Falta de senso de pertencimento cria corrupção. Falta de afabilidade cria fraudes.

Boise, Idaho, 18 de abril

P. Você pode falar sobre como não ver intenção por trás das ações dos outros?

Sri Sri: Sim. Eu digo ‘não veja intenção por trás dos erros dos outros’. Quando alguém faz algo errado, frequentemente nós achamos que eles fizeram isto errado intencionalmente. Então, quando nós vemos sob uma perspectiva mais ampla, todo culpado é também uma vítima.  Dentro de todo culpado há uma vítima implorando por ajuda.

Eles podem ser vítimas de falta de educação ou falta de informação, estresse, mente estreita. Tudo isto pode ser causa para alguém se tornar culpado. E nós apenas vemos uma parte do culpado. Nós não vemos que esta pessoa também é uma vítima.

Toda criança deveria estudar um pouco sobre diferentes religiões e culturas. Se as pessoas souberem só um pouco do que Jesus disse, o que os Upanishads dizem, o que os Vedas dizem, o que hinduismo, jainismo, sikhismo, islamismo dizem, não haveria um único terrorista. O terrorismo de hoje é resultado do puritanismo, isto é, quando as pessoas dizem: ‘apenas a minha religião é pura. Eu tenho que me afastar de outros livros religiosos ou eu não devo me educar sobre outras coisas. Apenas este é o caminho.’

Este tipo de doutrinação religiosa nas crianças dão origem a movimentos como o Taliban, no mundo. Nós perdemos tantas pessoas para o terrorismo.

Nós globalizamos a Pepsi, a Coca-Cola e a batata frita, mas não globalizamos a sabedoria! Deveria ser compulsório para toda nação dar educação multicultural e multireligiosa para todas as crianças no mundo. Então não haveria nenhum terrorista no mundo.

P. Como podemos levar este conhecimento sobre respiração e meditação, que nos é dado através da Arte de Viver para famílias e comunidades com baixa renda?

Sri Sri: Os cursos da Arte de Viver custam aproximadamente $200 e $300. Isto é um valor muito pequeno e estudantes e idosos pagam valor menor. Há despesas quando estes cursos são organizados. Os voluntários têm que contratar o local, providenciar suprimentos e pagar aluguel. Aproximadamente 60 a 70% do preço do curso são gastos com o curso em si. Os fundos que sobram servem para sustentar projetos como o pós-Katrina, em Nova Orleans.

Também se nós oferecermos o curso de graça, as pessoas não o valorizarão. As pessoas não assumem responsabilidade para sentar e estudar. Não se pode fazer caridade com o prato vazio. E não há lógica em colher caridade para fazer caridade. Então, os professores ensinam os cursos de graça.

Claro que quem quiser doar para caridade é muito bem-vindo, mas nossas doações são apenas 15 por cento do seu rendimento total.  A maior parte das nossas despesas são cobertas pelos cursos. E caso alguém diga que não pode pagar o curso, nós nunca vamos impedi-lo de participar. Há sempre 10 a 15% de bolsas para cada curso. Se alguém quiser patrocinar um curso para uma crianças de rua, nós adoraremos organizá-lo. Nós o fizemos em vários lugares pelo mundo afora.

P. O que você diria à Osama Bin Laden se você tivesse um café da manhã com ele?

Sri Sri: Eu o traria à América de avião e lhe diria “olha quanta gente maravilhosa há na América, o que você está fazendo?” Neste momento não sei exatamente o que diria a ele, mas eu tenho certeza que eu faria algum impacto nele.

P. Como aumentar a força de vontade?

Sri Sri: Meditação e respiração aumentam o poder interno. Estas práticas nos fazem ficar em contato com nós mesmos. Você sabe, força de vontade vem até você de três formas.

A primeira é quando você ama algo e então você se esforça por ele. O compromisso está lá.

Em segundo, onde há medo, há compromisso. Se alguém diz que se você não seguir certa dieta você terá que fazer uma operação, então você a seguirá.

Em terceiro há cobiça. Se alguém lhe diz: ‘se você fizer isto por um mês você receberá um milhão de dólares’, eu lhe digo, você não faltará um único dia!

Seja por cobiça, medo ou por amor, você seguirá seu compromisso. E eu sinto que o último é melhor que os outros dois.

P. Você falou sobre educação e em como ela pode fazer o mundo melhor. Onde Deus entra nesta equação?

Sri Sri: Você não precisa botar Deus em lugar nenhum porque Ele já está em todos os lugares. Por favor não tente achar um lugar para Ele.  Ele é onipresente. Se você pensa que você vai achar um lugar para ele, Ele vai rir de você. Deus é a energia na qual todos nós estamos. Nós não podemos escapar desta energia. Deus não é alguém sentado no alto, que pune você quando você faz algo errado. Ele fica quieto quando você comete erros e depois vem com uma vara. Esta idéia de Deus pode estar em livros, mas para mim Deus é amor. E o amor permeia toda a criação em todos os lugares, em todo mundo e em tudo. Quando você relaxa e traz sua mente para dentro de si mesmo, você obtém este poder. Esta é a base da criação.

