Cada um de nós deve se responsabilizar por criar de uma atmosfera animadora!

Bali, 1 de abril

P: Como lidar com as pessoas que vivem te machucando ?

Sri Sri Ravi Shankar: Fala sério… ninguém pode feri-lo, no máximo eles pode falar e falar. Quando falam e falam, fazem por conta da ignorância. Se você não quer se ferir, ninguém pode feri-lo. Você deve ter consciência que você é forte e ninguém pode feri-lo. É bom comer alguns biscoitos picantes aqui e ali. Você deve ser o diretor, se você é um ator na peça, você fica preso nela. Você deve apenas transformar-se numa testemunha. Observe sua mente quando você está chateado. Algo está acontecendo dentro do corpo.

P: Estou confuso a respeito de quem eu sou, como posso ser cada vez mais natural? Como posso ser eu mesmo e desenvolver um sentido aguçado do EU? Tudo bem de eu ser muito diferente das outras pessoas?

Sri Sri Ravi Shankar: A confusão é um estado provisório muito bom. Você sabe quando fica confuso? Quando você cresce! Quando um conceito em particular na sua mente simplesmente desmorona, despedaça. Você pensou que era alguém, e esse conceito se rompe, então há confusão. Então, é um sinal de crescimento. É chocante? Bom. Se você quer saber quem você é, você está no lugar certo e tudo bem que você esteja confuso. De fato, nós somos todos diferentes contudo nós tentamos imitar os outros. Aí está a raiz do problema. Apenas reconheça a diferença e comemore as diferenças. Para ser você mesmo, você está no lugar certo. Tudo bem ser diferente, sua diferença não precisa se opor a diferença dos outros. As pessoas que são rebeldes querem ser diferentes para competir. Você pode ser diferente. Você poderia ser diferente, você não precisa se exibir como diferente. Entendeu?

P: A cultura de Bali é conectada a Índia, você poderia falar um pouco mais disso?

Sri Sri Ravi Shankar: Se você mergulhar na cultura aborígine, pelo mundo inteiro você verá que são todos similares – na Columbia Britânica, na Austrália, na Nova Zelândia, na Índia etc. Todos são parecidos um com o outro. Todos honram as 4 direções, a lua, a terra, o sol, a água, as montanhas. Eles todos honram a criação. Índia e Bali estão no Sudeste Asiático, e naturalmente estão conectados. É bom encontrar similaridades, e comemorar as diferenças.

P: Na Yoga, nós sentimos tanto amor e unidade. Como levarmos esse sentimento para o mundo lá fora?

Sri Sri Ravi Shankar: Esse pensamento eu deixarei com você. Você vai achar maneiras de fazer isso.

P: Você sempre parece assim tão calmo e centrado, apesar de sua programação intensa? Como você consegue?

Sri Sri Ravi Shankar: Você sabe que a beleza está nos olhos de quem a vê? Como você consegue ver beleza em todos os lugares? A consciência é verdade e beleza juntas. Beleza de verdade acontece quando você está centrado, quando sua mente está com a verdade. É por isso que todos os bebês são bonitos – porque eles estão em seu centro.

P: Às vezes desejamos coisas e após consegui-las, ainda assim não estamos satisfeitos. Por que?

Sri Sri Ravi Shankar: Sorte sua. Se você fica satisfeito obtendo coisas, você não é tão afortunado. Eu desejo que você fique insatisfeito com tudo ao seu redor assim se conscientiza que você é satisfação. Nada pode te dar satisfação porque você é satisfação. Você tem que sentar em silencio por alguns minutos numa viagem interna para te trazer satisfação; nada mais pode te trazer satisfação.

P: Que é o objetivo da espiritualidade? Eu aprecio a jornada mas não sei o objetivo.

Sri Sri Ravi Shankar: O objetivo é colocar um sorriso em seu rosto que nunca se abale. Um sorriso que ninguém possa tirar de você.

Uma paz que simplesmente se expanda e se espalhe ao outro.

Um amor que nunca diminua ou distorça.

Este é o poder que você desenvolve.

É melhor que você não se preocupe com o objetivo. Esteja no momento presente, você verá que você está em um esteira rolante ou em uma escada rolante. Os degraus te levam. Você não tem que fazer nada.

P: Por que não podemos voltar ao passado para corrigir nossos pecados?

