“Quando você expande sua visão, o desapego está lá”

Ashram de Bangalore, 25 de janeiro:

P: Eu me sinto tão bem aqui mas as vezes quando eu vejo gente rica e famosa, eu me sinto um nada. Por favor me ajude.

Sri Sri: Se você quiser ser uma destas estrelas, corra atrás, não é muito difícil. Seja você um herói ou heroína você descobrirá que uma vez que se encontrar neste mundo que você acha tão bom, será apenas ok. Se sua vontade for muito forte então vá atrás, não é muito difícil.

Você sabe, seu corpo está constantemente emitindo energia, vibrações. Você emite energia o tempo todo. E quando você sabe que suas vibrações é o que fazem as coisas acontecerem no mundo, você saberá que está no controle. Assim, quando você pensa que as coisas serão negativas, esta é a semente que você está colocando no universo, e é o que vai acontecer. Com seu pensamento positivo, idéias positivas, sankalpa positivo…  Diz-se: deixe as vibrações positivas saírem de você. Os pensamentos negativos surgem, mas mesmo assim você diz que tudo é positivo. E como isto acontece? Não apenas pensando, mas relaxando. Cortar um pensamento com outro pensamento é apenas superficial, mas cortar um pensamento com silêncio, com devoção, com fé, com entrega à Deus, é mais profundo.

Maharishi Patanjali diz que o equilíbrio da mente acontece quando você oferece tudo que você não consegue cuidar para Deus, para o espírito universal.

O espírito universal está a sua volta, o tempo todo. Ele não tem forma nem nome, mas está em volta de você todo o tempo e você entrega seus desejos ao espírito universal. Tenha certeza e saiba que seu problema será resolvido. Isto é siddhi, perfeição.

Você observa em sua própria vida, seja centrado, relaxe e entregue; e você verá as coisas acontecendo sem esforço, o que tem que acontecer daquele jeito e se você não descobre o caminho, então, há algum parafuso solto na mente que precisa ser consertado. As pessoas pedem bênçãos e deu dou bênçãos em abundância, cheques em branco de bênçãos mas você precisa saber como preenchê-los. Desconte os cheques. E os jeito de descontá-los é: “vou conseguir”, “minhas necessidades serão atendidas”, “o melhor acontecerá”.

Algumas vezes, nós não sabemos o que desejar ou nós desejamos algo que não merecemos ou nós desejamos menos do que merecemos. Peça e lhe será dado. Quando nós merecermos mais e desejamos menos, peça com habilidade. Então qual é o jeito? Pedir com habilidade é: “eu quero isto ou algo melhor que isto”. E tenha a imagem positiva na mente, pois tudo são neurônios. Um dos cientistas diz que nossas mentes são tipos diferentes de neurônios e há certos tipos de neurônios  que criam barreiras. Quando uma pessoa à sua frente toca alguém, sua mente diz: “você está sendo tocado” mas há alguns neurônios que envia um sinal à mente que diz: “não é você que está sendo tocado.”  Se sua mão é anestesiada e se alguém toca outra pessoa, você também sente o toque. E ele (o cientista) diz que nós não somos nada além de neurônios, nós estamos todos conectados, todos estão conectados. Quanto mais sutil nós formos, nós descobrimos que há apenas vibrações e não há nêutrons, prótons ou elétrons, mas tudo que existe são vibrações. E então ele diz que os números são muito importantes.

In Rudrapooja nós dizemos ‘ekacham, trisraschame…’, ontem apenas  nós entendemos porque nós dizemos isto.  Nós cantamos os números ímpares primeiro e depois os números pares em Rudrapooja. Ele diz que se os números não existissem, todo o universo desmoronaria. Tudo existe nos números, nos algarismos e se um número falta, o universo todo desmorona. É como num telefone celular, você deseja fazer uma ligação, mas se um algarismo estiver errado, a ligação nunca chegará na pessoa certa. Não adianta reclamar dizendo: ‘se um dígito está errado, como eu não consigo fazer a chamada?’ e se tudo está certo, então a vida se conecta, os números são muito importantes. E é tudo apenas vibração. Um dos grandes físicos que estava no time da primeira bomba nuclear lançada em Hiroshima e Nagasaki diz: ‘eu estudei matéria for 35 anos para descobrir que ela não existe. O que existe é apenas vibração.’ Todos nós emitimos e absorvemos vibrações. E cantar cria vibrações tão positivas que você vira uma fonte de energia.

Qual a diferença entre uma lâmpada apagada e uma lâmpada acesa? Uma emite energia e a outra não. Cantar e meditar é como acender a lâmpada. Você nota a diferença de quem faz tudo isto com fé a alguém que nunca fez? Reflete no rosto. Se você nunca notou, melhor começar a notar! (risos)

O que acontece quando você está preocupado o tempo todo? De repente você sente que o cérebro, a parte de cima, fica como uma pedra. Do mesmo jeito, o que acontece quando você ouve um comentário negativo sobre você mesmo, o corpo todo fica pesado. Você não pode evitar que as pessoas falem coisas negativas sobre você. Quantos têm esta pergunta? E quantos têm esta experiência? Quando alguém diz algo negativo sobre você ou quando um amigo próximo se sente deprimido, você começa a se sentir do mesmo jeito, toda a sua energia diminui. Por isto satsang é tão importante, que este conhecimento é tão importante. Quando você foca em alguém que está deprimido, você se sente do mesmo jeito e quando você participa do satsang, seu foco é elevado para o conhecimento. Por isto o Guru é importante porque quando você pensa no Guru, quando você muda o foco para o Guru, em poucos momentos sua energia é renovada, você volta para o seu normal. Quantos de vocês já tiveram esta experiência?

