Do fundo do seu coração vocês são relaxados, sem esforço

Satsang, 20 de julho de 2009, Bad Antogast, Alemanha

P: Guruji, você pode comentar sobre a lua, o sol e os eclipses sobre os quais todos estão falando?

Sir Sri: Sim. Os planetas têm impacto sobre nós.  Do mesmo jeito que eles têm impacto sobre a água, eles têm impacto sobre nós, uma vez que nossos corpos tem 70% de água.  A mente, a água e os planetas são intimamente conectados. O macro e micro cosmos são conectados.  A lua afeta a mente, não é?  Por isso, pessoas que enlouquecem são chamados de lunáticos.  E durante a lua cheia e a lua nova, as pessoas loucas ficam mais loucas.

Aqueles que pensam que não são loucos ficam mais loucos.  Definitivamente, os planetas têm impacto na mente, no intelecto e no corpo.

Mas se você está meditando, fazendo  pranayamas e todas essas práticas, cantando, você maximiza as boas influências. Não é que todos as influências planetárias sejam ruins.  Há as boas e as más influências.  As boas influências cósmicas são ampliadas.  Durante o período do eclipse, diz-se que não se deve comer.  Mesmo duas ou três horas antes do eclipse não se deve comer. Durante o eclipse diz-se que é um momento bom para meditar e rezar  É considerado um momento muito auspicioso. Diz-se que se você meditar durante o eclipse,  o impacto é de quase cem vezes. A meditação durante um eclipse é considerada mais poderosa que cem dias de meditação.  Portanto, o período de eclipse é um bom momento para meditação.

Tudo está em alinhamento, todos os planetas numa única fila. O Sol, a Lua e a Terra se alinham. E esse é um bom momento para a mente, corpo e espírito se alinharem. E isso acontece todos os anos. Três eclipses acontecem todos os anos. E neste ano todos os eclipses estão acontecendo um logo após o outro.  Esse fenômeno está acontecendo depois de um longo tempo – é a primeira vez após a Segunda Guerra Mundial.

Então, também pode haver boas ou más influências.  A natureza pode passar por uma série de turbulências e mudanças climáticas: mais enchentes, mais chuvas. Veja você, agora é inverno-verão aqui. Está frio, o que não é comum. Nessa época, nós devíamos usar ventiladores, mas o clima está mudando. Da mesma forma, as mentes das pessoas estão ficando doidas, conversando.  Conflitos domésticos e conflitos entre países são possíveis.

Mesmo assim, não há nada para se alarmar ou preocupar.  Nós seguimos firmes e aproveitamos essa oportunidade para enriquecer nosso crescimento espiritual.

Veja você, se está no meio da noite, você não deve acordar para sentar e meditar. O eclipse solar deve ser antes do amanhecer ou depois do por do sol. Cantar Om Namah Shivaya é considerado muito poderoso, auspicioso durante o eclipse solar. Chama-se Maha Mantra, o Grande Mantra. E durante o eclipse, o efeito do mantra é muito, muito poderoso.

(Sri Sri então se dirige às pessoas que estão visitando o ashram alemão pela primeira vez.)

Você sabe, tem uma única regra no ashram. Você sabe qual e a regra? Você pode trazer todos os seus problemas e preocupações aqui, mas você não pode levá-los embora com você.

Você sabe, a vida é assim, alguns problemas surgem. Se não houver nenhum problema, nós criamos um.

É da natureza humana. Se você não tiver nada para fazer, você começa a meter o nariz na vida de alguém e cria um problema. E você se enrola nele. É impressionante observar a mente humana. É o maior canal de entretenimento que você pode ter. Sua própria mente. Vamos ter o controle remoto nas nossas próprias mãos. Porque nós normalmente damos o controle remoto para alguém ou alguma situação. Agora, nós não daremos para outra pessoa. Nós vamos manter nossa própria mente nas nossas próprias mãos.  Para que possamos assistir este canal, desfrutá-lo e desligá-lo.

Quantos problemas nós criamos!  Muitos deles são imaginários. Alguns deles nos são impostos e outros nós os criamos. É muito interessante.

Então, uma das primeiras regras para um boa vida é pararmos de culpar a nós mesmos ou culparmos os outros.  Nós, ou culpamos a nós mesmos ou culpamos a alguém e ficamos arrasados. Coisas acontecem. Nem só coisas agradáveis acontecem nas suas vidas. Coisas desagradáveis acontecem, coisas inesperadas acontecem. Coisas agradáveis acontecem, coisas desejadas acontecem.

Assim, o que você deseja acontece e o que você não deseja acontece; todas essas coisas acontecem na vida e um dia acabamos. Somos esticados debaixo da terra. Tudo está acabado – é a coisa final. Então, alguém coloca uma lápide. Fulano de tal, descanse em paz. Você não deve esperar até lá para descansar em paz. Alguém disse: andei pelo mundo procurando por paz e só a achei debaixo da terra. Ao menos dizem que se fica feliz, em paz, nós não sabemos se se fica em paz lá embaixo ou não.

