Mais sobre os fatores afetando a qualidade da Consciência!

Janeiro de 2011, Ashram de Bangalore

 

P: Você poderia falar sobre o som OM e sua importância?

Sri Sri Ravi Shankar: Ele também é chamado de som de aplauso de uma mão. O som que é gerado no universo, sem fricção! OM é som universal, então quando as pessoas entravam em meditação profunda, elas ouviram este som que é usado há milhões de anos. Recentemente, cientistas traçaram este som no computador e disseram que ele tem a mesma freqüência que a rotação da terra ao redor do próprio eixo.

 

No som OM, nosso Prana cobre nosso corpo inteiro. OM tem total ressonância com a natureza – se você ficar de pé no oceano e escutar as ondas rolando, você ouvirá o som OM. Você vai no topo de uma montanha e somente escuta o vento soprar – você ouvirá o som OM. Maharishi Patanjali, o propulsor da ioga, disse que praticar o OM evita todos os obstáculos da vida. Este é um dos métodos que ele enuncia. Antes da meditação, quando nos sentamos e cantamos OM três vezes e usamos nosso mantra – qualquer que seja nosso mantra – a meditação vai muito fundo. Na China, há um médico muito famoso que sofria de sete doenças sérias e ele compartilhou sua experiência. Ele disse que tomava 500 gramas de medicamento todos os dias, sem nenhuma melhora. Então, ele começou cantando OM durante uma ou duas horas todos os dias e em dois anos ele se livrou de todas as doenças que pareciam ser incuráveis. Seus colegas ficaram surpresos. Agora este senhor chama o OM de terapia da música e a ensina às pessoas na China em rede de televisão nacional. Quando ele compartilhou sua experiência, pensei que era exatamente o que Maharishi Patanjali disse nos sutras da ioga – Ek tatva abhyasa (pratique o tatva, o princípio que é OM). Cantar o OM é chamado de terapia da música na China. Som nada mais é do que energia. Nada mais é do que eletricidade. Nosso corpo inteiro nada mais é do que eletricidade. E o som pode causar um grande impacto nas células do nosso corpo.

 

P: Guruji, como OM difere de outras formas de meditação?

Sri Sri Ravi Shankar: Há muitos tipos diferentes de meditação. Cada um é raro no seu próprio modo. Não precisamos compará-los. Para muitos este modo pode servir, para tantos outros, aquele outro modo pode servir. Em tempos diferentes, meditações diferentes podem servir. É sempre bom começar com Omkar, entretanto não o use como um mantra na meditação.

 

P: Como ele se difere da nossa meditação guiada?

Sri Sri Ravi Shankar: Na meditação guiada, você não tem que fazer nada. A meditação será feita para você. Somente sinta: “A Divindade faz a meditação para mim, deixe-me apenas relaxar”. Uma outra pessoa pilota o avião e você simplesmente tem que apertar o cinto de segurança, sentar e relaxar.

 

Não use OM como um mantra para meditação porque assim haverá um esforço. É bom melhorar o prana como pranayama no começo ou no fim. Mas não se sente e diga – OM, OM, OM. Isto pode elevar tanto sua energia que você poderá não saber como manejá-la. Você pode não conseguir dormir. No começo nós cantamos OM três vezes, cinco vezes ou sete vezes, e relaxamos.

 

P: No Udhava Gita, Krishna diz que quando um homem está perto do esclarecimento, os deuses ou devas (energias divinas específicas) lhe enviam uma mulher. Esta é a distração final. Nesta vida, sempre olhamos mulheres como uma barreira ao crescimento espiritual? E a santidade do amor entre o macho e a fêmea? Ela não existe no espaço do amor divino?

Sri Sri Ravi Shankar: Então, qual é sua pergunta? Por que Krishna disse isso a Udhava? Bem, Krishna disse muitas coisas diferentes a pessoas diferentes em épocas diferentes. Agora eu não defenderei Krishna. Mas se ele disse isto a Udhava, ele deveria estar numa etapa particular do tempo, certo? Mas para você, se você está apaixonado por alguém, não há nenhum problema. Você sem dúvida pode se casar. Não pense que não há lugar para romance e que romance é contra a espiritualidade. Não, não é. A promiscuidade é contra a espiritualidade. Exploração de outros de maneira contrária à ética é contra a espiritualidade. Mas se você está genuinamente apaixonado por uma moça e ela também está por você, tudo bem. Mas se você está apaixonado por alguém e este alguém está apaixonado por outra pessoa, então você está com problemas e ela também. A única pessoa que pode se beneficiar neste caso é a companhia telefônica!

Se você está apaixonado e seus pais concordam, então é ótimo. Mas seu romance deve continuar mais tarde também, com a mesma pessoa.

No mês passado, um rapaz casou-se aqui e disse: Estou me casando com a mesma moça pela terceira vez – a primeira vez foi nos Estados Unidos, depois em Delhi e agora, aqui.

Desta maneira, você pode celebrar seu romance todos os dias.

 

A espiritualidade é contra qualquer tipo de corrupção. Em nome do romance, não é certo cobiçar e explorar pessoas. O romance é: ‘Estou aqui para você. Quero compartilhar o que eu tenho com você’. Ele deve vir de um espaço de dar ao invés de segurar. Esse romance é espiritual. Aliás, na Índia o conceito de romance com o divino foi tirado. Radha-Krishna é muito conhecido por todo o país.

