“A não ser que você saiba o princípio do universo, você não saberá sobre o Ser”

Ashram de Bangalore

8 de dezembro de 2009

O satsang de hoje foi uma linda mostra sobre os segredos do universo, que é sem-fim e sem-começo.

Começou com a comemoração do 86o. aniversário de Acharya Ratnanda (pai do Guruji). Ele falou umas poucas palavras com amor e entusiasmo para várias centenas de pessoas treinando para serem professores do Arte de Viver.

Pitaji (papai): Hoje eu estou muito orgulhoso e humilde: orgulhoso de estar sentado próximo a um mahatma (uma alma elevada) e humilde porque eu sou um dos seus milhões de seguidores. Durante toda a minha vida, eu tenho dito: “a vida é viver.” Hoje eu sei “A vida é APENAS viver.

L.I.F.E. [vida em inglês] – L de love (amor) , I de Integrity (integridade), F de Fellowship (amizade) – sentido de pertencimento com o mundo todo e E de Enlightenment (iluminação). Para mim, meu mestre é a causa, a razão e o resultado da iluminação.

Para progredir na vida, seja jovem. Seja receptivo. Mesmo uma criança pode ensiná-lo. Você diz: “eu sei tudo!” Nós podemos e devemos ser jovens porque nós estamos seguindo a um jovem mestre!

O público aplaudiu e o bolo de aniversário do Pitaji (papai) foi cortado.

Então Sri Sri falou:

Sri Sri: “Há quatro níveis de fala – para, pashyanti, madhyama, vaikari.

A linguagem que nós falamos é vaikari. É a forma mais manifesta de fala.

Chatvari vak parimita padani – há

quatro níveis de fala e a inteligência humana conhece todas as formas. Os seres humanos falam no quarto nível. Mais sutil que vaikari, é madhyama.

Mesmo antes de falar, a forma de pensamento é conscientizada. Quando você entende neste nível, é madhyama.

Pashyanti é cognitivo. Não há necessidade de falar palavras. Para é o conhecimento não dito, não manifesto que está além.

Todo universo é esférico. Ele nunca nasceu nem nunca morrerá. Ele é anadi – sem começo e anantha – sem fim.

Então, qual o trabalho de Brahma, o criador? Dizem que há vários, vários Brahma, Vishnu e Shiva em todas yuga (épocas). No tempo e no espaço isto fica acontecendo. Então, qual a origem da criação?

Parame vyoman – além de akasha (espaço).  Conhecimento existe além de akasha. Conhecimento existe além dos cinco elementos.

Richo akashare parame vyoman

Vedas, que são conhecidos não são vaikari. Esta cognição é além do espaço. Todos os impulsos Divinos estão estabelecidos no campo que permeia tudo.

O que é akashaAkasha é descrito como vyoma, vyapti – significa

que-permeia-tudo, todo-permeável. O que é que está além de akasha? É inimaginável pensar em algo além do espaço. Apenas um cientista pode entendê-lo. Tudo está contido em akasha, todos os quatro elementos estão em akasha. O mais bruto é a terra, depois água, fogo, ar e espaço. Ar é mais fino, mais sutil que fogo. Espaço é o mais sutil de todos. Então é ar-fogo-água e terra. O que é que está além de akasha? Há a mente, intelecto, ego e o Mahatattva. Isto é tattva gyan – sabendo o princípio do universo.

A não ser que você saiba o princípio do universo, você não saberá sobre o Ser.

Quando você vai além de akasha, é um campo experimental. Todo o reino começa além de akasha.

Os videntes antigos falaram sobre Dravya guna sambandha ou relacionamento entre a substância e sua qualidade. Há um debate muito interessante se é possivel separar a qualidade da substância. A filosofia toda é muito interessante e a conclusão é que não se pode separar a qualidade da substância. Pode o doce ser separado do açúcar? Ele continuaria a ser açúcar? Pode o calor e a luz serem separados do fogo? Ele continuaria a ser fogo depois?

O que traz qualidade à substância? O que vem primeiro – a qualidade ou a substância? Há várias questões como esta. Quanto mais sutil você vai é parame vyoman. Yasmin devaadhi vishwe nishedu – todos os devis e devtas moram lá, naquele espaço. Yattanaveda yati vaanaveda – qual a necessidade de saber os hinos védicos e mantras, sem saber o parame vyoman, sem entender os princípios do universo?

Swarupa é a qualidade do espaço. Não dá para ser traduzido. Swarupa é consciência. De Swarupa acontece Sputa ou explosão do qual Svarita, criação flui e Sakaara – manifesta com nome e forma. Todos os milhões de seres na criação foram formados de Swarupa.”

Após esta surpreendente revelação sobre o universo, houve a apresentação de Archana Sharma, um físico de partículas do CERN, Geneva, Suíça, que compartilhou alguns vislumbres sobre os esforços em identificar a partícula de Deus com a LHC (Large Hadron Collidor – grande colisador de hádrons). Sri Sri tem dito “espiritualidade começa onde a ciência acaba.” No Satsang de hoje, nós tivemos oportunidade de ouvir sobre o que há além do espaço, além da expressão e a tentativa da ciência de saber o incognoscível.

“Aquilo que você não pode expressar é Amor.
Aquilo que você não pode rejeitar / renunciar é Beleza.
Aquilo que você não pode evitar é a Verdade. “

~ Sri Sri

© Fundação Arte de Viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s