Shankar: O bebê chora querendo leite, mas as mães precisam de tempo para prepará-lo. Ela não serve o leite só porque o bebê está chorando. É ok chorar, ela sabe que ele ficará ok.

P: Nós fazemos de tudo para ganhar o apreço das pessoas. Como nos livrarmos do desejo por apreço dos outros?

Sri Sri Shankar: Primeiro, comece duvidando do apreço. Eles estão realmente te apreciando ou estão querendo algo de você? Quando você duvida do apreço, você perderá o desejo por apreço dos outros.

P: Nós desejamos os prazeres dos sentidos, do ganho pessoal e do poder. Os desejos desaparecem  um de cada vez ou todos juntos?

Sri Sri Shankar: Às vezes os desejos dissolvem um de cada vez, às vezes todos juntos. Assim que o anurag (devoção) surge na vida, tudo mais se dissolve. Quando há amor e devoção você verá que toda a negatividade se remove sozinha. Quando há um aumento de satva na vida, apegos e aversões devido a rajoguna e tamaguna removem-se sozinhos. Para alguns, acontece lenta e gradualmente, alguns submetem-se à infelicidade extrema e ali (os apegos e aversões) caem. Deixam-nos cair por causa da infelicidade.

P. O que é desapego? Você precisa ser um sanyasi para ser desapegado?

Sri Sri Ravi Shankar: Desapego acontece naturalmente. Quando você cresce, sua mente não se prende a pequenas coisas, como você era muito apegado ao seu pirulito quando você era pequeno. Ainda assim, quando você vai para o colégio ou faculdade, este apego naturalmente passa. Semelhantemente com brinquedos ou mesmo amigos. Quando você cresce, você ainda terá amigos, mas você fica superior ao entrelaçamento. Semelhante os casos entre mãe e filho. Naturalmente o entrelaçamento começa a deixá-lo. Se desapego não acontecer, você sentirá tristeza. Você entra no ciclo de tristeza pensando – “Oh, eu fiz tanto, eu fiz tanto pelos meus filhos e veja o que eles estão fazendo agora.” “Todas as  responsabilidade que eu deveria ter, eu cumpri”. Nós não podemos pedir a ninguém para expressar seus sentimentos com força. Os sentimentos naturalmente surgem nos corações das pessoas, sejam quais forem estes sentimentos. Sentimentos não pedem permissão para surgirem. Mas se você vive com conhecimento, os sentimentos negativos são quase insignificantes. Também, os sentimentos positivos existem não como desejos, mas amor.

As pessoas dizem que sábio é aquele que mata os sentimentos das pessoas. Não. Não é assim. Sadbhav, sentimentos santos, continuam a existir. Senhor Krishna também disse no Bhagwad Guita “Aquele que não é ligado a mim – a Consciência, Ser Superior – nem tem intelecto nem sentimento. Sem sentimentos e intelecto não há dúvida sobre paz e felicidade.

Transformar desejos e aversões em amor é desapego.

Senhor Shankaracharya também disse que não há felicidade no mundo que não pode ser recebida através do desapego.

Desapego não significa ir para floresta. Tem sido interpretado tão erradamente. Bem aventurança e felicidade existem no desapego.

Do mesmo jeito que a o lótus mora na água mas não se molha, enquanto se vive em sociedade, não se deve deixar a sociedade entrar na mente. Os pássaros voam sobre você e está ok, mas não os deixem fazer um ninho na sua cabeça. Sanyas é se estabelecer no Ser. Aquele que é inabalável por qualquer coisa é um Sanyasi. Sanyas é 100% desapego e 100% bem aventurança e não tem nenhuma exigência. É muito bom se sanyas acontece depois do quarto ashram, o vanprasth ashram. Tanta satisfação na mente que “ninguém é meu próprio” e “ninguém é o outro” ou “todo mundo é meu próprio” ou ainda “este corpo não é meu” é estado de sanyas. Total felicidade na mente é sanyas. Deixar as roupas e ir para florestas não é sanyas.

Leia também: Como ser feliz, O que é yoga

Anúncios

6 pensamentos sobre “Desejo, atração e desapego

  1. Nas minhas orações sempre peço pelo meu crescimento espiritual e foi muito bom ler este conhecimento que diz que precisamos somente meditar profundamente que isso acontece naturalmente, pois todas as qualidades positivas estão dentro de nós, basta relaxar…

  2. Mais um conhecimento incrível que reforça que viver no presente é sempre o melhor caminho a seguir…
    “Viva no agora. O desejo é querer que ser feliz amanhã”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s