Pelo menos se diz, mas talvez seja falso, noção falsa de alguém: você descansa em paz, paz celestial. Não,  paz celestial não é nas lápides e não é debaixo da terra. É quando você aceita, acomoda os opostos na sua vida. Então dizemos: é ok ter alguns problemas, é ok ter coisas que você não gostaria que acontecessem.  Elas acontecem de toda forma e fica por sua conta como administrar, como lidar com elas, e sua coragem de lidar com elas te leva para frente na vida.  Não é?

Assim, algumas coisas não mudam, algumas coisas mudam. Nós aceitamos algumas mudanças e aceitamos que algumas coisas não mudam. Devemos acordar e ver: eu tenho força para continuar. Eu não vou ficar parado. Revigore o seu valor: aconteça o que acontecer, eu vou caminhar através desse fogo. Todos esses problemas na minha vida, não serão mais problemas.

Um problema parece ser muito grande quando se pensa que não dá para se lidar com ele. Então, observe quem tem problemas maiores. Quando se vê outras pessoas com problemas maiores, o seu parece pequeno. No momento que o problema parece ser pequeno, ele não é mais um problema. Você será capaz de resolvê-lo. Então, servir a pessoas que tem problemas ajuda você a se esquecer do seu pequeno problema, que não é nada. Assim, saiba que há a força Divina que te carrega nos ombros, que te carrega na sua onda.

Então, a Energia ou Força Divina virá ajudá-lo. Ela sempre te protege e te ampara. Isso é fé, é entregar seus problemas para a Divindade. O que eu não puder lidar, deixo Deus cuidar desse meu problema. Você relaxa, fica sem se esforçar. Ok? Do fundo do seu coração você fica relaxado, sem se esforçar, nada a fazer.

Quando você está tão cansado, sua mente está cansada, seu intelecto está cansado, você não pode fazer nada, você nem quer meditar, você se sente cansado de todas maneiras, exausto. Você apenas relaxa. Isso é o que se chama entrega. Você anda e anda, quase à extensão de ter exaurido todas as suas energias e o que você faz: você se senta na calçada: acabou, eu não consigo dar nem mais um passo. Você será levado, você pegará o carro para te carregar, para te levar.

Deixar ir, não fazer esforço. Mais nenhum esforço. Eu não vou fazer mais nenhum esforço. E isso é uma oração, verdadeira oração. Depois, desamparadamente você diz: eu não posso fazer nada, mais nada. Diga ao Divino: cuida de mim, me ajude.  Basta isso. E relaxe. Desista.  Não é uma boa idéia?

Esta entrega só acontece quando você está exausto, mas sua mente diz: não, eu quero tentar, eu quero fazer algo mais; então a entrega não é sincera ou cem por cento. Devoção ou amor nasce depois que todas as atividades sossegam. Quando você fez suficientes atividades e está exausto, sossegue. Todo o carma acaba, então Bhakti, amor ou devoção desperta.

Desta forma, elogie a si mesmo, elogie uns aos outros. Há uma nova vida, um novo dia, um novo minuto, um novo momento. Comece um novo momento. No passado, quando o estudante se encontrava com o professor ou com o Guru, ele recebia um novo nome. Você sabe porque?  Eles dizem: ok, aquela vida acabou. Mesmo que seu passado tenha sido ignorante, ele acabou. Agora você começa uma nova vida com um novo nome. Você é novo, renovado em todos os sentidos. Quantos de você acham que não se associam mais a pessoa que eram antes de fazer o curso básico (Arte de Viver Parte 1)?

Pergunte a si mesmo: “quem era aquela pessoa antes do curso básico?” Quantos não se sentem assim? Sim, sinta que você é uma nova pessoa, uma pessoa diferente. Você olha para trás e vê, todos podem ver, houve progresso nas nossas vidas. Esse é um sinal de progresso. Que nós olhamos para trás e vemos:  “Oh, dez anos atrás, quem estava lá e quem está aqui agora?” Uma grande diferença. É quando se diz: Jai Guru Dev. Jai Guru Dev significa: vitória para a grandeza, à mente ampla, a Divindade que está em todo universo. Isto vence, sabedoria vence a ignorância. Conhecimento e sabedoria vencem a ignorância.

Deixe todas suas preocupações aqui, não importa como foi no passado.  Tudo passou. E agora, hoje, você é inocente. A partir deste momento, você deve acreditar que é puro e inocente. Se você cometeu algum erro no passado, foi devido à ignorância, porque você não tinha conhecimento. Você não tinha conhecimento, você não tinha sabedoria, então o erro aconteceu.  Então, coloque tudo de lado.

Você sabe que a cobra troca a velha pele e segue adiante com uma nova pele. Todos os anos, o cervo troca seus velhos chifres.  Quando a lama ou a água se depositam sobre o animal, o que ele faz? Se sacode e segue em frente. E se tiver alguma água no corpo do cachorro ou do gato, ele se sacode. E nós, mantemos nossa lama toda a vida. Carregamos todo o lixo na nossa cabeça a vida toda. Agora, aqui, sacuda tudo, rejuvenesça-se e siga em frente.

© Fundação Arte de Viver

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s