Sri Sri Ravi Shankar: Corrigir nossos pecados? Eles todos fugiram de você. Todo dia é uma vida nova, viva como se você fosse uma pessoa nova. Meu caro, é por isso você está aqui. Se você tem que viver no passado e se alimenta dele, você não precisa estar aqui no satsang. Você veio aqui, saiba que isso é novo. Satsang é como o fluxo de um rio; sem água estagnada, todo o tempo água fresca.

P: Como colocar limites entre não ser uma bola de futebol da opinião alheia e ainda assim escuta-los? Não é igualmente importante escutar a opinião dos outros?

Sri Sri Ravi Shankar: Sim, é como andar em uma bicicleta.

P: Como paramos a depressão?

Sri Sri Ravi Shankar: Fazendo o pranayama (técnicas da respiração de eliminação de estresse) e Yoga regularmente. Pare de pensar só em você, “oh, e eu?” Esta é uma técnica de ficar deprimido, se qualquer um quiser ficar deprimido devem fazer somente uma pergunta, “e eu?” Fala sério!. Pense no mundo, nas outras pessoas em torno de você, o que você pode fazer pelo mundo. Você tem uma ideia global do que pode fazer, a depressão fugirá de você. Então, duas coisas:

1. É fazer suas práticas e

2. Trace um objetivo para você mesmo, faça algo no mundo que seja útil a muitos outros.

P: Por que nós sonhamos ao dormir a noite? Como o sonho se relaciona com a nossa vida? Um sonho se torna realidade?

Sri Sri Ravi Shankar: Por que nós sonhamos ao dormir? Você quer sonhar enquanto acordado? (Risos – olhares na lua, no horizonte). Há muitos pessoas que fazem isso. Ate mesmo o oceano ficou sereno pra refletir a lua. é tão artístico, não? Olhe pra lua e a nuvem, parece alguém emergindo da nuvem.

Há cinco tipos de sonhos.

O primeiro tipo: são suas experiências passadas – então, onde você estudou, foi pra faculdade, ou você trabalhou em seu escritório, ou em um empreendimento.

O segundo tipo de sonho expressa seus desejos inatos. Suponha, que você quis beber um refrigerante e você não bebeu e foi dormir, e no sonho você está bebendo um refrigerante. Quantos de vocês já tiveram essa experiência? Qualquer coisa que tenha querido fazer e não fez. No sono você satisfaz essas coisas. Seus desejos vêm até você em forma de sonho.

E o terceiro tipo de sonho é intuitivo – o que quer que vá acontecer no futuro talvez seis meses adiante ou um ano pode lhe vir sob a forma de um sonho. Antes de o tsunami acontecer, alguns meses antes, algumas pessoas sonharam com ele. Ondas de quase dois metros altura. Muitas pessoas tiveram essa experiência. Mesmo aqui na Indonésia muitas pessoas tiveram a experiência do vulcão entrando em erupção. Assim o que quer que vá acontecer no futuro, isso pode vir-lhe como um sonho, este é o terceiro tipo de sonho.

O quarto tipo de sonho qual é? Sobre o lugar que você está no momento, suponha que você vai e dorme na Alemanha em um lugar ou na casa de alguém e no sonho você ouve todas as palavras em alemão. Na Rússia, no sonho você ouve e vê os rostos dos russos, na língua russa. Pode acontecer em qualquer lugar do mundo. O quarto tipo de sonho é relacionado ao lugar que você está dormindo e não à sua experiência pessoal. E o quinto tipo de sonho é uma mistura de todos esses. Alguns deles são do passado, do presente, dos desejos e do lugar que você se encontra. Noventa por cento de seus sonhos são esses; por isso é que não são claros. De repente você está em um cavalo e o cavalo está dentro de um trem, e o trem está indo para a água em um navio, então, o navio está voando alto no céu. Todas os tipos de coisas esquisitas acontecem. É por isso que quando as pessoas pedem que eu interprete seus sonhos, eu digo, “tome um chá, e acorde.” Não se preocupe com sonhos, faça um embrulho e jogue-o no mar.

P: Eu tive uma experiência de ser ninguém e eu era tão feliz, mas então eu comecei a assumir algumas responsabilidades e comecei a me sentir como se eu fosse alguém de novo – diferente e especial. O ego dominou. Como posso sustentar ser ninguém ao mesmo tempo que realizo minhas responsabilidades e faço os papéis que eu tenho que fazer?

