‘Você é algo além de suas qualidades positivas e negativas’

O que Sri Sri disse hoje:

Bad Antogast, Alemanha, 21 de julho:

P. Posso praticar silêncio e meditação sozinho em casa? Por quantos dias?

Sri Sri: Sim, você pode praticar meditação. Silêncio será mais difícil em casa. Fique em silêncio o máximo que puder, mas não há necessidade, na verdade. Você vêm aqui (ashram) e pratica o silêncio. De vez em quando você pode fazer isto por um dia. Você pode dizer: ‘Ok, vou ficar me silêncio um dia por mês.’ A não ser que haja uma atmosfera conveniente em casa, fica difícil e as pessoas ficam confusas e quererão saber o que aconteceu com você.

P. Quando eu estou muito estressado, como eu posso me aliviar?

Sri Sri: Quando você estiver muito estressado, você começa a pensar:  ‘Oh, eu quero me aliviar deste estresse.’ Esta pressa em se aliviar do estresse se transforma num estresse ainda maior. Você sabe, quando você estiver estressado, apenas abrace o estresse e relaxe.

P. Como posso me livrar do meu medo de falhar? Eu não posso me comprometer ou começar um projeto por causa do meu medo de falhar. Como posso me ajudar? E obrigada por tudo que você tem feito por mim.

Sri Sri: Aceite:  ‘Ok, eu vou falhar. E daí? Mesmo assim eu quero fazê-lo.’ É como se você jogasse um jogo. Correto? Se você estiver jogando futebol, você apenas joga, não importa se vai ganhar ou perder, você apenas joga. Do mesmo jeito, não tenha medo de falhar. Se você falhar, não se importe e mesmo assim, faça-o. Ok?

Você precisa correr alguns riscos na vida.

P. Eu quero me amar e me aceitar, mas é difícil. Por favor, talvez você possa realmente me aconselhar a como superar isto. Obrigado.

Sri Sri: Meu querido, você é amor, não tente amar-se. Não diga: ‘Eu quero me amar, eu quero me amar….’

Há um movimento aqui na Europa. Eles acordam as três da manhã, sentam nas camas, olham no espelho e por duas horas repetem: “eu me amo, eu me amo….’

Um casal deste movimento estava na Suíça na mesma hora que tínhamos um curso. Um casal do nosso Arte de Viver encontrou-os numa cafeteria. Os dois casais conversaram e compartilharam o que faziam.  O nosso casal do Arte de Viver disse: ‘você sabe, nós simplesmente nos amamos a nós mesmos.’ A esposa do cavaleiro que faz o processo de toda as manhãs disse: ‘não, nós nos acordamos as três da manhã e por duas horas repetimos “eu me amo, eu me amo”. E o casal do Arte de Viver disse: “Porque você não faz o nosso curso? Vai fazer uma grande diferença. Então, eles fizeram o curso e depois a esposa disse: ‘oh, é um alívio. Agora meu marido não tem que acordar de manhã e se sentar na cama.’ Ela tinha dor de cabeça enquanto ele fazia está prática. Ela estava muito infeliz. Finalmente, o relacionamento deles estava no limite. Após o curso do Arte de viver, eles agora são um casal feliz.

Você é amor.  Esqueça-se sobre amar-se a si mesmo. Você de qualquer forma se ama. Não há necessidade de repetir isto. Você pode assumir algumas coisas como certas. É como se você dissesse: estou na Alemanha. Você sabe que está, não precisa ficar repetindo isto para si mesmo.

Como eu sei que estou na Alemanha?

Se alguém te mandar repetir todos os dias: ‘Oh, eu estou na Alemanha, estou na Alemanha…’ Se você ficar relembrando a si mesmo, você deveria ser levado a um hospício. Você sabe que está na Alemanha.