P. Se felicidade já está dentro de nós, qual o é papel do professor ou do ensinamento espiritual?

Sri Sri: Você quer uma resposta para esta pergunta? Você respondeu sua própria pergunta, meu querido! Você quer uma resposta. Você quer alguém que responda. Qualquer um que responder esta pergunta para você, será o professor! Se a pergunta não existir, então não há necessidade de resposta. No momento que você fez a pergunta, você está esperando a resposta e quem a der será o professor. Certo? Oh, você pode dizer: ‘eu tenho uma pergunta mas eu não sou um estudante’, e um professor pode dizer: ‘eu responderei mas eu não sou um professor.’ Então eu diria que nenhum dos dois é sincero. É como um médico dizendo ‘eu lhe receitarei um remédio mas não me chame de médico.’ É como o paciente dizendo ‘eu quero remédio mas eu não sou um paciente.’

P. Você pode nos falar sobre perceber o propósito da vida?

Sri Sri: Isto é algo que cada um tem que achar por si mesmo. Qual o propósito da nossa vida? Você pode fazer a pergunta, mas não ouça a resposta de ninguém. Aquele que sabe a resposta não a dará e quem tentar responder, não sabe. Este é o critério. A simples pergunta: ‘qual o propósito da vida?’ é muito preciosa. Significa muito para nós. Se esta pergunta surge na sua mente, você pode cumprimentar-se porque está questão remove as teias da sua mente, sua confusão. Pode remover todas as coisas desnecessárias e colocá-lo no caminho certo, permanentemente. Não há resposta simples. É um caminho no qual nós temos que viajar. “quem sou eu, o que eu quero, qual o propósito da minha vida?” Isto o levará para frente na vida. Então, cumprimente-se: ‘oh, eu sou sortudo por esta pergunta ter vindo na minha mente.’ Qual o proposto da vida? Você sabe, muitos nem sequer pensam nesta pergunta. Eles apenas existem. Eles comem, dormem, assistem televisão e então eles morrem.

P. Qual é a coisa mais importante que uma pessoa pode fazer para sentir Deus na sua vida?

Sri Sri: Sorria e sirva. Sorria de si mesmo. Sorria da sua própria mente e de como ela vacila. Observe sua mente e sorria dela. Não se deixe influenciar pela mente mas sorria e sirva as pessoa a sua volta da maneira que puder. Você não deve fazer coisas que você não pode fazer. O mundo não espera que você faça coisas que você não possa fazer. Veja, se você não é um médico, ninguém espera que você prescreva remédios. Certo? Se você não é um engenheiro, ninguém espera que você conserte nada. O mundo espera de você aquilo que você é capaz de fazer. E fazer o que podemos é servir. Nós precisamos fazer um pouco de serviço. O que quer que façamos, um pouco deve ir de volta para a sociedade. Todos devem fazer isto. Meu avô pegou todo o ouro que tinha em casa e deu para Mahatma Gandhi. Ele mandou sua família para a casa dos sogros e ficou no ashram de Mahatma Gandhi (seva gram) por vinte anos, servindo Mahatma Gandhi. Quando nós viemos para Bangalore, meu avô apresentou meu pai para Mahatma Gandhi. Meu pai tinha uma corrente de ouro no pescoço. Mahatma Gandhi olhou e perguntou: ‘isto é necessário pra você?’ A corrente de outro que tinha apenas quinze gramas era tudo que ele tinha.  Imediatamente meu pai disse ‘não, não é necessário, você pode ficar. Você está fazendo algo para uma grande causa. Você está fazendo o movimento da não-violência. Isto é para o país, para a nação, para o continente.’ Ele imediatamente a deu para ele.

Quando eu estava na escola, orgulho era ligado a simplicidade, a equanimidade. Quando você é equânime, você é sorridente e tem compaixão. A pessoa que tem compaixão é considerada uma heroína. Aquele que nunca perde a paciência era considerado normal. Hoje, infelizmente, orgulho está ligado a agressão e violência. Todo herói é muito agressivo. Então, se um estudante colegial é mais macho e bate em todo mundo, ele se torna um herói, um modelo. Esta mudança no modelo é um problema no mundo todo. Nós precisamos trazer de volta a espiritualidade, a espiritualidade com a qual nós crescemos. Tem um mente equânime e

equilibrada. Mostrar compaixão para todos.

