Vida e Guru são inseparáveis

Sabedoria de Sri Sri do dia 15 de julho de 2011.

Vida e Guru são inseparáveis. Sua vida é o Guru tatva (princípio). Ilumine sua própria vida. Você precisa honrar a sabedoria que brilha através da sua vida, isto é honrar o Guru. Veja, a vida lhe ensinou tantas coisas – o que você fez de errado e o que fez de certo, e se você não iluminar a sua própria vida, então o Guru está ausente. Portanto,reflita sobre sua própria vida e honre a sabedoria que esta vida lhe ofereceu. Isto é honrar o Guru. Você está comigo? Isso é coisa séria.

Vida e Guru são inseparáveis. Quando você ilumina a vida e a sabedoria está lá, honre a sabedoria. Sabedoria é o Guru tatva, o princípio do Guru. Portanto, o princípio do Guru está dentro de você.
Em todos há sabedoria. Jogue uma luz sobre isso. A sabedoria desperta na vida; a sabedoria surge; honre a sabedoria.

Quando deixamos de honrar a sabedoria, a escuridão toma conta, é quando a lua cheia não está lá, não há lua. A lua é a mente, e quando está transbordando, cheia de sabedoria, é Guru Poornima. Então todo dia pode ser Guru Poornima em sua vida, quando você honra o que a vida lhe ensinou.
Muitas vezes nos viramos para outra direção, fechamos nossos olhos e galopamos em nossos desejos. Eu quero isso, isso, isso e isso. – você galopa em seus desejos desonrando a sabedoria.

Veja, o doador já lhe deu de qualquer modo, ele já lhe deu muito. A primeira coisa é honrar a sabedoria, a segunda é que precisa aceitar neste Guru Poornima é usar o presente que lhe foi dado. Você foi provido de tantas bênçãos. Use as bênçãos que surgiram no seu caminho e mais lhe serão dadas. O doador está doando incansavelmente e sequer espera qualquer reconhecimento seu e faz com que você sinta que é uma conquista sua. O doador não tem fim, não se cansa de doar, o doador doa; o infinito continua dando muito a você, abundantemente, e temos que usar da melhor maneira o que nos é dado.

Você foi presenteado com boa fala, use-a bem. Não use sua fala para culpar, reclamar, sabe, para falar coisas ruins.
Você recebeu um intelecto brilhante, use este intelecto. Eu não sei por que muitos são tão relutantes em usar seu intelecto.
Sabe, o vinho, quanto mais velho fica, melhor e mais caro se torna. Pelo menos assim ouvi falar, nunca bebi vinho. Da mesma forma, quanto mais você usar o seu intelecto, melhor ele ficará. Quanto mais o usarmos bem, mais afiado e brilhante ele se tornará. Não se preocupe. Não pense que vai gastar o seu intelecto usando-o. Se não usá-lo, irá perde-lo.

Use bem o seu intelecto. Você possui uma voz melodiosa, use-a bem. Você possui força em seu corpo, faça seva. Assim, tudo o que nos foi dado deve ser bem utilizado. Quando eu digo bom uso, não é para você. Use para a sociedade, para o mundo. A Divindade vive no mundo. Portanto, servir o mundo é fazer pooja para o Divino.
E sua vida é elevada honrando a sabedoria. Quando você percebe estas duas coisas, você se torna tão grato, e quando é grato, cheio de tanta emoção, de amor e devoção, agrada tanto ao infinito. É isso!

Saiba que há um Guru escondido em cada um de vocês e o ilumine com a luz da sabedoria, faça aarthi para o Guru dentro de você. O que significa fazer aarthi? Êxtase, entrar em tal êxtase com a sabedoria, iluminando o que a vida nos trouxe. O que é real e o que é irreal? O que é certo e o que não é certo? Por que escolhemos o que não é certo, o que nos tentou a fazer isso e o que é certo e errado? Você não precisa perguntar isso aos outros. Alguma coisa dentro de você te diz, não é? Algo dentro de você diz que isso é certo, algo o espeta, não isso é errado.

Honre isso, honre isso! Vocês estão todos escutando? Todos?

Isto é tão simples, absolutamente simples, e ao mesmo tempo tão profundo. Sabe, outra coisa linda é ser correto e ficar dizendo que é correto. Suponha que alguém lhe dê um presente e faz com que sinta que ganhou um presente. Isso é um presente? Veja, estou lhe dando um presente, estou lhe dando um presente. Se alguém fala isso dez vezes e lhe dá uma bala, o que você diz? Pode ficar, não preciso disso. Da mesma forma, quando somos corretos, não afirme que é correto; sou correto, sou correto. Você sabe, afirmar que é correto traz raiva, frustração, e faz com que esteja errado de alguma forma. De uma forma, você pode estar certo, mas de outra forma, você pode estar errado. Vocês estão comigo? Isso faz sentido? Ser correto e não afirmar que é correto, ser puro e não ser orgulhoso da pureza, ser generoso e não exibir sua generosidade – vocês entendem o que
estou dizendo? Ser sábio e não soar seu próprio trompete, “veja, sou tão sábio, tão sábio” – isso tira a graça, certo? O que vocês dizem? Ser sábio e natural, absolutamente natural, simples, simplicidade; pronto para ser tolo também, às vezes. É uma sabedoria tão bonita. Sua vida lhe traz isso e está refletindo nisso.
Reflita na vida de novo, e de novo, e de novo, e de novo, e de novo e de novo. Muito bom!

