Sua própria dúvida pode agir como pisar no freio e dirigir o carro

Sabedoria de Sri Sri de 10 de julho de 2011

(Abaixo encontra-se a transcrição do Satsang com Sri Sri Ravi Shankar. Você pode assistir à Transmissão ao vivo pela internet dos próximos satsangs)

P: Imigrantes de países do terceiro mundo lidam com muito estresse. Por favor, nos conceda algumas palavras de sabedoria e amor nesses tempos de discriminação racial e economia decadente.

Sri Sri Ravi Shankar: Hmm. Tenha fé e saiba que o melhor irá acontecer. E mesmo que momentaneamente, se parecer que não é a melhor coisa pra você, no longo prazo, quando você se ver, olhar para sua vida, o que for melhor acontecerá para você. Você deve ter esta fé. Ela o sustentará por tudo isso, está bem? Também pode fazer seu sankalpa, sua intenção, mais forte. Se estiver em dúvida ‘Ó, talvez eu tenha esse problema, talvez eu não terei sucesso’. Veja, sua própria dúvida pode agir como pisar o freio e dirigir o carro. Seu freio de mão está puxado e você está dirigindo o carro. Então saiba que o melhor acontecerá para você na sua vida. É isso. Relaxe. Ok?

P: Qual a diferença entre alma, atma e jeeva? São a mesma coisa?

Sri Sri Ravi Shankar: Alma é a palavra em inglês, Atma em Sânscrito. A palavra raiz de self é swa, swa significa atma. Muitas das palavras inglesas, quando você vai na raiz, encontra o Sânscrito lá. Swa significa Ser. Swa significa Atma. Jeeva é o Self fechado na mente. É como o ar fechado dentro de um balão. Jeeva tem sukha – felicidade, dukha – mágoa, sanghata – tem associações, chaitanya – é consciente, dhrti. Esses são cinco atributos do jeeva, o Self incorporado. Sanghata – tem impressões de associações, é consciente e dhrti, se mantém.

P: Querido Guruji, Shiva é consciência assim como Krishna também é?

Sri Sri Ravi Shankar: Sim, sim, são a mesma coisa. A consciência Krishna é um pouco mais desobediente, é isso. Quando está silencioso, é a consciência Shiva, quando está ativo, é a consciência Krishna.

P: Existe um lugar em nossa consciência onde tudo é sabido? Caso exista, como podemos ir até lá?

Sri Sri Ravi Shankar: Sim, nossa consciência é como ter uma biblioteca. Em uma biblioteca, existem milhões de livros, certo? O bibliotecário guarda todos os livros mas não é necessário que ele saiba cada livro de cabeça. Mas ele sabe onde estão e quando é necessário, ele pode pegá-lo e saber seu conteúdo. Do mesmo jeito, apesar de nossa consciência ser a casa de todo conhecimento, não é necessário saber tudo, o tempo todo. Impossível. É impossível em um corpo físico saber tudo, o tempo todo. Mas quando você está parado, quando sua mente está em absoluta imobilidade, e não existe nenhum desejo ou aversão, ela está apenas livre. Então você é como o bibliotecário, que possui tudo. O dono da biblioteca que tem todo o conhecimento e  pode acessá-lo quando necessário, se necessário. Um advogado tem todos os livros mas ele não sabe todos de cor, toda hora. Mas quando uma causa em particular aparece, ele sabe qual livro pegar e onde exatamente está o que procura. Da mesma maneira, nossa consciência é a casa de todo conhecimento, certo? Quando você está bem parado e livre de modulações mentais – aí é quando você é um yogi. Então você pode saber… por isso a consciência imóvel, a consciência yóguica é chamada de sarvagna.  ‘Tatraniratishayamsarvagyabeejam’ é um sutra no yoga sutras. Nessa consciência, quando você está em um estado Samadhi, a semente de todo-conhecimento está presente ali.