Semelhantemente, assuma que você se ama. Você ama suas qualidades positivas ou negativas, seja quem você for. Você está além de qualidades, você não é suas qualidades positivas ou negativas; você é algo além disto.  Quando você se conscientiza disto, apenas saiba que é assim que é.  Algumas pessoas dizem: ‘Oh, eu não sou linda.’ Quem se importa se você é linda ou não? Por que você se importa tanto?

P. Meu desejo e vontade para meu crescimento não é consistente. Algumas vezes ele não é muito forte. Como ficar mais consciente de mim mesmo? Como ver mais e parar a tagarelação na minha mente por períodos mais longos?

Sri Sri: Apenas desista deste “mais.” ‘Eu quero ser mais….’ Relaxe. O amor pelo crescimento no campo da espiritualidade e mente é relaxamento profundo. Todas as qualidades positivas estão dentro de você. Quando você faz meditação profunda, elas se manifestam naturalmente. Nós não podemos dizer: ‘eu quero que esta flor desabroche rapidamente. O que devo fazer? Posso abrir as pétalas?’

Se eu quero que a flor desabroche, simplesmente deixo-a em paz. Coloque alguma água; no tempo certo ela desabrochará.

P. Como nós podemos fazer uma grande mudança no sistema econômico se o capital e as grandes corporações controlam o mundo de hoje?

Sri Sri: Você pensa sobre isto, deixe-me também pensar. Uma coisa é certa, faça as pessoas mais humanas.  Quando as pessoas ficam mais humanas, os negócios se desenvolvem com o toque humano.

Quando a ambição desaparece do campo econômico e dos negócios, um melhor sistema definitivamente se desenvolve.

P. Guruji, várias vezes após satsang eu tenho dificuldade em dormir. Há algo que possa me ajudar a dormir?

Sri Sri: algumas vezes a energia é tão alta que você pode achar difícil dormir. À noite, tente um copo de leite, talvez. Não beba chá antes de ir dormir. Você dorme durante o satsang? Investigue isto.

P. Eu sou vegetariano. Posso tomar remédios não vegetarianos?

Sri Sri: O que você está perguntando é sobre a cápsula de gelatina. Está ok. Cápsula vegetariana é preferível.  De vez em quando, se o remédio não for vegetariano, está ok. Não faça um grande rebuliço por isto. Se não tiver disponível, está ok.

P. Eu sei que você fala sobre desejos no curso Parte II, mas eu ainda não entendo como alguém pode afastar o pensamento de algo que realmente se quer. Se você se força a esquecer,  vem mais forte. Se você se permite desejar durante algum tempo, ele te vence. E o que vem no lugar do desejo se ele fluir? Obrigado.

Sri Sri: Apenas por pensar muito, você não vai atingir o que deseja.

Imagine que você quer algo – você quer ir a Munique e você fica repetindo a noite toda: eu quero ir a Munique, eu quero ir a Munique…Você perderá o sono. Ou quando você estiver dirigindo de Frankfurt para Munique e dizendo: eu quero ir para Munique… você vai acabar em algum outro lugar, vai se perder no caminho. Apenas por repetição, o desejo não será realizado. Você precisa deixar ir. Deixar ir é a arte. E isto é muito, muito importante. Meditação é sobre isto.

P. Eu quero perguntar sobre crenças e dúvidas.

Sri Sri: É bom ter-se dúvidas. Você deve ter uma dúvida: não-dúvida! Ainda assim, se a dúvida entrar no seu coração e ficar na sua natureza, é uma doença. É chamada paranóia. Se você duvidar de tudo, inclusive de si mesmo, isto é chamado falta de autoconfiança. Se você duvidar de todos em volta de você, isto é chamado de paranóia. Se você não duvidar da existência de um poder natural ou divino ou de alguma consciência e Ser, então você e chamado de ateísta. Um ateísta não tem dúvidas sobre o sobrenatural, ele pensa que não há nada além do que ele sabe. Nem tem nenhuma fé.

