‘Nem um único passo no caminho certo será desperdiçado’

O que Sri Sri disse hoje

Índia (Centro Internacional Arte de Viver, Bangalore), 4 de setembro:

P. Milhões andam no caminho espiritual mas somente alguns atingem o destino. Eu tenho alguma chance de estar entre os poucos sortudos?

Sri Sri: Isto não é nada novo. Senhor Krishna diz no Bhagavad Geeta que dentre muitas pessoas no mundo, muito poucos andam no caminho. Do mesmo jeito que muitos lutam pelo posto de Primeiro Ministro mas apenas um é finalmente eleito. Da mesma forma, milhares desejam ser oficiais IPS1, IAS2. Todavia é melhor neste campo (espiritualidade) pois há possibilidade para qualquer um atingir o destino. Nos tempos de Buda, dez mil atingiram Mukti (liberação). Hoje milhões fazem sadhana (práticas espirituais) e vários atingirão. Algumas pessoas vão ao oceano para tomar ar fresco, outras para colher pérolas e outras removem o óleo do oceano. Nossa patrata (competência) decide o que nós alcançaremos. Nem um único passo no caminho certo será desperdiçado. Apenas levará você para frente. Mantenha sua visão centrada em você mesmo e não nos outros. Pergunte a si mesmo o que você quer e você encontrará bem-aventurança, paz e amor. Quando você vivencia dor no amor, você deseja liberação. Sem paz e amor, bem-aventurança não é completa. Bem-aventurança é da nossa natureza. Não há obstáculos em atingí-la.  Não pense se você tem perspectiva de alcançá-la. Se você quiser, acontecerá hoje ou amanhã.

P. Qual o segredo por trás da noção de “Dia do Julgamento Final” no cristianismo?

Sri Sri: O cristianismo diz que um dia do julgamento final virá. Neste dia, todos aqueles debaixo da terra, os corpos mortos se levantarão e serão perguntados sobre suas boas e más ações. De acordo com elas, eles serão enviados para o céu ou inferno.

O entendimento mudou do significado original devido ao tempo e várias interpretações. Hoje, o que se acredita e discute é que o “Dia do Julgamento Final” não é o que era originalmente. No lugar onde o cristianismo e o islamismo nascerem havia escassez de madeira. A terra era apenas pedras e montanhas. Nestes lugares, enterrar era uma alternativa melhor. Não era caro. Na Índia há muita madeira, então começou a tradição de queimar os corpos dos mortos.  Seja nas terras do Islã ou cristianismo, queimar os mortos não era possível. Então de acordo com o país e a época, as pessoas tem certos costumes.

A interpretação que as pessoas tem mantido é que o Dia do Julgamento Final os mortos se levantarão dos seus samadhi, mas não é isso. Na Bíblia, é dito “Não julgueis para não seres julgados.” Cristo pede que não julguemos (criticar) e deixar o julgamento apenas para Deus e um dia Ele olhará o julgamento. Na Índia, nós temos fé no carma, que significa que você terá que colher o resultado dos seus próprios atos. Os bons atos trarão alegria e os maus, infelicidade. Da mesma forma, no cristianismo, eles dizem para não julgar e que todos terão que carregar sua própria cruz.

P. Algumas vezes eu acho várias vikaras (faltas) em mim mesmo e penso que eu não mereço estar no caminho. O que devo fazer?

Sri Sri: Livre-se da culpa. Até agora você sofria por se sentir culpado e não sabia disto. Agora que você sabe, você não deve sofrer. Isto faz de você um buscador. Tantos derrubaram suas vikaras. Continue fazendo satsang, seva e entre em meditação profunda – isto te livrará de suas vikaras e seus velhos hábitos serão  esquecidos. Se você era completamente sem esperança, você nem teria tido a chance de vir para cá, no caminho do satsang. Você deve ter feito algo bom – direcione sua visão para o bem.

P. Há algo além do samadhi?

Sri Sri: Além do Samadhi há

Bodh Matra Shuddh Chaitanya Satta

(sensibilidade pura e inteligência). Uma sensibilidade que não é do interior nem do exterior é desenvolvida. Não inconsciência, mas uma consciência tão pura. Não faz diferença se os olhos estão abertos ou fechados. Tudo se parece igual.

P. O que é samadhi?

Sri Sri: Quando a mente está descansada e centrada, tem-se um vislumbre de samadhi. A experiência que você tem quando se deita após o Sudarshan Kriya.

Quando você sente – ‘Eu não sei onde estou, mas eu sou.’

P. Você tem dito que a forma de todo Deus é a imaginação do pintor. Então, como são mantra e japa relacionados a eles?

Sri Sri: No Templo Kamakshi em Kanchipuram, há um ídolo lindo.

Lá, você recebe prasad (oferenda sagrada) mas diz-se que você não colherá nenhum benefício até oferecer a Aroop Lakshmi (Deusa sem forma) que se localiza atrás do templo. De lá, você recebe outra oferenda. Isto tem um sentido muito profundo. É apenas um costume, mas tem os ensinamentos de Vedanta. Você é direcionado da forma para o amorfo. Você venera a forma e depois um Shaligram*. A mente é presa com a forma e então evolui para uma pedra redonda. Quando você deixa até ela, você evolui para o mantra.

Deus não está no céu em algum lugar, mas é vibração – é nossa consciência. Então, sentar-se em meditação é melhor forma de veneração.  Neste caso, até os mantras se rendem. Mantra é também de alguma forma similar a forma. Este processo é um estágio.

P. Qual o significado científico do Prasad?

Sri Sri: Prasad é o que quando recebido faz a mente prasana (bem-aventurada). Um santo de Karnataka escreveu que este tempo que nós recebemos é prasad, nosso corpo, respiração, mente, prana (energia vital) e bhav (emoções) tudo é prasad.

Qualquer coisa que temos nesta vida é prasad. ‘Aquilo com o qual eu divulguei é prasad e aquilo com o qual eu cobri a mim mesmo é também prasad.

* um pedra esférica, normalmente de cor preta.

(Do escritório de Sua Santidade Sri Sri Ravi Shankar)

NT: 1 Serviço de Polícia da Índia

2 Serviço Administrativo da Índia

© Fundação Arte de Viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s