P: Guruji, quem são os arianos? Por favor explique a origem de diferentes raças, asiáticos, europeus…

Sri Sri Ravi Shankar: Bem, os antropólogos têm todas as lógicas e teorias e existem muitos que concordam, discordam e contradizem. Está tudo nos livros de história, meu querido. Tantas teorias surgiram, não se preocupe com isso. Isso é por causa da presunção de algumas pessoas de que as pessoas devem ter nascido em um lugar e se espalhado para vários lugares depois. Não é necessário que as pessoas tenham nascido apenas em um lugar. Poderia haver nascimentos em dez lugares ao mesmo tempo. Por que deve haver uma única origem? Este é um pensamento errôneo. Historiadores no passado tinham apenas pensamentos lineares. Eles tinham apenas uma origem e tudo partindo daí. Eles não sabem essa ideia de pensamento esférico – significa que ao mesmo tempo, em diversos lugares, a vida pode ter sido criada. Sim? Nos Puranas é dito que não há apenas um lugar. Em muitos lugares simultaneamente, povos foram criados. E isso parece ser a coisa correta, não apenas uma fonte ou uma origem para os povos. Em sânscrito, “Arya” significa o nobre, é isso. Arya significa o quê? O nobre, culto, civilizado, educado – então é uma pessoa educada, culta. Senhor, como se diz, senhor ou senhora, honorável, assim referia-se a Arya. A forma como as pessoas estavam se referindo àquelas bem educadas, cultas – Arya. A palavra “sir” (senhor, em inglês) é similar à palavra arya. Em todos as peças de teatro sânscrito essa palavra é usada. Nos Vedas diz-se “ Krinvantovishvamaryam”, vamos fazer o mundo inteiro Arya. Significa vamos tornar todos educados, cultos, civilizados – é isso que significa.

P: Guruji, quando estamos juntos fazendo nossas práticas de kriya e meditação, somos afetados pela negatividade e carmas ruins das outras pessoas?

Sri Sri Ravi Shankar: Não, não, não, absolutamente não. Não se preocupe. Se você sentir que está sendo afetado pela depressão ou energia negativa de outra pessoa, apenas diga Om NamahShivaya algumas vezes. Se foi. Isso pode acontecer. Quando as pessoas estão tão deprimidas e não estão na forma ideal e você encontra com elas, você pode sentir isso. Quantos de vocês sentem isso, ao encontrar pessoas muito deprimidas algo acontece com seu próprio corpo, certo? Om NamahShivaya, Jai gurudev – isso simplesmente desaparece.

P: Querido Guruji, como alguém desenvolve uma atitude do “sim”?

Sri Sri Ravi Shankar: Só a sua vontade de ter uma atitude do “sim”, você já está aí.

P: Querido Guruji, quando nos deparamos com uma escolha entre duas opções igualmente atrativas, qual é o fator determinante para se fazer a escolha?

Sri Sri Ravi Shankar: Isso só pode acontecer com duas coisas – ou seu trabalho ou seus relacionamentos! Nessas circunstâncias meu único conselho é “a escolha é sua, a benção é minha”.

P: Se alguém foi injusto comigo, eu devo tentar tomar as rédeas da situação e procurar punir essa pessoa ou devo deixar com que a natureza ajuste a situação?

Sri Sri Ravi Shankar: Claro que demanda mais esforço, coragem, inteligência para ajustar as contas com alguém. Se você tiver paciência, faça isso.  E se você sentir que está te custando demais, que está te dando nos nervos, então deixe para a natureza.

P: Você poderia explicar oco e vazio de novo?

