“Viva na entrega, a entrega leva ao Samadhi”

Ashram de Bangalore, 21 de Janeiro de 2010:

P: O que é a significância do tempo, se tudo está acontecendo no momento presente?

Sri Sri Ravi Shankar: (após uma pausa de um minuto) Agora passou (o minuto passado). O presente está sempre presente. Passado e futuro também estão presentes. Toda essa criação não tem significância, nem o tempo, nem o espaço.

P: Qual é a relação entre o pensamento e a ação?

Sri Sri Ravi Shankar: Você não deve jamais atuar sem pensar, ou você terá grandes problemas. Existem duas dimensões na nossa vida. Às vezes você age sem pensar e às vezes você só pensa e não age. A fonte de ambos – pensamento e ação – é você. Conhecendo a si mesmo, seus pensamentos se dinamizam e as ações se tornam perfeitas. Seus pensamentos e ações se alinham.

P: A liberdade vem do conhecimento do mundo material, enquanto “Advaita” diz que não existem dois, tudo é um. Qual seguir?

Sri Sri Ravi Shankar: Ambos estão corretos. Todos tem seus lugares. Quando você compreende uma única substância, você é liberado. A substância te diz que não existem duas substâncias. Um grande cientista do nosso tempo, Dr. Hans Peter Durr, tem 81 anos e disse “Eu tenho estudado a matéria pelos últimos 70 anos, matéria que nunca existiu”. Isso é a alta física. É muito interessante.

P: Como aprender da experiência? Muitas vezes repetimos as mesmas coisas, mas não aprendemos.

Sri Sri Ravi Shankar: Se você continua fazendo a mesma coisa de novo e de novo, sabendo que isso te traz infelicidade, você realmente não compreende que te traz infelicidade ou acha que te traz algum prazer. Desejar o prazer e não ter consciência que isso te trará infelicidade são duas coisas que te fazem cometer o mesmo erro repetidas vezes. É por isso que é o chamado de hábito. Hábitos não te dão prazer, mas te trazem dor ao não segui-los.

P: Guruji, ontem você falou sobre nível de prana. Você disse que em seres humanos está entre 7 e 16. Como descobrir isso?

Sri Sri Ravi Shankar: Tudo o que você tem que fazer é aumentar seu nível de prana, e estará fazendo isso. Pranyama, meditação – tudo isso eleva seu nível de prana.

P: Adi Shankara diz, “Kasya sukham na karoti viraga” (Quanto prazer o desapaixonamento não dá). Também é dito, tivra samvega nam asannah (Quando você tem um grande desejo, uma vontade intensa – tudo se torna fácil). Como estar nesse estado da mente e continuar desapaixonado?

Sri Sri Ravi Shankar: A verdade é contraditória. Valores completamente opostos juntos formam a verdade. Isso é verdade e aquilo também é verdade. Desejo intenso te levará à meta e ao mesmo tempo o desapaixonamento também te levará lá. Desapaixonamento te traz felicidade.

P: Porque os sonhos existem se não se tornam realidade?

Sri Sri Ravi Shankar: Porque são sonhos.

P: Guruji, porque você tem tantos discípulos?

Sri Sri Ravi Shankar: Alguém me perguntou, “Porque você tem tantos seguidores?”. Eu respondi, “Porque eu fico correndo na frente de todo mundo.” (Risos) As pessoas ficam vindo atrás de mim. E então ele perguntou, “Como você faz isso?”, e eu respondi, “É muito fácil, é só continuar correndo na frente.” (Muita risada)

P: Turyia avastha (estado de Samadhi) de chetna (consciência) é shiv tattva. Como alcançar shiv tattva?

Sri Sri Ravi Shankar: Nirvikar (sem cicatrizes) e prayatna rahit (sem nenhum esforço). Deixando todos os esforços e todo o vikar na mente, você relaxa.

P: Como assegurar que uma alma boa nasceu? Temos que seguir alguma regra?

Sri Sri Ravi Shankar: Somente seja feliz e mantenha seu coração limpo e terno. Quando você tem dúvidas, quando está zangado ou frustrado, seu coração e sentimentos endurecem. Com conhecimento e sabedoria, seu coração permanece suave e flexível. Do contrário, você diz que todos estão errados e você é o único correto. Você não vê quão errado você está. Você comete tantos erros e não olha para eles, mas quando alguém comete um erro, o seu coração endurece. Não é verdade? Existe um ditado na Índia, do santo Kabir que diz, “Bura dekhan main chala, bura na milya koi”, que significa, “Eu queria encontrar um homem mau, mas não conseguia. Quando olhei para mim mesmo, não encontrei ninguém pior.” Isso vindo de um santo. Então perceber os erros dos outros endurece seus sentimentos. Eu não concordo tanto com a outra fala. Se você ficar olhando seus próprios erros, isso também não irá suavizar seus sentimentos e te trará culpa. Então só uso a primeira frase desse ditado.

P: Se fazemos algo de errado com alguém e essa pessoa nos faz uma boa ação, devemos frutificar com esse karma (ação)?

Sri Sri Ravi Shankar: Não analise tanto. Você passará pelo karma que tiver que passar. E não passará por aquele que não precisar passar. O karma que tiver que ser terminado com sadhana, pranayama terminará. Ao entregar a Deus, ganhamos uma nova vida a todo instante. Não pense demais. Viva na entrega, a entrega leva ao Samadhi.

P: Não consigo pensar em mais perguntas, por favor, me diga algo para perguntar?

Sri Sri Ravi Shankar: Isso é bom. Meu trabalho não é te dar perguntas, mas te tirar perguntas.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s