P. Como podemos confrontar fraude e corrupção?

Sri Sri: Falta de senso de pertencimento cria corrupção. Falta de afabilidade cria fraudes. Se você tiver amigos, você não comete fraudes. Se você não tem amigos, você sente medo e então você se torna uma fraude. Você engana os outros. Alguém enganaria alguém que realmente considera um amigo? Não.

Este senso de afabilidade deve morrer. Pois mostrar afabilidade não é verdadeira amizade. Não é assim? Você enganaria um amigo sincero? De jeito nenhum! Você daria sua vida para salvar uma amigo, mas não o enganaria. Quando você não sente afabilidade e o senso de pertencimento, é quando você engana os outros. Então o medo na pessoa e a ambição de juntar para nós mesmos criam pessoas e atitudes fraudulentas. Corrupção também é através de medo. Então, eu diria que nós devemos espiritualizar a política, socializar as empresas e secularizar a religião.

P. Nós realmente temos que ter um propósito na vida ou podemos apenas sermos felizes?

Sri Sri: Não, você fez deste o propósito da sua vida. Você decidiu que ser feliz é o propósito da sua vida.  Correto? Você já tem um propósito.

Você pode ser feliz se sua família não estiver feliz? Você pode ser realmente feliz se o meio ambiente e as pessoas a sua volta não estiverem felizes? Você sabe que quando você expande sua visão e sua consciência, você vê que é parte de todos. Se as pessoas a sua volta estão sofrendo, você não pode simplesmente fechar os olhos e dizer ‘eu serei realmente feliz.’  Quanto mais sutil você for, mas refinado você fica. Mais sensível você fica, você sente por todo mundo no mundo. Não apenas as pessoas, mas as árvores, os animais, as plantas também. Você começa cuidar do meio ambiente.

P. Como aprendemos a não ser egoístas? Posso aprender a agir sem dúvidas?

Sri Sri: Você já não é egoísta! Você já se livrou disto, meu querido. Apenas saiba que você não é egoísta. Simples assim. Porque? Por que quando você sente que você é egoísta, algo a irrita, você não se sente confortável. Você se sente confortável quando você está em casa no seu elemento. E isto já é sendo generosa. Não se pode cultivar virtudes. Você simplesmente as têm.

Você deve assumir que as tem; então, as virtudes crescerão. Você sabe o que é dúvida? Dúvida é sempre sobre algo que é positivo. Não é? Se alguém lhe diz “eu te amo tanto”, você diz: “mesmo?” Mas se alguém lhe diz: “eu te odeio”, você não questiona. Nós nunca duvidamos quando alguém diz: “eu não gosto de você.”  “Eu também não gosto de você”, vem logo em seguida. Mas se alguém lhe diz: “eu te amo”, você diz: “mesmo?” Nós duvidamos da integridade dele. Nós questionamos a honestidade dele. Nos nunca questionamos a sua desonestidade. Nós duvidamos das nossas capacidades. Nós nunca questionamos as nossas incapacidades ou fraquezas. Nós consideramos nossas  fraquezas como leis. Da mesma forma, quando alguém pergunta se nós estamos felizes, nós respondemos que não temos certeza! Nós nunca estamos certos da nossa infelicidade, mas isto nunca é dito sobre depressão. Se alguém lhe pergunta se você está deprimido, você dirá: “não tenho certeza se estou deprimido.” Não? Tanta certeza sobre sua depressão! Nós temos certeza.

Nós duvidamos do amor. Nós duvidamos da honestidade dos outros. Nós duvidamos da sinceridade. Alguém pode ser sincero a sua vida toda e ser insincero uma única vez. Nos acreditamos na insinceridade mais do que na sinceridade. Não é? É a natureza da dúvida. É por isto que duvidamos da existência de Deus também. Deus é todo verdade, logo nós duvidamos. Ele pode estar lá ou não. Quando nós sabemos sobre a natureza da dúvida e superamos a dúvida, algo começa  acordar dentro de nós. É o que eu chamaria de confiança.

Confiança em si mesmo, confiança nas pessoas em volta de você e nas leis da natureza. De outro jeito, paranóia toma conta da mente. Se você não acredita em ninguém, você não acredita na sua esposa, suas crianças, seus vizinhos, seus amigos, seu irmão. Você achará que todo mundo é trapaceiro e vai enganar você. Todos querem algo de você. Este tipo de paranóica encolhe a nossa personalidade. Paz e espiritualidade, costumo dizer, são AC. Da mesma forma que esta sala tem ar condicionado, para nós nos sentirmos mais confortáveis, o espírito e a mente funcionam semelhantemente e absoluto conforto é chamado é chamado de espiritualidade. AC para o espírito!

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

© Fundação Arte de Viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s