Sri Sri Ravi Shankar: Escute, nosso trabalho é esvaziar é você quer pôr um conceito nele! Explicação é um conceito, não é? Cientificamente saiba que tudo é oco e vazio, sua garganta é oca. É assim que você pode engolir e é assim que você pode beber. Não é? Se o estômago não é oco, como você pode entupir caminhões de comida pra dentro dele? Não é? E ele esvazia bem rápido. Veja, por dia, apenas imagine, por dia você consome 2 kg de comida facilmente, não é? Em um ano você consome 750 kg de comida. Isso é quase um caminhão em um ano, e se você tiver 40 anos, 40 caminhões de comida já passaram pelo seu corpo. Como isso pode acontecer se ele não for oco e vazio? Como você pode inspirar tanto ar todo dia e expirar se não é oco? Faça uma coisa. Peque um pequeno pedaço da sua pele , leve a um laboratório e coloque-o no microscópio e você verá que é como uma rede contra mosquito. Sua pele é toda oca e vazia. Então o que estamos dizendo na meditação oco e vazio é um fato. Para estar com o fato, para trazer atenção ao fato de que você está respirando; você está aí, seu corpo está aqui e o corpo é diferente do chão, chão é diferente de corpo e a pele é diferente das roupas. Então quando vamos analisar, observando dessa forma, a meditação acontece. Ela acontece ou não? Quantos tiveram uma boa meditação hoje? Três dimensões estão conosco: corpo, respiração e mente. Você nunca presta atenção. Corpo é uma dimensão, respiração é outra dimensão, então o que está observando e sabendo disso é a mente. Esta é outra dimensão. Então as três dimensões, quando você vê que são todas separadas, então bum, alguma coisa acontece.

P: Guruji, como melhorar as habilidades das pessoas e suas habilidades de comunicação?

Sri Sri Ravi Shankar: Isso é importante. Fale menos, observe mais. Segundo, não exponha demais suas ideias a ponto de a outra pessoa não conseguir digeri-las, entende? Não continue despejando suas ideias. Às vezes nós fazemos isso, nós emanamos demais nossas ideias. A outra pessoa, você nem observa se ela está absorvendo, se ela está compreendendo ou não. Terceiro, não as aborreça com suas histórias de sucesso ou fracasso. Suas histórias de fracasso irão entediar os outros tanto quanto suas histórias de sucesso. Oh, eu fui ali, eu fiz isso, eu fiz aquilo e o ouvinte vai dizer “ai meu deus, quando esse cara vai parar”! Mas na sua própria mente tem tanta alegria que vem a você enquanto fala; você não considera a capacidade de escutar da outra pessoa de forma alguma. Não pensamos em sua capacidade de escutar ou sua relevância para isso. Quantos de vocês concordam com isso? Devemos tomar cuidado com isso. E então, em vez de dizer aos outros do que você gosta, pergunte-os o que eles querem, do que eles gostam. Por vezes, nós declaramos tudo o que gostamos e não gostamos. Quem pediu que você declarasse? Não é um departamento de imposto de renda, solicitando que você declare seus bens ou suas realizações; nós perdemos o rumo para poder declarar todas as nossas realizações, do que gostamos ou não. Para quem está ouvindo, você aparenta ser uma pessoa muito autocentrada, deixe disso. Quanto mais agradável você for, quanto mais centrado for, mais as pessoas gostarão de você. O que acha? Correto. Seja centrado e você não quer nada de outra pessoa. Nós, em nossas mentes, queremos algum reconhecimento dos outros, queremos alguma admiração dos outros, queremos algum favor dos outros. Favor, reconhecimento ou admiração são coisas que dificultam que você seja bastante amigável com as pessoas. No coração, quando você diz “eu não quero nada dessa pessoa, eu não preciso ser admirado por ela”, então você verá a grande mudança que acontece dentro de você. Não é por arrogância que eu não quero nada de ninguém, isso não é arrogância. Percebe o que quero dizer? Existe uma diferença entre isso e arrogância. Na arrogância, você ainda quer algum reconhecimento, certo? Não busque aprovação ou reconhecimento deles. Você deve lembrar que todos estão presos em seus próprios mundinhos.

P: Para onde devemos dirigir nossa energia durante o silêncio? Para onde vai a atenção quando andamos do lado de fora? Obrigado Guruji.