Há um velho provérbio: ‘Guru bina gati nahin’ que significa que não há progresso sem o Guru porque há tantas pessoas a sua volta que você é jogado e revirado pelas emoções, humores e culpas dos outros, que você fica paralisado, você não consegue se aperceber. Mas quando o Guru está presente nada disto fará diferença para você e mesmo se fizer, será apenas por alguns minutos ou horas e então você é capaz de superar, ultrapassar. Como se você tivesse uma capa de chuva se estiver chovendo, você é capaz de se proteger da chuva. Neste contexto, os antigos da Índia, Coréia, Japão e até da China disseram que o professor espiritual, o mestre ou uma pessoa que está no caminho é tão importante para que você não sinta estas vibrações negativas, pesadas por dias e dias.

Em segundo lugar, se você vê que ninguém está disponível, nenhum grupo está disponível, o que fazer? Cante, faça pranayama, ande na natureza, Vedanta ou esta ciência que tudo é apenas vibrações.

Os números são muito importantes, então nós cantamos: ‘Om Namah Shivaya’ 108 vezes. No Islã eles também colocam o número 786, certo? Em Rudra Abhishek nós cantamos uma seqüência de números ímpares e pares. Isto muda as vibrações. Nem os especialistas tem respostas sobre cantar os números em Rudra Abhisheka. Nós temos que ouvir os cientistas para entender. Eles dizem que o espaço é curvo. Espaço é como água, se você colocar uma bola na água ela faz ondas. Água é o meio e isto também foi dito há milhares de anos no Vedas e por isto é o quinto elemento. Espaço é onde viajam as vibrações, é um meio como a água, o ar, o fogo e a terra. E os cientistas dizem a mesma coisa hoje. É impressionante ver como as pessoas há 10.000 anos sabiam que espaço era curvo e um meio e que não há uma, mas dez dimensões, nas quais está o espírito. Estes fatos abrem nossa mente para a realidade maior.

P. Como pode o desapego ser praticado em relacionamentos próximos como na família? Isto não me faria ser indiferente?

Sri Sri: Você sabe, quando você amplia sua visão, que o desapego esta lá, ele vem naturalmente. Não é algo que você se força a praticar e diz: ‘eu serei desapegado.’ A mente diz: ‘você quer fazer isto’ e você diz: ‘não, eu preciso ser desapegado.’ Não é um exercício intelectual, mas um fenômeno. O desapego acontece quando o conhecimento se expande, a sensibilidade se expande e quando você fica mais alerta. O estado que surge em você é desapego.

P: Qual o sentido de entrega? Isto significa não fazer nada, deixar as coisas acontecerem e a natureza cuidará de você?

Sri Sri: Não, não. Você se dedica 100% e quando você não consegue fazer mais, ao invés de dizer frustrado: ‘eu desisto’, você diz eu desisto’ com um sorriso e entrega.

Quando você o diz com raiva, é frustração. E quando você diz com um sorriso, é entrega.

P: Guruji, é necessário um esforço para começar a saudação ao sol mas eu começo a sentir embriaguez nela. Você pode, por favor, explicar este fenômeno?

Sri Sri: Sim, você deve fazer a saudação ao sol. Um pouco de esforço é necessário para o iniciante e um pouco de esforço é essencial para começar. O que acontece com o esforço? O ‘rajogun’ ou inquietação no corpo se canaliza. As tendências para agir são atendidas e então o que resta é simples harmonia e é sattva. Assim, rajogun (inquietação) fica exausto pelo exercício e sattva traz você para meditação. Logo é bom fazer algum esforço no começo e no final relaxar, aí está a realidade.

P: Qual carma eu tenho que fazer para não ter que renascer novamente?
Sri Sri:
Por que não renascer? Nós não queremos renascer porque nós achamos a nossa vida infeliz, mas se temos alegria nesta vida, se você faz satsang todos os dias, porque não renascer? Quando você está alegre, fazendo satsang, servindo às pessoas a sua volta, você dirá que deve ter mais cem renascimentos como este. Quando você está tão cansado desta vida, quando as esperanças e desejos te cansaram, quando os desejos te consumiram, você então só diz: ‘eu não quero renascer.’ Sejam quais forem os desejos que você tiver, realize-os e aqueles que não realizar, desista deles e seja feliz.

P.Qual a diferença entre sonho e objetivo?

Sri Sri: Quando você fala de um objetivo, você pensa que ele é factível, mas quando você fala em um sonho, você pensa que ele não pode ser viável. Quando você diz: ‘eu tenho um sonho’ há uma dúvida e você se sente mais forte se você tem um objetivo.

P. Guruji, a cura funciona?

Sri Sri: De sua parte, sim, definitivamente. Se cura de sua parte, outros ficarão curados.

P. Guruji, você é tão lindo, tão sereno, que eu não consigo tirar os olhos de você. Quem é você?

Sri Sri: Primeiro pergunte-se quem você é. E quando você achar a resposta, você também saberá quem eu sou.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s