Sri Sri Ravi Shankar: Deixa isso pra lá. Você faz algo e todos te adoram e te dizem que ser humano bom você é. Veja a vida num contexto maior. Há seis bilhões e meio de pessoas no planeta e todos vivem por algum tempo e então todos morrem. As pessoas que elogiam e as pessoas que são elogiadas, ambas morrem. O universo inteiro em algum ponto termina. Então renuncie tudo. Assim quando você olha sua vida de um contexto maior você verá que você é todos.

P: Como a televisão afeta nossas mentes? Quando eu assisto a filmes porque eu sinto que o divino está distante, longe de mim? Quando eu faço sadhana, satsang e seva me sinto conectado. Por que há tanta mudança de sentimento?

Sri Sri Ravi Shankar: Não se preocupe! Você assiste à televisão mas não assista em excesso. Ela coloca uma tensão no cérebro. É muito cansativo. Qualquer coisa em excesso é cansativo.

P: Eu quero progredir espiritualmente super rápido. Como eu chego na via expressa? Eu já perdi tanto tempo.

Sri Sri Ravi Shankar: Quando você embarca em um trem você deve simplesmente relaxar. Se você ficar correndo dentro do vagão não chegará mais rapidamente. Entendeu? Apenas imagine alguém com sua mala correndo de compartimento a compartimento. Meu caro, isso não fará com que chegue mais rapidamente. Entendeu? Para entrar no trem você tem que correr rapidamente, uma vez que você está no trem, apenas relaxe.

P: Se nós não devemos nos culpar nem culpar o outro, quem posso culpar? Tudo bem de culpar você?

Sri Sri Ravi Shankar: Absolutamente. Eu estou pronto. Eu posso assistir ao divertimento, tanto o quanto você quiser. Você tem que culpar alguém? Se você tem que culpar, então bote tudo pra fora.

P: Minha mente vaga em muitas direções. Eu sinto inveja e raiva dos meus amigos e parentes. Eu sei que não está certo, como controlar a mente que me afasta e nunca me deixa bem? Por favor me ajude Guruji, Eu espero que de hoje em diante eu tenha sentimentos bons e paz de espírito. Eu quero ser uma pessoa diferente. Já estou de saco cheio.

Sri Sri Ravi Shankar: Eu acho que você tem muito tempo livre nas mãos! Comece a fazer algo bom pro mundo, algum projeto de ajuda, alguma coisa. A mente é assim. Às vezes está bem e as vezes mal. Você gosta de algo e no outro dia não gosta mais. Quem liga! Se prestar muito atenção às suas emoções não chega a lugar algum. Um dia você se sente bem, o outro dia não se sente bem. De novo a mesma coisa! Então a mente oscila entre estar bem e mal. Estar centrado é saber que você é muito mais que sua mente, que suas emoções, e que a mente é traiçoeira. Imagine que você é a mãe e a mente é o bebê, às vezes a mãe concorda com o bebe e às vezes não. Às vezes a criança chora e a mãe atende a seu choro. Outras vezes a mãe deixa a criança chorar por um tempo. Não se incomode demais com isso. Veja quanta harmonia você pode trazer aos outros.

É nossa responsabilidade, cada um de nós deveria se responsabilizar por criar uma atmosfera animada, uma atmosfera de positividade. Uma vez que você está centrado, você se torna uma fonte de inspiração, uma fonte de alegria, uma fonte de paz para todos. Então temos que pensar, ‘ e dai’?’ Não é sempre que as coisas funcionam da maneira que queremos, então você diz “ e dai?” e se ‘e dai?’ não ajudar então diga ‘eu sou’ (so humm – som da técnica Sudarshan Kriya ensinada nos cursos da Arte de Viver) com certeza ajuda. Uma combinação de ‘e daí?’ e de ‘eu sou’ (so humm) te coloca numa plataforma mais elevada.

P: Essa manha, durante a meditação minha cabeça ficou caindo pra frente inúmeras vezes. Os pensamentos não me incomodaram, mas minha cabeça caindo me incomodou. Isso significa que eu não estava meditando?

Sri Sri Ravi Shankar: Não, não.. tudo bem.. Quando você medita, às vezes, a cabeça tomba, ou o corpo pode balançar. É normal. Diferentes tipos de estresse quando liberados, todas essas reações podem acontecer. Tudo bem, nada pra se preocupar.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

© Fundação Arte de Viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s