 

Krishna disse a Udhava que romance é só uma distração para você. Naquela época, Udhava estava também bastante velho. Se você vem aqui depois de 50 anos e me diz que está apaixonado por alguém, eu lhe direi que isto é uma distração. Agora aos 25 anos, se você vier aqui e me contar que está apaixonado, eu lhe direi para seguir adiante. Mas aos 55 anos de idade!

 

P: Guruji, como se diferencia as técnicas envolvendo concentração ou contemplação?

Sri Sri Ravi Shankar: Geralmente, nós nos sentamos e contemplamos sobre algum conhecimento, em algumas escrituras. Mantemos nossa mente ativa. A mente pensa e pensa e pensa. Pensar é também uma atividade e não traz nenhum descanso à mente. Então contemplação nunca deve ser chamada meditação.

A concentração envolve muito esforço. Você tenta focar sua mente para permanecer em um lugar e isto não é sua natureza. A mente pula de uma coisa a outra e vai de algo que encanta a algo que é ainda mais encantador. A mente sempre segue em direção ao que é ainda mais encantador. Quando você tem uma comida muito boa, então você presta atenção na comida. Mas se algo aparece na televisão ou surge uma bela paisagem, você se esquece da comida e observa a paisagem.

 

Sua mente vai disto para aquilo. Sua mente sempre vai de uma coisa a outra e sempre vai para algo que é mais agradável. Pelo menos, ela percebe que algo é mais alegre. Ela realmente pode não ser a fonte de alegria. Aliás, não é. Concentração é tentar focar a mente num ponto contra sua natureza. Então nós forçamos nossa mente.

 

Crianças sentem estresse e tensão porque suas mentes são forçadas em algo que não está em seu gosto natural. Elas são forçadas a estudar certos temas pelos quais não têm a menor inclinação. Então, isto causa muita tensão.

 

Concentração é um esforço tremendo. Assim, ela não pode ser meditação. Entretanto, você vai precisar de concentração na vida. Agora, tanto concentração como contemplação são resultados da meditação – elas não são meditações em si.

 

Meditação é sem esforço! Quando a mente alcança o descanso mais profundo, ela fica fresca e viva. E depois desse descanso profundo, sua concentração é espontânea. É natural. A concentração torna-se fácil.

 

Você pode contemplar bem sem tensão. A meditação infelizmente é entendida como outra forma de concentração ou contemplação em muitas partes do mundo. Mas não é.

 

A meditação é a arte de fazer nada. É a habilidade por que você faz sua mente alcançar a tranqüilidade, fazer nada e experimentar a vastidão do espaço profundo interno.

Então, não fazer esforço é a chave da meditação. E se pudermos fazer alguns minutos de meditação, você verá que sua concentração vai melhorar e que suas capacidades intelectuais serão incrementados.

 

P: Guruji, qual é a diferença do estado meditativo que vem com a prática de Sudarshan kriya?

Sri Sri Ravi Shankar: O Sudarshan kryia leva você a esse espaço interno – um estado de irreflexão, um estado de calma e a arte da meditação lhe ajuda a ir fundo nesse estado. Assim eles se complementam. Se você medita depois do Sudarshan kryia, sua meditação é mais profunda. E se você medita regularmente, o kriya torna-se mais fácil e mais natural.

 

P: Podemos dizer que na Arte da Meditação a mente dirige o corpo e no Kriya o corpo dirige a mente para o mesmo fim? Você por favor poderia explicar?

Sri Sri Ravi Shankar: Você não pode dizer que o corpo dirige a mente e nem que a mente dirige o corpo. O que você pode dizer é que corpo, respiração e mente entrando num ritmo é Sudarshan kryia. Encontrar a harmonia e profundidade internas, e manifestar isto na superfície, no nível físico do corpo e da respiração, é meditação. Usando um mantra, você vai ao nível mais profundo de sua consciência e traz isso ao expressar suas atividades cotidianas. Isso é meditação.

 

P: Você por favor poderia discutir o valor da tradição védica dos mestres que conservaram esta meditação por milhares de anos em sua pureza? Por que isto é importante? Nós podemos descrever a Arte da Meditação como um presente dos mestres da tradição sagrada?

Sri Sri Ravi Shankar: Há milhares de anos, muitos sábios conservaram esta arte da meditação que é um presente à humanidade. Na idade média, as pessoas pensavam que ela só deveria ser dada a um estudante muito qualificado e ao buscador real. Eles costumavam dá-la só a um buscador sincero. Mas eu pensei: pelo contrário – se você dá meditação a alguém, a sinceridade florescerá em sua vida. Assim, pensei (eu devo) dar a meditação para alguém e ela trará uma mudança na qualidade de sua vida. E quando eles quiserem conhecimento mais elevado, eles irão mais fundo nela. Então, a meditação traz um benefício para todos. Em qualquer nível que eles entrem nela!

 

Eu geralmente dou o exemplo do oceano. Algumas pessoas dão uma caminhada ao longo da praia e recebem bom oxigênio, ar fresco e ficam felizes com isso. Outros colocariam seus pés na água e sentiriam o impacto cintilante do oceano. Algum outros vão surfar ou mergulhar e achar corais e coisas preciosas. Então, depende de você – se você quer dar uma caminhada na praia, nadar ou ir mais fundo, mergulhando. O oceano está aí disponível para você.

É o mesmo com a meditação. Você pode fazer meditação para melhorar sua saúde, suas faculdades mentais, ou ir mais adiante se você quiser, e a elevação espiritual pode acontecer na mesma meditação.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s