Vendo algumas pessoas indo para o final da sala, Sri Sri disse:
Há algumas pessoas que estão indo para frente e para trás diversas vezes, elas não sabem onde ir ou o que fazer. É para isso que precisamos de um guia, um Guru.
Algumas pessoas percorrem a mesma estrada, indo e vindo, indo e vindo, sem saber onde está a porta, onde devem entrar. Veja, observar as pequenas coisas à sua volta pode lhe dar tantas lições.

Existe uma história sobre um santo, acho que é Santo Ramdas. Ele estava caminhando de manhã cedo em uma vila e uma senhora que estava do lado de fora de sua cabana disse: “Ei, Rama, acorde, por quanto tempo você ainda vai ficar dormindo?”. Ela chamava o filho que estava dormindo dentro de casa. Um garoto, seu nome também era Rama.
Quando o santo ouviu isso, seu nome também era Rama, ele disse repentinamente: “Oh, alguém está me dizendo para acordar”. Ele disse “Wah!”, e realmente ficou aceso, recarregado. Ele disse “depois disso eu nunca mais dormi, fiquei tão recarregado e aceso porque minha mente estava indo toda para o passado e para o futuro”.

Ninguém disse a ele “você deveria fazer isso ou aquilo”, e a mente pode levá-lo para tal viagem. Nossa mente cria seu próprio maya, lida com seu próprio mundo, sua própria bolha, e nós continuamos circulando em nossa própria bolha. Nós vemos o mundo sob nossa ótica e presumimos que as coisas são assim. Isso se chama Vipararya.

Vipararya significa visão colorida, não a visão correta. É o Guru tatva ou a luz da sabedoria que faz com que você acorde e veja – oh, é assim! Digam-me: quantos de vocês sentem constantemente equivocados em seus julgamentos?
Observando isso, muitos de seus julgamentos foram equivocados, mas quando se está julgando, você pensa que é assim que as coisas são – esta é a bolha onde estamos. Guru tatva é sair da bolha, iluminando sua vida, iluminando a sabedoria que a vida lhe ofereceu. Observe isso. Então vemos que nossos julgamentos se tornam cada vez mais corretos. 90% dos julgamentos estavam errados, talvez 10% corretos, na verdade isso deve ser o oposto. 90% deveria ser correto e 10% errado, está tudo bem em ter 2% ou 3% ou 10% errado.

1. Sua própria vida é seu Guru

2. Vida e Guru são inseparáveis. Não é como uma professora da creche – você aprende algo, depois vai embora e é isso. Mas a vida e Guru são inseparáveis.

3. A sabedoria na sua vida é o Guru. Ilumine a sua vida, é assim que a sabedoria vem.

4. O doador lhe deu em abundância e continua dando, faça um bom uso disso. Quanto melhor utilizarmos nossas habilidades ou o que quer que tenhamos, mais receberemos.

5. Honre a sabedoria. Você sabe, a sabedoria, honre-a porque Guru e sabedoria são inseparáveis e vida e sabedoria deveriam ser inseparáveis. Algumas vezes vivemos nossa vida sem sabedoria. Então não há Guru tatva. Você não está honrando o Guru. Entendeu? Isso é Satguru.

6. Seja correto e não fique afirmando que é correto. Ficar falando sobre o quão correto você é o torna errado de alguma forma e o leva à raiva e à frustração. O mesmo se aplica em ser bom. Se você pensa que é tão bom, então pensa que outros são maus, você tem que fazer com que sejam maus. Pensar “Eu sou tão bom” o levará à tristeza. Aqueles que pensam que são bons demais são mais infelizes do que os que pensam que são maus. Algumas pessoas que pensam que são más não ligam para isso, mas se alguém pensa “eu sou tão bom”, então elas pensam “ o que está acontecendo comigo?”. Portanto, se eu penso “eu sou tão bom”, afirmar a minha bondade me torna triste e infeliz. Afirmar minha bondade me torna raivoso. Portanto, seja bom e não fique afirmando que é bom. Deixe que outros falem a respeito, não soe seu próprio trompete. Seja generoso e não exiba sua generosidade.

Isso é o que devemos fazer – de novo, de novo e de novo – nos recordarmos disso, recordar, e o intelecto deverá se encharcar disto de novo e de novo. Isso é satsang.
Satsang é a companhia da verdade, a companhia do sábio, a companhia da sabedoria dentro de você. Você aperta a mão da verdade dentro de você, isto é satsang, entenderam?

O doador não está cansado de doar. Ele nunca se cansa e ele faz com que se sinta que é seu. A generosidade dele é tanta que o doador dá a você e faz com que se sinta orgulhoso disso: “oh, veja, isso é meu”. Na verdade, nada é nosso. Mas o doador lhe dá de tal maneira que você nem sente que ganhou nada. O que? O doador lhe dá de
tal forma que faz com que sinta que lhe pertence, e você sequer ganhou nada. Esta é a grandeza, esta é a beleza.

Assim, a senhora gritando com seu próprio filho faz com que um santo acorde e se torne iluminado, então foi isso. Uma senhora disse: “Rama, por quanto tempo você vai dormir?”, e foi isso, este foi o gatilho. Então a natureza lhe dá sinais abundantes para que você acorde, meu querido, quanto tempo ainda vai dormir, quanto tempo você vai usar a sua
mente, por que, por que, por que, por que. Uma mente que reclama, marcada e enfraquecida, ACORDE, a vida é tão curta. Nesta curta duração da vida, honre-a! É tão preciosa. Faça um bom uso dos talentos e recursos que vieram para as suas mãos, sua porta de entrada. Faça bom uso de todas as suas posses, sua voz, seu intelecto. Use seu intelecto. Cante, quer alguém reconheça isso ou não. A Arte de Viver.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s