Sri Sri Ravi Shankar: Duas coisas: observe a natureza; a segunda é, se observe, sua própria respiração, seu próprio corpo. E faça isso com o mínimo de esforço. Não faça esforço demais. Certo? Apenas uma atenção suave está bom o suficiente; algumas pessoas colocam tanto esforço ao fazer isso. Então elas têm dores de cabeça, elas ficam tão cansadas. Não devemos fazer isso. O processo inteiro é sem esforço, sadhana é totalmente sem esforço. Entendeu? Hm. O único esforço que você precisa fazer aqui é garantir que não esteja comendo comida demais. Se estiver muito saborosa, informe a cozinha. Peça para que a façam menos saborosa. Esse é o problema, a comida é muito saborosa então você sente que quer um mais um, mais um. Se você não comer demais, então está seguro. Muita comida te deixa embotado. A meditação não acontece então. Moderação, não jejue também, apenas a quantidade certa de comida.

P: Querido Guruji, você poderia compartilhar conosco o que você experiencia durante a meditação profunda?

Sri Sri Ravi Shankar: Apenas eu mesmo.  Da mesma forma que os médicos têm alguma ética, os gurus também têm alguma ética – não falar sobre suas experiências. Do contrário, você sentaria e fecharia os olhos dizendo “Oh, eu quero aquela experiência, oh Guruji está em Samadhi, eu quero aquele Samadhi”. Não.

P: Como alguém supera um coração partido e abandonado? Te agradeço, te amo.

Sri Sri Ravi Shankar: Você está no lugar certo. Sabe, você deve saber sobre sua morte você deve saber que irá morrer um dia. É isso. Todo o drama irá terminar. Onde você está? Acorde, acorde. Todos nós estaremos terminados um dia. Tudo terminará. Algo te incomoda demais? É porque você se esqueceu de que irá morrer. Conhecimento da morte ou apenas a consciência de que iremos morrer um dia, tudo estará terminado, nada te aborrecerá mais. Entendeu?

P: Como você sabe quando encontrou seu Guru?

Sri Sri Ravi Shankar: Eu não tenho ideia de como você descobrirá isso. É o coração que te diz. Você não pode pensar sobre isso. Não acontece pela razão. Apenas esteja relaxado.

P: Querido Guruji, eu contei mentiras para alguém usando seu nome e todo dia me sinto culpado por isso. Como me livro desse sentimento de culpa? Prometo que nunca farei isso de novo.

Sri Sri Ravi Shankar: Bem, está feito. Você prometeu e está feito. Siga em frente. Eu sei que muitas pessoas já usaram meu nome dessa maneira e as pessoas também sabem. As pessoas usam o nome do Guruji e conseguem o que querem. Então de qualquer forma, não tem sentido em se arrepender do passado. Você já fez sua resolução de não fazer isso novamente. Então siga em frente, ok? Pronto.

P: Às vezes eu tenho sucesso em gerenciar meus pensamentos, outros dias mesmo com yoga, meditação e kryia, não funciona. O que posso fazer? Obrigado.

Sri Sri Ravi Shankar: Hmmm. Você tem pensamentos demais? Se seus movimentos intestinais não estão bem então os pensamentos também ficam caóticos. Assim, purificar o corpo através da ayurveda – triphala ajudaria. Em segundo lugar, pranayama, bhastrika, trabalho duro, exercício, vá para a esteira e corra, sabe. Finalmente, deixe os pensamentos estarem lá. Por que você quer se livrar deles? Não brigue com eles. Eles vêm e eles vão. Melhor não mexer com eles. Sim? Os pensamentos contínuos que bombardeiam sua mente – pensamentos lógicos são um lado do seu cérebro, o outro lado do cérebro é música. Quando você quiser mudar – cante, vá para a música. Atividade no outro lado do cérebro, isso deve ajudar. Mas se algum medo ou desejo em particular está te afetando sem parar, ofereça-o, entregue-o para o Divino. É isso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s