As pessoas com paranóia não acreditam em ninguém e não confiam em si mesmos. Está é outra doença mental. Então, um pouco de dúvida é bom mas se a dúvida vira sua natureza, você não terá nem sucesso no mundo nem na espiritualidade. O mundo todo tem algum grau de confiança. Não é? Você mantém o dinheiro num banco, você confia no banco. Você recebe eletricidade, porque a empresa acredita que você pagará a conta. Você tem acesso a linha telefônica, porque a empresa confia que você vai pagar a conta de telefone no final do mês. Se ninguém confiar em ninguém, como algum negócio será fechado no planeta?  Pode acontecer?

Quando você quer comprar uma casa, você dá dinheiro para o vendedor mesmo antes de comprar a casa. Ele pega o dinheiro e então te dá a casa. Se você disser a ele, ‘dê-me a casa primeiro e só então eu te darei o dinheiro’, ele dirá: primeiro você entrega o dinheiro e depois eu te darei a casa. Se ambos disserem: ‘eu não confio em você’, não haverá negócio, certo? Assim, você sabe que a pessoa te dará a casa e por isso você lhe dá o dinheiro. E ele sabe que você vai pagar, por isso ele lhe dá as chaves da casa.

O mundo todo se move na confiança mútua. Não é? E todas as atividades acontecem com autoconfiança, a confiança em si mesmo. Assim eu diria, apenas conheça-se a si próprio. Ninguém diz: ‘eu não acredito no que eu estou falando. Se eu disser: eu não acredito em nada, pelo menos eu acredito no que eu estou dizendo. Eu acredito em mim, mesmo que “eu não acredito em nada.” Quem é o ‘eu’ que você que acredita? Conheça este eu. Isto é o que é espiritualidade.

P. Eu coleto lixo como Seva e eu vejo que nós produzimos muito lixo todos os dias. Nós estamos jogando a sociedade fora. O que podemos fazer no nosso dia a dia para diminuir a quantidade de lixo? Nós queremos tomar conta do meio ambiente, do nosso planeta para as gerações futuras.

Sri Sri: Sim, menos lixo é melhor. Se você vir a floresta, você percebe que todos os animais deixam a floresta muito limpa. Há um equilíbrio ecológico. Nunca há um desastre na floresta. Você não encontra corpos mortos de animais em nenhum lugar da floresta. Certo? A natureza toma conta de tudo tão bem!

Semelhantemente, nós também devemos adotar mais métodos orgânicos. Todos os dejetos devem ser compostos de matérias orgânicos. Assim, o lixo poderia ser usado como adubo. Nosso problema é o plástico, que deve ser reciclado.

P. Eu sou tão preguiçoso que eu sempre tenho várias coisas por terminar. As coisas nunca são como têm que ser. Eu sou feliz, mas tudo a minha volta me faz solitário. Quando eu me sentirei realizado?

Sri Sri: Eu acho que você pensa demais. Apenas cante, dance e medite com seus cem por cento. Qualquer coisa que você fizer, faça com cem por cento. Eu vou contar-lhe uma história.

Certa vez, alguns turistas ficaram num hotel em um vilarejo. Quando eles estavam partindo, várias pessoas do grupo descobriram que tinham sumido algumas coisas. Eles reclamaram com o chefe do vilarejo que confiantemente declarou que o ladrão era alguém do próprio grupo de turistas. “Não é ninguém deste vilarejo,” ele disse.

Um cavaleiro que perdeu tudo, exceto o roupa do corpo, disse: “como você pode estar tão seguro?”. O chefe do vilarejo respondeu: “Se tivesse sido alguém do vilarejo ele teria levado as roupas que você está vestindo também. Veja bem, eles fazem tudo cem por cento. Se eles roubam, eles roubam tudo.”

Então, quando nós fazemos tudo cem por cento, nós sentimos satisfação. De outra forma, se nós fazemos um pouquinho aqui, um pouquinho ali, nós ficamos sempre procurando por algo.

Assim, cante, dance e medite.  OK?

© Fundação Arte de Viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s